A Ford trabalha na volta do Bronco, um utilitário para uso geral, mas com foco em uso fora de estrada. O Bronco original foi um dos primeiros utilitários esportivos do mundo, fabricado de 1966 a 1996, sempre com base mecânica nas famílias de picapes. A imagem acima mostra como o carro deverá ser externamente, baseado em informações reunidas pelo fórum Bronco 6G.

A interessante novidade que vem junto com as notícias sobre o carro é que o fabricante de caixas de câmbio Getrag está desenvolvendo uma caixa de sete marchas manual, que ao que tudo indica será usado no Bronco. O código é MT-88, e deverá ser usada com o motor V-6 da família EcoBoost, turbo, de 2,7 litros.

No site da Getrag há dados sobre uma caixa 6/7MTI550, que pode suportar até 56 m·kgf de torque, capacidade de ser fabricada com diversos espectros de relações — mais curtas ou mais longas —, compatibilidade com transmissões de força para as quatro rodas e sétima marcha opcional. Essa caixa deverá ser fabricada no mesmo lugar em que é feita a dos Mustang de câmbio manual, a MT-82, instalações da Getrag na China.

O Bronco deverá ser apresentado como modelo 2020 e, se for confirmado, fará parte de um pequeno grupo de carros que têm câmbios manuais de sete marchas, entre eles Porsche 911 e Chevrolet Corvette. Não será apenas mais um suve em um mundo entulhado deles, mas sim um concorrente Ford para o Jeep Wrangler, e para isso virá com duas e quatro portas, chassis curto e longo, além de caixa de redução para maior capacidade para o fora de estrada.

Bronco da terceira geração, 1980 a 86, em foto recente (autor)

JJ

 

(1.650 visualizações, 8 hoje)