O Cronos, sedã compacto da Fiat, prima pela maciez de suspensão. Eu já o havia notado  ao testar o Cronos 1,3 Drive em abril. Quem já dirigiu seu “irmão” Argo, o hatch, e gostou da suavidade com que roda, há de notar que o sedã é ainda mais macio. E está certo. Afinal, o que se espera é que o sedã familiar tenha um rodar mais macio do que sua versão hatch, e a Fiat soube definir com precisão esses acertos, tanto o do Argo quanto o do Cronos.

O Cronos também passa sensação de robustez, de ter monobloco rígido, e sua suspensão denota ser resistente e de funcionamento silencioso, características importantes para um veículo que haverá de rodar num país de vias deterioradas em sua maior parte.

O carro testado veio com o Kit Style, que inclui belas rodas de liga de alumínio de 17” e pneus 205/45R17 (Pirelli Cinturato P7). A meu ver, essa medida de pneus só é necessária para quem deseja um comportamento mais esportivo, mesmo sabendo que além dele custar R$ 3.590 (inclui bancos de couro) terá menor suavidade no rodar, maior infiltração sonora de pneus e maior risco de danos em rodas e pneus. Porém, apesar disso, este Cronos roda macio e silencioso. Mas, repito, gostei dele ainda mais quando com os 185/60R15 (do 1,3 Drive), apesar da largura menor. Acho que combinam melhor com o que o carro se propõe a ser, por isso acredito que a medida básica 195/55R16 seja a ideal.

A título de comentário, viajei à noite para o litoral norte pegando trechos com chuva torrencial, outros com densa neblina e, obviamente, asfalto ruim, e o carro se mostrou muito seguro, muito confiável, nada de aquaplanar, bons faróis, bons limpadores, boa ventilação interna, enfim, bom tudo. Mas na neblina pensei na utilidade da luz traseira de neblina, que deveria ter.

Já a volta foi de dia, com o carro quase vazio e estrada idem, e aí deu para explorar direito esse belo conjunto motriz formado pelo motor 1,8 E.torQ Evo VIS acoplado a um câmbio manual de cinco marchas adequadamente escalonadas. São 135/139 cv a 5.750 rpm  e 18,8/19,3 m·kgf a 3.750 rpm, o que, segundo a Fiat, permite que, com álcool (combustível utilizado) acelere de 0 a 100 km/h em 9,2 segundos e atinja 198 km/h (praticamente 200 km/h); com gasolina, 9,6 segundos e 196 km/h.

O alcance das marchas, a 6.000 rpm, é 1ª 44 km/h, 2ª 77, 3ª 119, e 4ª 167 km/h. A velocidade máxima é em 5ª, motor a 5.200 rpm, 550 rpm abaixo do pico de potência.

Gráfico dente de serra do Cronos Precision manual

Se anda bem? Opa, se anda bem! Só o curso do acelerador é que é longo demais em relação ao, por exemplo, descontinuado Linea, que usava o mesmo motor. Creio que a alteração tenha sido para propiciar menor consumo de combustível, já que anulará os impulsos de pés direito nervosos. Porém a potência está lá e é só buscá-la mais no fundo do curso, e aí sim, esse motor mostra o tempero italiano que tem, de boa pegada e ronco tendendo ao visceral. O ronco, idem, foi amansado em comparação ao Linea. Está mais silencioso e parece ser mais suave, o que é bom para a rotina transitada no dia a dia, porém quando o mundo permite e se abre adiante, a acelerada vem a gosto e esse motor ronca em alta com consistente entusiasmo.

O curso da alavanca de câmbio é relativamente longo e pouco “esportivo”, porém é leve e precisa. Os pedais estão bem posicionados e o punta-tacco sai sem pensar. O pedal de freio é suave e bom de dosar, e o de embreagem bem leve. O volante conta com regulagem de altura e distância e o banco do motorista, de altura. O banco é confortável e a posição de dirigir, boa.

Dois adultos vão muito bem no banco traseiro

O banco de trás é bem espaçoso e confortável para dois adultos. No meio do assento há um degrau, assim como no meio do encosto, o que torna a acomodação de um adulto ali algo desagradável. O assento e o encosto rebatem 60:40, o que aumenta ainda mais o grande porta-malas de 525 litros. O tanque é apenas razoável, 48 litros,  porém compensado vista do consumo relativamente baixo. Com gasolina, por exemplo, roda-se mais de 650 quilômetros.

O consumo oficial Inmetro/PBVE é 11,6/8,8 km/l na cidade e 13,8/9,6 km/l, na estrada. Comigo as marcas foram ligeiramente melhores, tanto na cidade quanto na estrada, só com álcool.

Estepe praticamente funcional em velocidade, mas requer alguma atenção por ser 185/60R15, mais estreito que os quatro, especialmente quando com os pneus opcionais 205/45R17

Esse motor 1,8 E.torQ Evo VIS evoluiu, vem sendo atualizado. Tem um só comando, com variador de fase, e 4 válvulas por cilindro, e tem o sistema de coletor de admissão variável VIS (Variable Intake System), que visa oferecer mais potência em baixas rotações. Até 4.000 rpm o ar que vai para os cilindros passa por um caminho mais longo, favorecendo o enchimento dos cilindros em baixas rotações. A partir daí uma aleta é acionada automaticamente, fazendo o ar percorrer um trajeto mais curto, otimizando o enchimento dos cilindros na faixa de giro mais alta e por conseguinte a potência máxima.

Prático e agradável. Bom para a cidade e bom para a estrada

O preço do Cronos Precision 1,8 manual começa em R$ 63.990 e este veio com todos os opcionais, que somados montam a R$ 9.930. Portanto, o Cronos testado tem preço público sugerido de R$ 73.920. Veja na lista de equipamento os itens de série e os que compõem os kits.

O Cronos Precision com câmbio manual mostrou ser uma boa opção para quem está pensando num sedã com bom motor 1,8-litro de aspiração atmosférica, rápido e confortável ao rodar, e com um enorme porta-malas.

AK

 

Vídeo

 

FICHA TÉCNICA FIAT CRONOS 1,8 PRECISION MANUAL
MOTOR
Designação E.torQ Evo VIS
Instalação 4 cilindros em linha, dianteiro, transversal, aspiração atmosférica,bloco de ferro fundido, cabeçote de alumínio, comando de válvulas no cabeçote, atuação indireta por alavancas-dedo com fulcrum hidráulico, corrente, variador de fase, coletor de admissão de dois comprimentos, flex
Diâmetro x curso (mm) 80,5 x 85,8
Cilindrada (cm³) 1.747
Taxa de compressão (:1) 12,5
Potência (cv/rpm, G/A) 135/139/5.750
Torque (m·kgf/rpm, G/A) 18,8/19,3/3750
Rotação de corte (rpm) 6.100
Formação de mistura Injeção no duto
Gerenciamento do motor Magneti Marelli
TRANSMISSÃO
Embreagem Monodisco a seco, comando hidráulico
Câmbio Transeixo manual, 5 marchas à frente mais ré, tração dianteira
Relações de transmissão (:1) 1ª 3,909; 2ª 2,238;  3ª 1,444; 4ª 1,029; 5ª  0,756; Ré 3,909
Relação do diferencial (:1) 3,933
FREIOS
Operação Hidráulico com servo-freio a vácuo, duplo circuito hidráulico em diagonal
Dianteiros (Ø mm) Disco ventilado/284
Traseiros (Ø mm) Tambor/203
Controle ABS (obrigatório) e distribuição eletrônica das forças de frenagem
SUSPENSÃO
Dianteira Independente, McPherson, braço triangular, mola helicoidal, amortecedor pressurizado e barra estabilizadora
Traseira Eixo de torção, mola helicoidal e amortecedor pressurizado
DIREÇÃO
Tipo Pinhão e cremalheira, eletroassistida indexada à velocidade
Diâmetro mínimo de curva (m) 10,5
RODAS E PNEUS
Rodas Liga de alumínio, 6J x 16 (opcional 6,5J x 17)
Pneus 195/55R16 (opcional. 205/45R17)
Marca e tipo no carro testado Pirelli P7
Estepe Temporário, velocidade até 120 km/h
PESOS (kg)
Em ordem de marcha 1.248
Carga útil 400
Peso rebocável (sem freio) 400
CONSTRUÇÃO
Tipo Monobloco em aço, sedã, 4 portas, 5 lugares, subchassi dianteiro
DIMENSÕES (mm)
Comprimento 4.364
Largura (sem espelhos) 1.726
Altura 1.516
Distância entre eixos 2.521
Bitola dianteira/traseira 1.465/1.498
Distância mín. do solo (vazio) 165
CAPACIDADES (L)
Porta-malas 525
Tanque de combustível 48
DESEMPENHO
Velocidade máxima (km/h, G/A) 196/198
Aceleração 0-100 km/h (s, G/A) 9,6/9,2
CONSUMO INMETRO/PBVE
Cidade (km/l, G/A) 11,6/8,8
Estrada (km/l, G/A) 13,8/9,6
CÁLCULOS DE CÂMBIO
v/1000 em 5ª (km/h) 38,21 (37,9, com pneu opcional)
Rotação em 5ª a 120 km/h (rpm) 3.140 (3.160 com pneu opcional
Rotação à veloc. máx. em 5ª (rpm) 5.200

 

EQUIPAMENTOS DE SÉRIE E OPCIONAIS FIAT CRONOS 1,8 PRECISION MANUAL
Acionamento elétrico dos vidros dianteiros traseiros
Ajuste de altura do banco do motorista
Ajuste do volante em altura
Alarme
Alças de teto (3)
Apoio de cabeça traseiro para todos os ocupantes
Ar-condicionado
Assistente de partida em aclives
Banco traseiro dividido 60:40 rebatível encosto e assento
Bolsas infláveis frontais (obrigatórias)
Chave com telecomando
Cintos de três pontos para todos os ocupantes
Computador de bordo
Controle automático de velocidade de cruzeiro
Controle eletrônico de estabilidade e de tração
Descansa-braço para o motorista
Direção eletroassistida
Engates Isofix para dois bancos infantis
Espelho interno fotocrônico
Faróis com luzes de posição em LED
Faróis de neblina
Luzes ambiente
Monitoramento da pressão dos pneus
Mostrador TFT 3,5″ alta resolução no painel
Para-brisa com faixa degradê
Porta-óculos
Rádio com conexões Bluetooth e USB
Repetidores de setas nos espelhos
Retrovisores elétricos com função de ré no direito
Rodas de alumínio de 16 polegadas com pneus 195/55R16
Segunda porta USB para os passageiros traseiros
Sensor de estacionamento
Sinalização de frenagem de emergência
Sistema multimídia Uconnect c/ tela tátil 7″
Start/stop
Travas elétricas
Volante com comandos de rádio e telefone
OPCIONAIS
Kit Style: Rodas de liga de alumínio de 17″ com pneus 205/45R17 e bancos de couro – R$ 3.590
Kit Tech: Ar-condicionado digital, quadro de instrumentos de 7″, bolsas infláveis laterais, acesso ao interior sem chave e botão de partida, espelhos externos com rebatimento elétrico, luz de acompanhamento ao deixar veículo, iluminação do solo ao entrar/sair do veículo, câmera de ré com linhas de trajetória, sensor de chuva, sensor crepuscular, retrovisor interno eletrocrômico e maçanetas de porta cromadas – R$ 3.990
Câmera de ré com linhas de trajetória – R$ 650
Cores metálicas – R$ 1.700 (prata Bari no carro testado)
(9.852 visualizações, 1 hoje)