O motor 1,5 Dragon é tão suave e silencioso que, na estrada, a 120 km/h, se o câmbio for colocado em ponto-morto, pouca diferença faz na sensação de rodagem. Entre os compactos ele pareceu ser o campeão nisso.

Quando há pouco testei o Ka Sedan com câmbio automático, já gostei bastante desse 1,5 litro tricilindro, porém só mesmo tendo câmbio manual para se conhecer a fundo as características de um motor. A oportunidade veio neste FreeStyle, versão aventureira do Ka, com câmbio manual de cinco marchas muito bem escalonadas para o conjunto (veja gráfico dente de serra adiante).

Ambiente confortável e silencioso

O carro é leve e o motor é potente e elástico, daí as marchas podem ser longas, o que o faz bem agradável para dirigir. O torque máximo de 15,3 m·kgf  está num patamar entre 3.500 e 5.000 rpm quando com gasolina e entre 3.000 e 6.000 rpm quando com álcool. Não se nota maior aspereza de funcionamento quando com álcool.

No conta-giros há um indicador de troca de marcha para cima ou para baixo. Achei-o útil, vale segui-lo, pois o torque em baixa é tão bom, o motor responde tão bem, que até leva certo tempo se acostumar com isso e passar a automaticamente efetuar trocas em regimes mais baixos que o costumeiro. Não tem uma pegada em baixa tão forte como os modernos 1-litro turboalimentados, mas vai-se aproximando. É bem mais forte em baixa que o anterior Sigma 1,5-l de quatro cilindros que propulsionava o Ka.

Motor com bom desempenho, econômico e com funcionamento suave

Este entrega 128/136 cv a 6.500 rpm. À primeira volta o motor não aparenta ter essa tropa toda. A porteira parece ser meio estreita e demora um pouco para a cavalada inteira aparecer, mas ela vem, e vem toda ela, mas em giro alto. A partir de 4.700 rpm começa uma pegada das boas e logo o conta-giros bate nas 6.700 rpm, quando vem o corte de injeção; sendo que a impressão é de que ele seguiria crescendo com facilidade até 7.000 rpm. Não é, portanto, um motor explosivo, cheio de emoções a dar.

Ele é um pouco contido, mas é eficiente, pois combina bom desempenho com economia de combustível. Foi para isso que parece ter sido feito; não para ser esportivo, só para andar consistentemente bem.

Gráfico dente de serra do Ka 1,5 FreeStyle manual, bom escalonamento

Difícil é viajar com esse compacto a menos de 130 ou 140 km/h indicados. Uma distração e lá está ele disfarçadamente, suavemente, silenciosamente, passando dos 140 km/h, pois a partir daí é que ele parece feliz. Não fosse as possíveis multas ele e eu gostaríamos de viajar assim, e tranquilamente. Os amantes do bom Fiesta não se decepcionarão ao viajar com o novo Ka com esta motorização.

Instrumentos de boa visualização

Em pista dupla e com pouco tráfego, viajando a 120 km/h reais (3.300 rpm), ele fez 14,7 km/l de gasolina. Indo devagar, entre 100 e 110 km/h reais, como a maioria costuma viajar, pode-se contar com algo acima de 16 km/l. Na cidade, andando calmo como costumo andar, faz acima de 11 km/l. É muito econômico. Menos que isso só os modernos 1-litro, só que com tremenda diferença de potência disponível.

Segundo o Inmetro o Ka de altura normal faz 12,5/8,4 km/l na cidade e 15/10,3 km/l na estrada. O Freestyle — 17 mm mais alto — provavelmente gaste só um pouco mais na estrada, devido à sua área frontal ligeiramente maior.

Passa muita sensação de robustez

No geral, ele passa a sensação da solidez estrutural que lhe foi adicionada. Bom de curva, bom de reta, porém quanto a isso inferior ao seu irmão de altura de rodagem normal, que é expoente da categoria, principalmente pela sua precisão de direção e comportamento nas curvas. Sendo assim, na estrada o FreeStyle está na média dos vários compactos de altura normal, mesmo ele sendo um pouco mais alto. Os freios estão bem dimensionados e respondem pela boa estabilidade direcional em frenagens fortes.

Suas vantagens se mostram nas estradas de terra/pedra

Sua suspensão é um pouco mais firme que a do Ka normal, mas não chega a ser dura nem desagradável. A compensação aparece quando se pega estradas de terra e pedras, onde se pode tocar mais despreocupadamente. O mesmo na cidade, já que dificilmente ele raspará em lombadas e valetas, por exemplo. Ele é bom para a pessoa quem dirige sem muita atenção por onde está passando.

Boa anatomia, o costumeiro zelo da Ford nesse quesito

Agora, ponto alto é a ergonomia. Bom banco, com regulagem de altura e encaixe perfeito. O volante com regulagem só de altura, e de bom peso; não é leve demais a ponto que pareça algo solto, e é firme na estrada. O comando de câmbio é bom, com engates curtos e precisos, mesmo tendo a alavanca relativamente longa. O pomo fica bem ao alcance da mão, perto do volante. Os senões são  o console um pouco intrusivo e a dificuldade para fazer o punta-tacco, uma útil operação que no Brasil só a Fiat parece dar valor.

Prático, como todo hatchback

Há controle de estabilidade e tração, e o obrigatório ABS, mas nenhum foi requisitado, pois seus “limites naturais” são relativamente altos.

Preço: R$ 63.990. Este do teste, devido à cor branco Ártico, custaria R$ 600 mais. Porém, caso o interessado prefira o Ka “civil”, com altura de rodagem normal, a versão SE, com esse mesmo motor e câmbio, custa R$ 52.490, ou seja, R$ 11.500 a menos. E para os que gostam do Ka e ponto final, mesmo que tenha menos potência, a versão S, com motor 1-l de 80/85 cv, começa em R$ 45.990.

Como se vê, a Ford está apostando firme no modelo e oferece várias versões. Só falta uma perua Ka…

Me pareceu ser dos mais silenciosos da categoria

Para se inteirar de detalhes técnicos do Ka FreeStyle, vale ler a matéria do Bob por ocasião do lançamento no final de maio. Lá há mais informações.

AK

 

FICHA TÉCNICA FORD KA FREESTYLE
Manual
MOTOR
Denominação Ford 1,5 l TiVCT Flex
Tipo 3 cil. em linha, transversal, bloco e cabeçote de alumínio, duplo comando de válvulas, correia dentada encapsulada em banho de óleo, variador de fase na admissão e escapamento, 4 válvulas por cilindro, árvore contrarrotativa de balanceamento, flex
Diâmetro e curso (mm) 84 x 90
Cilindrada (cm³) 1.497
Taxa de compressão (:1) 12
Potência (cv/rpm, G/A) 128/136/6.500
Torque (m·kgf/rpm, G//A) 15,3/3.500-5.000//15,3/3.000-6.000
Comprimento da biela (mm) 143
Relação r/l 0,314
Corte de rotação (rpm) 6.750
Formação de mistura Injeção no duto
TRANSMISSÃO
Câmbio Transeixo manual Ford CX65 de 5 marchas + ré, todas sincronizadas, tração dianteira
Relações das marchas (:1) 1ª 3,727; 2ª 2,095; 3ª 1,345; 4ª 0,971: 5ª 0,775; Ré 3,727
Relação do diferencial (:1) 3,94
SUSPENSÃO
Dianteira Independente, McPherson, mola helicoidal, amortecedor pressurizado e barra estabilizadora de Ø 23 mm
Traseira Eixo de torção 30% mais rígido em relação ao Ka normal, mola helicoidal e amortecedor pressurizado
DIREÇÃO
Tipo Pinhão e cremalheira, eletroassistida indexada à velocidade
Diâmetro mín. de curva (m) n.d.
Voltas entre batentes 2,8
FREIOS
Dianteiros A disco ventilado
Traseiros A tambor
Controle ABS (obrigatório), distribuição eletrônica das forças de frenagem
Circuito hidráulico Duplo-circuito em diagonal
RODAS E PNEUS
Rodas Em liga de alumínio, 6J x 15
Pneus 185/60R15
CONSTRUÇÃO
Tipo Monobloco em aço, crossover, 4-portas, 5 lugares, subchassi dianteiro
AERODINÂMICA
Coeficiente de arrasto 0,33
Área frontal (calculada, m²) 2,4
Área frontal corrigida (m²) 0,792
DIMENSÕES (mm)
Comprimento 3.954
Largura (sem/com espelhos) 1.774/1.911
Altura 1.570
Distância mínima do solo 188
Distância entre eixos 2.490
CAPACIDADES (L)
Porta-malas 255
Tanque de combustível 51,6
PESO (kg)
Em ordem de marcha 1.086
Carga útil 394
DESEMPENHO
Aceleração 0-100 km/h (s, G/A) n.d.
Velocidade máxima (km/h, G/A) n.d.
CONSUMO DE COMBUSTÍVEL INMETRO/PBVE
Cidade (km/l, G/A) n.d.
Estrada (km/l, G/A) 12,9
CÁLCULOS DE CÂMBIO
v/1000 última marcha (km/h) 36,2
Rotação a 120 km/h últ. marcha (rpm) 3.300
Rotação à vel. máxima (rpm) n.d.

 

EQUIPAMENTOS FORD KA FREESTYLE
Acabamento interno e externo FreeStyle
Acionamento elétrico dos vidros (um-toque subida/descida para o do motorista)
Ajuste de altura do volante de direção
Ajuste interno elétrico dos espelhos externos
Alarme volumétrico
Apoios de cabeça reguláveis (5)
Ar-condicionado
Assistente de partida em rampa
Banco traseiro bipartido 60:40
Câmera de ré
Chave-canivete com controle
Cintos traseiros de três pontos (3)
Controle de estabilidade e tração
Direção eletroassistida
Engates Isofix para dois banco infantis com top tether
Faróis de neblina
Fecho elétrico do porta-malas com controle interno
Indicador de troca de marcha (câmbio manual)
Itens de aparência exclusivos FreeStyle
Limpador, lavador e desembaçador do vidro traseiro
Maçanetas e espelhos externos na cor cinza
Moldura protetora dos para-lamas
My Connection com comandos de voz (rádio AM/FM, USB, Bluetooth, controle para iPod), e My Ford Dock
Palhetas de limpador tipo plana
Pneus de asfalto
Portas USB de 2,5 ampères (2)
Protetor das soleiras de portas
Rack (estrado) de teto
Repetidoras de seta nos espelhos
Revestimento dos bancos parcialmente em couro
Rodas de liga de alumínio de 15?
Sensor de estacionamento traseiro
Sobretapetes de borracha (4)
Soleira lateral
Suspensão elevada
SYNC 3 com tela flutuante
Trava elétrica das portas com controle remoto
Travamento automático das portas a 15 km/h
(4.402 visualizações, 4 hoje)