E AGORA, JOSÉ?

Nada como um dia após o outro. Pessoalmente, evito tirar conclusões de afogadilho, sem ter todos os elementos para julgar. Não que eu me furte de dar opinião, não é isso e muitíssimo pelo contrário. Apenas que ... Veja Mais...

RIOS DE LÁGRIMAS

Eu sempre tento evitar os chavões e as frases feitas. Vício de quem trabalhou em jornal diário com rígidos manuais de redação — no meu caso, o Estadão e a Gazeta Mercantil. Por isso, já peço desculpas aos meus ... Veja Mais...