Como já mencionei nesta seção em outras oportunidades, fui apresentado ao AE em 2008 pelo meu então professor do Curso de Pós-Graduação em Automobilística da FEI e, na época, colaborador do AE, Waldemar Colucci.

De cara, percebi a qualidade e nível das reportagens e discussões, fui cada vez acompanhando mais e mais até que hoje, na era do smartphone, dou uma passada quase que diariamente.

Aqui reencontrei amigos de longa data como o também leitor Marcelo Schwan, fiz grandes amizades com editores como o Daniel Araújo, aqui também tomei conhecimento do Rali de Regularidade do Jan Balder, participando da etapa de dezembro de 2017, e graças seções como a “História do Leitor” e “Carro do Leitor”, tomei coragem de fazer algo que há muito tempo eu tinha vontade: escrever sobre automóveis.

Com meu Voyage no Rali de Regularidade de dezembro de 2017 (Foto: Original Motors)

Comecei a escrever puramente por hobby e, modéstia à parte, a maioria dos meus textos tiveram boa repercussão, grande visualização e muitos comentários.

Não bastasse isso tudo, num aniversário do AE comemorado no Box 54 lá estava eu apreciando um belo Ferrari F355 com o nosso tão apreciado câmbio puramente manual, quando de repente, uma espécie de ídolo da minha infância e adolescência estava ao meu lado.

Mui respeitosamente e com certo receio, me apresentei e nos pusemos a papear quando, menos penso, esse cara me disse:

— Você escreve muito bem, continue assim!

Fiquei lisonjeado, receber um elogio destes de quem veio não é todo dia que acontece!

Esse fato me deu confiança e hoje tenho um grande prazer não só em escrever minhas anedotas, mas também vir aqui no AE e participar efetivamente nos comentários, tudo feito com o maior prazer.

Ah, já ia me esquecendo: o cara que me elogiou era um tal de Bob Sharp!

Um abraço!

Luciano Gonzalez
São Paulo – SP

(955 visualizações, 1 hoje)