“LA MALEDETTA NEBBIA”

Esse é o título da matéria que li no início dos anos 1960 numa revista Quattroruote, "A maldita neblina" na língua de Dante. Põe maldita nisso, é a pior condição de tempo para se dirigir, pior do que a mais tor... Veja Mais...

CARROS COM MAIS DE 100 MIL QUILÔMETROS, NO USO

Difícil decidir se o exemplo de manutenção de um carrinho bastante rodado é muito bom ou uma porcaria. A viatura em questão é meu Daihatsu Charade Sedan 1.5, 1995, que entrou por acaso na minha vida. Chegou de troco na venda de uma VW Paratí, uns oito anos atrás. Veio com uns “70.000 km”, o que era mentira, já que havia uma etiqueta de óleo indicando 115 mil km como próxima troca. Ou seja, algum incompetente voltou o velocímetro uns 40 mil km e esqueceu a etiqueta na porta.

DIVERTIDO DE DIRIGIR

Certamente o leitor ou leitora já escutou ou leu a expressão, divertido de dirigir, fun to drive na língua inglesa. E vem a pergunta: quais as características do veículo que o fazem divertido de dirigir? Antes ... Veja Mais...

TRÊS LEIS DO MAL, NÃO

Já temos duas Leis do Mal do ponto de vista automobilístico,  a "seca" e a do farol baixo nas rodovias. Parece que em breve termos a terceira. O tema agora é semáforo com temporizador, exibição de tempo rest... Veja Mais...

SUVENIZAÇÃO

Como o leitor está cansado de saber, aqui no AE nós adoramos as peruas. Isso por uma série de razões, como sua graça e beleza, equilíbrio das linhas, versatilidade proporcionada por grande porta-malas e, princi... Veja Mais...