Ele é tido como o mais valente dos atuais modelos Land Rover, o mais apto ao fora-de-estrada, e mesmo assim o ambiente interno é requintado, confortável e luxuoso. É uma espécie de Lord Greystoke, o refinado lorde inglês que ao chegar à beira da mata fechada virava o musculoso Tarzan e saía saltando de galho em galho com a agilidade de um macaco.

Versátil e bom em qualquer situação

O que mais me impressionou foi sua versatilidade, pois ele é bom ou ótimo em praticamente todas as situações. Mas, para tanto, há um custo: seu preço sugerido é de R$ 297.100. Porém, o olhar crítico dirá que ele oferece boa relação custo-benefício, já que os benefícios são muitos.

Vamos, então, por partes.

Consumo, baixo, e consumo baixo significa modernidade, onde a tecnologia busca o bom aproveitamento da energia colocada no tanque de combustível. Segundo o Inmetro faz 10,9 km/l de diesel na cidade e 13,0 km/l na estrada, resultados que batem com o que apurei, sendo que a 110 km/h em trecho relativamente plano fez acima de 15 km/l. Realmente muito bom. O motor 4-cilindros turbo, que entreaga 240 cve grandiosos 51 m·kgf de torque, empurra com lepidez os 1.990 kg desse suve de grande arrasto aerodinâmico. E como ainda por cima consome só isso? Verdade seja dita: seu coeficiente aerodinâmico é ótimo para um suve: só 0,37 — onde a maioria deles o tem acima de 0,40 —, porém mesmo assim,sua grande área frontal acarreta em considerável arrasto aerodinâmico.

Tem ótimo coeficiente aerodinâmico para um suve: 0,36

Conforto a bordo: espaço, grande área envidraçada, luxo chique de bom gosto, suspensão macia, bancos confortáveis, anatômicos, comandos leves. Você encara um off-road pesado sem suar a camisa — até usando terno e gravata, no caso dos homens, ou vestido longo, no caso das mulheres. Há a opção de equipá-lo com mais dois bancos na área do porta-malas.

Luxo chique, de bom gosto

E excelente na estrada: estável, sempre estável. Bom de reta, bom de curva, com eireção rápida e precisa. O comportamento é praticamente neutro nas curvas, sejam elas de alta ou baixa velocidade. Traciona muito bem, pois, afinal, sua tração integral é sob demanda, ou seja, cuidadosamente distribui entre as 4 rodas a potência produzida. Em resumo, pode-se acelerar forte em saídas de curva sem despertar intervenções dos controles eletrônicos, que cortariam potência aqui ou ali para evitar perda de aderência. Viaja em silêncio, com conforto, rapidez e segurança, e num ambiente arejado, panorâmico.

Motor moderno, potente, torcudo e econômico

O motor Diesel SD4 turbo de 2 litros e 4 cilindros, de 240 cv a 4.000 rpm é suave e silencioso — e silencioso não só do ponto de vista de quem está dentro do carro, mas de fora também — e seu desempenho mais que satisfaz; tanto que anteriormente eu já viajara na sua versão a diesel menos potente, de 180 cv e 43,8 m·kgf, e esse já dava e sobrava. Fazem parte da moderna linha Ingenium da Jaguar/Land Rover. Já a 1.500 rpm ele dispõe do total de seu vigoroso torque de 51 m·kgf, e esse torque máximo vai num patamar até as 2.500 rpm.

Grande curso de suspensão e a traseira é independente multibraço, claro!

O Discovery Sport tem também uma versão a gasolina, de mesma potência, 240 cv, mas de menor torque, 34,6 m·kgf. Este a diesel, por ter um torque bem mais elevado, oferece melhor desempenho: faz o 0 a 100 km/h em 7,5 segundos e atinge 204 km/h. Os que ainda têm reticências quanto aos motores Diesel, na certa é por ainda não haverem testado os modernos e bons.

O câmbio, automático epicíclico, ZF-9HP, tem 9 marchas. Trabalha à perfeição. Tem a posição Sport. Tem trocas de marcha por meio de borboletas atrás do volante. Acredito que ambas raramente serão usadas, pois o modo Drive normal já é rápido e competente o bastante. No painel há a tecla ECO, modo econômico, que suaviza ainda mais o rodar.

Câmbio automático epicíclico de 9 marchas perfeitamente programado

Quanto à suavidade de suspensão, sim, é suave, e bastante, porém, como resolvi colocar o Discovery Sport em estradas de terra e pedra, e por temer quebrar roda e/ou morder pneus — está com rodas opcionais de 20” —, tive que encher os pneus à pressão recomendada para veículo carregado, o que depois deixou-o com um rodar um pouco ríspido no asfalto. As rodas originais, com seus pneus de perfil mais alto, me parecem mais adequadas para o conjunto, pois deixariam o carro ainda mais agradável e em desempenho ele nada perderia. Mas moda é moda, não é?

Rodas opcionais, bonitas, são, mas as de série, menores, combinam melhor com a versatilidade do modelo

No painel há teclas para adaptar o sistema Terrain Response ao tipo de terreno a encarar. Há o modo normal, o já citado Eco, o neve/cascalho/grama, o lama/sulcos e o areia. Mas isso é para os já iniciados no fora-de-estrada. Para os neófitos o modo normal já os levará a vencer situações bastante anormais. Há também o Gradient Release, que suaviza o arranque quando em fortes aclives e declives. Tem auxílios para ajudar manter estável a carreta que venha a rebocar.

Tem sistema eletrônico que ajuda a estabilizar o reboque

Como se vê, mesmo que dificilmente esses recursos para o fora-de-estrada venham a ser utilizados pela maioria de seus proprietários, eles estão ali, disponíveis, o que fazem com que o Discovery Sport mantenha a tradição da Land Rover de ser uma das melhores fabricantes de veículos para explorar esse mundo cheio de belezas naturais.

Admirando a Natureza

Afinal, admirar a Natureza faz bem para o espírito. É alimentá-lo com a arte do maior Artista. Seja de Discovery Sport, ou seja de Fusquinha, a gente não deve abrir mão disso.

É que ir de Discovery Sport facilita bem as coisas…

AK

 

FICHA TÉCNICA LAND ROVER DISCOVERY SPORT HSE DIESEL
MOTOR
Designação 2,0 SD4 Ingenium
Tipo 4 cilindros em linha, Diesel, longitudinal, bloco e cabeçote de alumínio, duplo comando de válvulas, corrente, variador de fase na admissão, injeção direta common-rail, 4 válvulas por cilindro, turbocompressor com turbina de geometria variável, interresfriador
Diâmetro x curso (mm) 83 x 92,35
Cilindrada (cm³) 1.999
Taxa de compressão (:1) 15,5
Potência máxima (cv/rpm) 240/4.000
Torque máximo (m·kgf/rpm) 51/1.500~2.500
TRANSMISSÃO
Rodas motrizes Dianteiras predominantes, sob demanda envio de torque para as traseiras
Câmbio Automático epicíclico ZF 9HP
N° de marchas 9 à frente e uma à ré
Relações das marchas (:1) 1ª 4,713; 2ª 2,842; 3ª 1,909;4ª 1,382; 5ª 1,000; 6ª 0,808; 7ª 0,699; 8ª 0,580; 9ª 0,480; ré 3,830
Relação dos diferenciais (:1) 3,944
SUSPENSÃO
Dianteira Independente, McPherson, braço triangular, mola helicoidal,amortecedor pressurizado e barra estabilizadora
Traseira Independente, multibraço, mola helicoidal, amortecedor pressurizado e barra estabilizadora
DIREÇÃO
Tipo Pinhão e cremalheira, eletroassistida indexada à velocidade
Voltas entre batentes 2,36
Diâmetro mínimo de curva (m) 11,67
FREIOS
De serviço Hidráulico, duplo circuito em diagonal, servoassistido
Dianteiro (Ø mm) Disco ventilado/349
Traseiro (Ø mm) Disco ventilado/300
Controle ABS (obrigatório), distribuição eletrônica das forças de frenagem e assistente à frenagem
De estacionamento Eletromecânico
RODAS E PNEUS
Rodas Liga de alumínio 8Jx20
Pneus 245/45R20
PESOS
Em ordem de marcha (kg) 1.990
CARROCERIA
Tipo Monobloco em aço, teto, capô e painéis do porta-malas em alumínio, suve, 4 portas, 5 lugares, subchassi dianteiro e traseiro
DIMENSÕES EXTERNAS (mm)
Comprimento 4.599
Largura sem espelhos/com espelhos 2.069/2.173
Altura 1.724
Distância entre eixos 2.741
Distância mínima do solo 211
DADOS OFF-ROAD
Ângulo de entrada (º) 23,4
Ângulo de saída (º) 31
Ângulo de rampa (º) 20
Profundidade de vau máxima (mm) 600
PESOS E CAPACIDADES
Peso em ordem de marcha (kg) 1.990
Porta-malas (L) 981
Tanque de combustível (L) 54
DESEMPENHO
Velocidade máxima (km/h) 204
Aceleração 0-100 km (s) 7,5
CONSUMO DE COMBUSTÍVEL INMETRO/PBVE
Cidade (km/l) 10,9
Estrada (km/l) 13
CÁLCULOS DE CÂMBIO
v/1000 em 9ª (km/h) 70,5
Rotação a 120 km/h em 9ª (rpm) 1.700
Rotação à velocidade máxima em 7ª (rpm) 4.200

 

EQUIPAMENTOS LAND ROVER DISCOVERY SPORT HSE DIESEL
 Ajuste de suspensão Terrain Response.
Acionamento do pisca-alerta em caso de frenagem brusca
Acionamento elétrico da tampa do porta-malas por gesto
Alarme perimétrico e de intrusão com alarme remoto de pânico
Assistência à estabilidade do reboque
ASSISTÊNCIA AO MOTORISTA
Assistente de frenagens de emergência
Autotravamento das portas e sistema de destravamento automático em caso de colisão
Auxílio de partida em aclives
Aviso sonoro do cinto de segurança desatado
Bolsas infláveis frontais (obrigatórias), laterais e de cortina
Câmera de ré
Conectividade Bluetooth
Controle anticapotagem
Controle automático de velocidade de cruzeiro e limiitador de velocidade
Controle das condições do terreno no avanço
Controle de descida em declives
Controle de estabilidade do reboque
Controle de estabilidade e tração
Distribuição eletrônica das forças de frenagem
Engates Isofix para bancos infantis
Freio de estacionamento eletromecânico
Ganchos de reboque dianteiros e traseiros
INFORMAÇÕES, COMUNICAÇÃO E ENTRETENIMENTO
ITENS DE COMODIDADE
Monitor de pontos cegos e detecção de tráfego transversal à retaguarda
Navegação.Navigation Pro
Partida por botão
RECURSOS DO PORTA-MALAS
Sensor de estacionamento traseiro e dianteiro
Sistema de entrada sem chave (o motorista pode acessar e travar/acionar o alarme mesmo com a chave inteligente no bolso)
Sistema de entretenimento do banco traseiro com tela dual view
Sistema de Som Meridian™ Surround 825 W com 16 alto-falantes e subwoofer
Stop/Start (desliga/liga motor nas paradas)
Tampão do porta-malas
Tela tátil de 10 pol
Travas elétricas de segurança para crianças
TV digital
(7.830 visualizações, 1 hoje)