F-1 2018: TRÊS CORRIDAS, MUITAS HISTÓRIAS

A vitória de Daniel Ricciardo no recente GP da China deu novas cores a um campeonato que começava a ganhar tons vermelhos após duas vitórias consecutivas de Sebastian Vettel. Graças a um par de acidentes a terceira etapa da temporada ganhou vida e movimento em sua segunda metade e abriu espaços para discutir o futuro das carreiras de Pierre Gasly e Max Verstappen, ambos ligados à Red Bull, mesma equipe do vencedor em Shangai.

FERRARI VENCE A SEGUNDA E VETTEL LIDERA

Duas vitórias consecutivas transportam a Ferrari do Bahrain à China com a bagagem carregada de otimismo; após um triunfo importante no deserto, o alemão Sebastian Vettel desembarca na metrópole de Shangai com a sede de ampliar ainda mais a liderança que mantém sobre seu maior rival, Lewis Hamilton

PÁSCOA MOVIMENTADA EM INTERLAGOS

Fundada como opção econômica ao automobilismo supervisionado pela Federação de Automobilismo de São Paulo (FASP), a Liga Desportiva de Automobilismo tem conseguido atrair a atenção de motoristas e automobilistas interessados nos valores econômicos mais baixos oferecidos por essa opção. Ocorre que não se pode abrir mão de valores instrução aos diversos tipos de condutores envolvidos, veículos com condições mínimas de segurança e uma estrutura organizada.

F-1: VETTEL E FERRARI BATEM HAMILTON E MERCEDES

Grande Prêmio da Austrália, disputado no fim de semana, esteve longe de ser uma corrida emocionante, muito pelo contrário. A prova de abertura da temporada disputada no circuito de Albert Park, em Melbourne, terminou com a vitória de Sebastian Vettel, da Ferrari, muitas perguntas e, para algumas imaginações férteis, uma pitada de bizarrice pela maneira como a equipe Haas se viu alijada do que poderia ser seu primeiro grande resultado.