Na Parte 1 desta reportagem vimos como este evento foi organizado e chegamos até os preparativos em campo feito no local do evento até a sexta-feira, dia 6 de julho. Quando tudo ficou pronto para receber os participantes.

 

Sábado, 7 de julho de 2018 – primeiro dia oficial de evento

Todos os membros do clube que vieram para Würzburg já estavam a postos de manhã para poder ajudar ativamente. Vale ressaltar, também, que mais de dois terços dos sócios do clube participaram do evento. Este quórum não é registrado na maioria dos clubes alemães, porque quando se trata de pôr a mão na massa o vazio se faz presente… No caso deste evento do Karmannfreunde Bayern não foi isto que ocorreu, para a grande alegria dos organizadores.

Cedo, às 9 da manhã, os primeiros veículos estavam na frente do portão e queriam adentrar ao evento. O que aconteceu então foi uma coisa linda de se ver. Um Karmann Ghia, ou VW SP2, após o outro foram entrando na área do evento. Os responsáveis por indicar onde os carros deveriam estacionar trabalharam em perfeita sintonia e a área gramada rapidamente foi preenchida com 120 carros cada um estacionado em seu devido lugar (como vimos, tudo estava previamente planejado e cada carro já tinha seu lugar definido).

Alguns carros chegando cedinho ao controle de entrada

Flagrantes de participantes adentrando a área do evento:

A calorosa saudação do Orgateam aos participantes ocorreu por volta da hora  do almoço, e foi feita em um pequeno palco montado em frente ao Pavilhão das Flores;  todos estavam ansiosos para passar algumas horas juntos, socializando e curtindo os respectivos carros.

Dando as boas-vindas em nome do Orgateam (nem todos aparecem nesta foto), da esquerda para a direita: Bernd Müller, Werner Artinger, Petra Lang, Udo Beil, Sebastian Heinz, Jürgen Barthel, Martin Heinrich, Michael Mösinger (ao microfone) e Jörg Hausmann

O público presente, em especial os participantes do evento, estava ouvindo atentamente a mensagem do pessoal do Orgateam:

Vista parcial do público que acompanhou a mensagem de boas-vindas do Orgateam no início oficial do evento

O gramado ficou cheio de carros num lindo espetáculo de preservação de Karmann Ghias e de VW SP2, e vamos ver algumas fotos desta parte do evento que foi a exposição de carros:

Uma foto, feita com um drone, da área do evento mostrando a simetria dos carros estacionados e a pujança do evento

Algumas fotos da área do estacionamento dos carros:

No sábado à tarde, foi dada a partida para um passeio em comboio de mais de 55 quilômetros, que percorreu uma região muito bonita de Würzburg, nas cercanias do rio Meno que corta a cidade. O passeio acompanhou um trecho das margens deste rio, bem como passou por belas aldeias de cultivo de uva e produção de vinho na área de Würzburg.

Este foi o percurso do passeio em comboio, o sentido que foi percorrido está indicado no mapa. Da localidade de Randersacker até Dettenbach (flechas) o percurso seguiu às lindas margens do rio Meno, um panorama inesquecível. Perto da indicação START/ZIEL (começo e término) na cor verde e indicado com as letras LGS é a área do Parque Estadual onde o evento se realizou.

Os quatro carros da VW Classic que estavam aptos a rodar também participaram do comboio. Dois protótipos puderam ser conduzidos por membros do Karmannfreunde Bayern e.V.! O passeio transcorreu sem problemas graças à boa preparação e à sinalização do percurso previamente executada por sócios do clube.

Aqui o flagrante do felizardo Michael Mösinger, e esposa Melanie, a bordo do raríssimo protótipo Karmann Ghia tipo 34 TL hatchback na saída para o passeio em comboio

O pessoal do Orgateam fez um road book para este passeio usando a técnica usada em ralis, que certamente evitou que carros desgarrados do comboio se perdessem, um trabalho muito interessante.

Roteiro do passeio na técnica de road book de ralis

Uma coletânea de clipes dos carros saindo para o passeio:

Algumas fotos do passeio:

O próximo item do programa, que foi realizado depois de um dia ensolarado bem-sucedido, foi um magnífico passeio de barco realizado na noite de sexta-feira, que foi a noite principal do evento. Para tanto foi alugado o navio-restaurante “Alte Liebe” (Velho Amor). E como o sol se põe mais tarde no verão europeu, a noitada no barco foi até tarde aproveitando um fim de dia muito agradável.

Este é o “Alte Liebe”, navio fluvial que foi alugado para o passeio-banquete do evento, ainda tranquilo aguardando os seus alegres passageiros

Aproximadamente duzentos e sessenta convidados estavam a bordo e todos foram novamente cumprimentados pelo Orgateam a bordo daquele lindo navio fluvial. Um grande e delicioso bufê foi servido para todos os participantes, que puderam terminar a noite juntos, tendo um bom tempo para conversar uns com os outros.

O passeio de barco foi certamente um dos pontos altos de todo o evento e os participantes certamente vão se lembrar desta ocasião por muito tempo. Os organizadores ficaram particularmente contentes que os colegas da VW Classic e o político que foi o patrono do evento também participaram do breve cruzeiro.

 

Domingo, 8 de julho de 2018

No domingo de manhã, o gramado foi rapidamente ocupado novamente. Os participantes estavam preparados para um domingo relaxante, que depois também poderia ser usado para visitar a Mostra Nacional de Jardinagem 2018, cujo acesso estava franqueado para os participantes do evento. O sol estava brilhando novamente e a temperatura rapidamente alcançou cerca de 28 ºC.

Logo os participantes foram chamados para próximo do pequeno palco para a entrega dos troféus. No total foram entregues 25 troféus. Também houve um prêmio para o carro que o público escolheu, por votação, como sendo de sua preferência.

Os lindos troféus confeccionados à mão

Foram concedidos os seguintes troféus:

– Carro mais bonito (concedido pelo público)
– Participante mais azarado com pane no veículo
– Tipo 14 conversível mais antigo
– Tipo 14 cupê mais antigo
– Tipo 34 cupê mais antigo
– Tipo 34 conversível
– VW SP2 mais antigo
– TC mais bonito
– VW Classic de Wolfsburg como agradecimento
– VW Classic de Osnabrück como agradecimento
– Um troféu foi para Beat Bähler por todo o excelente trabalho que realizou para os VW SP2 na Europa.
– E três troféus foram para os carros mais legais de acordo com os organizadores: para um tipo 14 conversível, para um tipo 14 Cupê e para um tipo 34

Todos se reuniram novamente perto do palco para a entrega dos prêmios:

O pessoal do Orgateam de posse da lista dos premiados começou a entrega dos troféus. Detalhe para as duas mesinhas com os troféus, uma em cada lado do palco

O público prestigiou a entrega destes lindos troféus:

O pessoal conferindo a última atividade do programa do evento que foi a entrega dos troféus; depois disto ocorreu o encerramento do evento

Os contemplados com o lindo troféu também posaram para uma foto em grupo:

Premiados com seus troféus (Foto Manfred Braun)

Depois de uma emocionada despedida, foi anunciado o final oficial do evento. Aí sim, muitos participantes aproveitam a oportunidade e foram visitar as atrações da visita à Mostra Nacional de Jardinagem que tinha muito a oferecer.

Aproximadamente 260 participantes felizes e 124 veículos em pleno funcionamento, um final de semana perfeito, repleto de atividades, um clima excelente e, portanto, uma reunião bem-sucedida para a Orgateam e para o clube.

Após os dias maravilhosos, foi confirmado que tanto os Karmann Ghias quanto os VW SP2s se complementam muito bem, participando juntos de um mesmo evento.

Para os participantes ficou valendo a seguinte constatação: não importa qual seja o país ou o idioma, todos falam a linguagem “arrefecida a ar” e se reuniram como amigos, e assim se separaram até a próxima reunião.

 


Nada como o testemunho de um participante para se ter uma visão mais “íntima” do evento. Neste caso pedi ao meu amigo Achim Brasil, que participou do evento com um de seus SP2, que me enviasse o seu testemunho de participante.

O Achim é uma das figuras importantes na minha ida a Bad Camberg em 1995 para comemorar os 20 Anos do Dia Mundial do Fusca, como esclarecido em uma matéria anterior. No Segundo Encontro de Barra Bonita, SP, em 31 de março de 2013, ele comprou o seu VW SP2 violeta Pop, com o qual participou na categoria de “construção especial” do evento de Bad Camberg em junho de 2015. Estávamos juntos naquele evento quando veio a triste notícia da morte do Marcio Piancastelli, que foi o designer do VW SP2. Naquele momento o Achim decidiu parar aquele carro, pois a tampa do seu porta-luvas tinha sido autografada pelo Piancastelli e para ele isto era o suficiente para transformar o carro num memorial para o grande designer. Mas ele não conseguiu ficar sem um VW SP2 para curtir em sua coleção, dai ele acabou comprando outro, desta vez bege Alabastro, que veremos nas fotos de seu interessante depoimento:

Olá, Alexander, aí vai a minha contribuição como participante:

No dia 6 de julho de 2018 seguimos para Würzburg para participar do grande encontro de Karmann Ghas organizado pela “Karmannfreunde Bayern” que se realizaria a partir do dia seguinte. O VW SP2 pôde fazer a viagem confortavelmente em um trailer, pronto para causar uma boa impressão no dia seguinte.

Ajustando o VW SP2 para a viagem para Würzburg (Foto: Achim Brasil)

À tardinha, cada vez mais e mais Karmann tipo 14 e 34, e até mesmo um Karmann TC da Inglaterra, começaram a encher o estacionamento subterrâneo do hotel.

Na manhã seguinte, fomos ao local do evento.

Para os VW SP2, foi reservada a primeira carreira de carros, então ficamos ao lado do VW SP2 do VW Classic. Com 15 VW SP2, este foi o maior encontro do VW SP2 fora do Brasil!

Particularmente notável foi que os organizadores conseguiram cativar a VW Classic para o evento. Foram apresentados cinco tesouros da frota da VW Classic.

Um total de 125 Karmann Ghias reuniram-se em todas as cores e todos os modelos. Uma bela figura.

Após a exposição dos veículos no gramado da Mostra Nacional de Jardinagem, houve um lindo passeio pelos arredores de Würzburg que valiam a pena serem vistos. Uma sociável viagem de barco com conversas interessantes sobre nossos carros e boa comida arredondaram o dia maravilhoso.

Flagrados a bordo do navio, da esquerda para a direita, representantes do Orgateam e o patrono: Jürgen Barthel, Martin Heinrich, Werner Artinger, de terno o patrono do evento, Ministro de Estado do Interior e da Integração, Joachim Herrmann e Jörg Hausmann (Foto: Achim Brasil)

É sempre incrível observar como muitos entusiastas do Karmann Ghia não temem mesmo as distâncias mais longas. Até participantes da Dinamarca, Inglaterra, Holanda, Bélgica, Áustria e Suíça vieram para este evento. Espero não ter esquecido ninguém. Muitos contatos dos fóruns acabaram recebendo um rosto.

No domingo de manhã ocorreu a reunião final nas instalações da Mostra Nacional de Jardinagem.

E já estávamos a caminho de casa. Desta vez, o VW SP2 “foi autorizado” a ir rodando para casa.

Em resumo: foi muito legal. E fica aqui um grande elogio e obrigado ao “Karmannfreunde Bayern” que fez um excelente trabalho. A organização foi perfeita.

Finalmente o VW SP2 voltou para casa:

De volta ao lar (Foto: Achim Brasil)

 

Foi feito um folheto (aqui na versão em inglês) com o programa do evento do Karmannfreunde Bayern e.V. que também descreveu as raridades que vieram da VW Classic, no caso de Osnabrück, ou seja, que faziam parte do museu da Karmann e que agora passou para o acervo integrado da Volkswagen AG. O responsável pelo conteúdo do folheto foi Sacha Oliver Neumann, do setor de Comunicação de Produto da Marca Volkswagen – Veículos de Passageiros, e as fotos são do acervo da Volkswagen AG.

 

 

 

 

 

 

 

 

Karmann Ghias e VW SP2 num mesmo evento, e daí?

O motivo desta mistura na definição dos carros que participariam deste evento foi esclarecido na Parte 1 desta matéria, resumidamente. Deveu-se ao fato de membros do Karmannfreunde e.V. também possuírem VW SP2 e que se esperava que esta mistura desse certo, como efetivamente deu, resultando no maior encontro de VW SP2 jamais realizado na Europa.

Emblema Karmann

Mas o que pode passar na cabeça de quem não é um especialista no assunto, digamos um “leigo”, ao ver esta mistura, mais ainda ao ver um VW SP2 cedido pela coleção da VW Classic para este evento, ou seja, um veículo do acervo oficial da Volkswagen AG, com um emblema Karmann em seu para-lama dianteiro esquerdo?

O exemplar que o Volkswagen Classic cedeu para o evento

Este emblema, que é o logotipo da Karmann, aparece em todos os Karman Ghias tipo 14 alemães. Evidentemente ocorre a indução ao entendimento dos “leigos” de que o VW SP2 seria um “carro da Karmann”.

Lateral típica de um Karmann Ghia tipo 14 alemão

A maioria destes “leigos” não sabe que a Karmann Ghia do Brasil foi apenas fornecedora da armação da carroceria a partir de componentes estampados pela Volkswagen do Brasil — que era pintada na VW — e de todo o pacote interno e da montagem final, para o carro que foi idealizado, projetado e fornecido pela Volkswagen do Brasil.

Foram envolvidos o Design, sob a liderança de Márcio Piancastelli, e a engenharia da Fábrica 1 (Anchieta) na definição do chassi, que foi o da Variant de primeira geração, e do conjunto motriz, que significou desenvolver o motor de 1.679 cm³ e 65 cv (Variant, 1.584 cm³, 54 cv), incluindo circuito de lubrificação diferente, e um par de pinhão e coroa mais longo, 3,875:1 (31:8 dentes), ante 4,215:1 (33:8 dentes) da Variant.

Diferentemente dos Karmann Ghia tipo 143 e Karmann Ghia TC tipo 145 brasileiros, a fabricante do VW SP2 é a Volkswagen do Brasil, sendo que a Karmann Ghia do Brasil não passou de um subfornecedor de serviços, em especial de mão de obra especializada em armação de carrocerias usando solda de estanho e que exigiam um demorado ajuste artesanal.

E é possível que aqui no Brasil também possa existir a necessidade de esclarecer esta situação para algumas pessoas que ainda desconhecem estes detalhes.

Acontece que, quando a Volkswagen do Brasil doou um SP2 para o VW AutoMuseum, no começo de 1985, assunto tratado numa coluna do Ronaldo Berg, alguém de lá, não se sabe por quê, julgou tratar-se de um produto Karmann Ghia. Para tanto, tratou de aplicar um emblema Karmann Ghia no para-lama dianteiro esquerdo e nas soleiras das portas. Ao que tudo indica, isto ocorreu na temporada que este carro passou em Osnabrück, na antiga coleção da Karmann. E foi dessa singela forma que a paternidade do SP2 foi mudada na Alemanha, de maneira errônea, de VW do Brasil para Karmann Ghia do Brasil, fato que desde então gera uma confusão histórica desnecessária e que persiste até os dias de hoje.

Foto de divulgação do VW SP2 pertencente ao VW Classic com o logotipo Karmann no para lama-dianteiro esquerdo

Esta situação é desconfortável para todos que prezam pela história verdadeira do VW SP2, tanto os colecionadores deste carro na Alemanha com quem eu falei, quanto no Brasil, e há uma intenção destes grupos de ver este, digamos, engano, corrigido e a paternidade do VW SP2 ser devolvida a quem de direito, a saber a Volkswagen do Brasil, com a retirada do logotipo KG  e da plaqueta de fabricação daquele VW SP2. Bem como uma informação clara a ser publicada, pelo VW Classic, da história como ela realmente foi.

Mas olhando para o Brasil, o importante é que se mantenha a história real de conhecimento de todos e evitar que estes ruídos históricos se estabeleçam por aqui. Espero que este esclarecimento contribua para isto.

 


 

Esta Parte 2 acabou ficando um pouco longa, mas tinha muito assunto para ser relatado que merecia um tratamento completo e especial. Ficam os agradecimentos a todos que contribuíram com este trabalho.

O pessoal do Karmannfreunde Bayern e.V. gentilmente liberou um link para um lote completo de fotos do evento, que foram feitas por membros do clube e participantes do evento e compiladas pelo Michael Mörsinger. Parte destas fotos foram usadas na matéria.

 

AG

Reitero aqui o meu agradecimento ao amigo Manfred Bauer, de Nuremberg, que comentou sobre este evento, daí eu parti para a pesquisa e, novamente com a ajuda do Manfred, fiz contato com o Michael Mösinger do Orgateam do Karmannfreunde Bayern e.V. O trabalho se desenrolou através de mensagens e de um longo telefonema com o Michael. Eu tenho experiência em preparar grandes eventos, como os encontros de Interlagos em meu tempo de presidente do Fusca Clube do Brasil, e posso dizer que a organização que o pessoal do Karmannfreunde Bayern e.V. é um exemplo e uma inspiração para todos que organizam eventos de carros antigos.
A autoria das fotos ou está indicada nas legendas ou as fotos fazem parte da documentação recebida do Michael e são de autoria dele e de sócios do clube que enviaram suas fotos para compor a documentação do evento – este material foi liberado para uso nesta matéria.
NOTA: Nossos leitores são convidados a dar o seu parecer, fazer suas perguntas, sugerir material e, eventualmente, correções, etc. que poderão ser incluídos em eventual revisão deste trabalho.
Em alguns casos material pesquisado na internet, portanto via de regra de domínio público, é utilizado neste trabalho com fins históricos/didáticos em conformidade com o espírito de preservação histórica que norteia este trabalho. No entanto, caso alguém se apresente como proprietário do material, independentemente de ter sido citado nos créditos ou não, e, mesmo tendo colocado à disposição num meio público, queira que créditos específicos sejam dados ou até mesmo que tal material seja retirado, solicitamos entrar em contato pelo e-mail alexander.gromow@autoentusiastas.com.br para que sejam tomadas as providências cabíveis. Não há nenhum intuito de infringir direitos ou auferir quaisquer lucros com este trabalho que não seja a função de registro histórico e sua divulgação aos interessados.
A coluna “Falando de Fusca & Afins” é de total responsabilidade do seu autor e não reflete necessariamente a opinião do AUTOentusiastas.

 

(2.786 visualizações, 1 hoje)