O Dia Mundial do Fusca, que “é cria minha”, é comemorado no dia 22 de junho de cada ano, ou o mais próximo possível desta data, e sua história completa foi contada na matéria Uma ideia brasileira conquista o mundo . Às vezes este prazo é um pouco ampliado, como no caso da comemoração que será feita no dia 22 de julho de 2018 na cidade de Ribeirão Preto, SP, onde irei dar uma palestra na Câmara Municipal exatamente sobre as origens desta data comemorativa; também vou reapresentar a palestra que dei em Bad Camberg em 2015 na comemoração dos 20 anos desta data.

Diversas são as maneiras de fazer a comemoração do Dia Mundial do Fusca. As mais tradicionais são eventos, como passeios coletivos, ou de maneira individual no estilo “Drive Your VW to Work Day” (dia de ir com seu Fusca para o trabalho — pensando mais nos carros que não são de uso diário). Neste caso a condição é afixar um cartazinho alusivo à data nas janelas laterais traseiras do carro.

Megapasseio do Dia Mundial do Fusca em Queretaro, México organizada pelo KdF Volks Club Queretaro, que reuniu 13 clubes da região para atingir esta grande quantidade de carros

 

Comemoração individual, no estilo “Drive your VW to Work Day” na Malásia; na foto o Fusca de Kahir Nassan com sua família participando da comemoração do Dia Mundial do Fusca. Detalhe para o cartazinho alusivo ao evento colado nas janelas traseiras do Fusca (Foto: Kahir Nassan)

Mas, conforme minha a minha amiga da África do Sul, Heide-Marie Von der Au, reportou, o Anton Lubbe, colecionador de Volkswagens clássicos de lá, dono da Centurion Classic Cars, decidiu abrir as portas de um de seus galpões/museu para comemorar o Dia Mundial do Fusca e receber seus amigos, num dos treinos finais para a inauguração do seu museu.

 

Heide-Marie Von der Au

Fui apresentado à Heide-Marie pelo ex-funcionário da Volkswagen of South Africa, especialista em Volkswagen e sua história, o escritor John Lemon. Ela é uma excelente artista gráfica e já colaborou em dois de meus projetos fazendo o design final do Logotipo de despedida do Motor Boxer e o novo logotipo do Dia Mundial do Fusca. Sempre estamos em contato através das redes sociais.

Ela colige as informações e edita a agenda Motorheads que é muito apreciada no meio automobilístico da África do Sul.

Logo da Despedida do Motor VW Boxer arrefecido a ar, motor que deixou de ser fabricado com a troca da motorização da Kombi para um motor arrefecido a água; foi usado nos “Roncaços do Motor VW Boxer”

A empresa da Heide-Marie é a Red M Design / Motorheads AS e a agenda deste ano está sendo um sucesso:

O anúncio da Agenda 2018 juntamente com a chamada para os interessados na agenda de 2019, um trabalho que tem que ser feito com antecedência

 

Eu entrei em contato com o Anton Lubbe e abaixo segue a reprodução de nosso bate-papo:

AG – Qual foi a sua motivação para estabelecer um museu dedicado em especial a veículos VW? É privado? Será aberto ao público?

Anton – Eu dirigi três Besouros quando jovem e já adulto eu comprei uma Kombi corujinha para os meus filhos. Eu achei que eu era mais afeiçoado ao veículo do que eles e foi isso que deflagrou o desejo de obter mais alguns exemplares. Sim, é uma coleção privada e aberta apenas ao público convidado ou em ocasiões especiais, como o foi no Dia Mundial do Fusca. Minha coleção consiste apenas em veículos da Volkswagen. No entanto, existem alguns dos meus amigos que guardam outros veículos nas minhas instalações.

Abaixo dois expoentes do colecionismo Volkswagen da África do Sul, ambos com sua história ligada à marca e ambos donos de museus VW:

À esquerda, Werner Alcker, sobre quem ainda vamos escrever, e a seu lado Anton Lubbe, dono do museu desta matéria (Foto: Heide-Marie Von Der Au)


AG
– Qual é a composição do acervo do museu?

Anton – Como eu disse a minha coleção é composta por Volkswagens, a saber:

FUSCAS

-1952 split window
-1957 oval
-1958 com bananinhas
-1960 com teto solar de lona
-1963
-1967
-“automático”
-Jeans
-Fun Bug”
-1600L
-Sport

KOMBIS

-1965 corujinha
-1958 corujinha cabine simples
-1976 cabina individual brasileira
-1963 transformada pela Westfalia para camping
-1957
-1963 cabine simples

TIPO 3

-Variant
-Três-volumes (notchback),
-TL (fastback)

KARMANN GHIAS

-3 exemplares

Panorama do museu do Anton Lubbe (Foto: Heide-Marie Von Der Au)

 

AG – Onde o museu está localizado? Eu gostaria de ter o endereço para localizar no Google Maps e mostrar sua localização para os leitores.

Anton – Os carros estão nas minhas duas garagens/museu, ou seja, uma no 193 Aletta Street, Raslouw, Centurion e outra na 4 Rudolf Street, Sunderlandridge, Centurion. Sendo que a localidade Centurion pertence à Província de Gauteng na África do Sul, situada entre as cidades de Pretória e Johannesburgo.

AG – Qual é o nome do museu, “Centurion Classics” está correto?

Anton – O museu nesta fase ainda não possui um nome oficial. Isto será divulgado quando da inauguração oficial prevista para setembro próximo.

AG – Alguma outra informação que você considere interessante?

Anton – A Centurion Classic Cars também está envolvida na restauração, peças de reposição, manutenção e armazenamento de veículos Volkswagen. Agradeço pelo seu interesse em nosso empreendimento. Nós só estamos operando há dois anos, mas acho que já conseguimos progredir bastante.

 

A foto de abertura da matéria mostra a entrada do museu do Anton. que é decorada com duas bombas de gasolina antigas, da Mobil e da Shell.

Em primeiro plano o Fusca da Heide-Marie Von de Au, com o adesivo da Motorheads na porta e ao fundo a entrada do Museu (Foto: Heide-Marie Von der Au)

Algumas fotos do interior do museu:

 

Vários Fuscamaníacos da região foram convidados e o pátio interno do museu ficou cheio de carros, foi um belo evento:

 


Agora podemos acrescentar mais um ponto no Mapa-Mundi que está registrando os locais onde o Dia Mundial do Fusca está sendo festejado, isto na medida em que eu vou recebendo (ou descobrindo) as informações correspondentes. Este Mapa-Mundi pode ser acessado na internet e abaixo dele está uma tabela com todas as inclusões e há um campo, no lado superior direito, onde se pode fazer uma procura.

Esta é a impressão atual do Mapa-Mundi do Dia Mundial do Fusca, com os exemplos conhecidos. Certamente, há muitos registros a ser completados (Fonte: Batchgeo)

Caso algum leitor ou leitora pertença a um clube que festeje o Dia Mundial do Fusca e que que ainda não esteja registrado no Mapa-Mundi, basta enviar os dados abaixo que eu faço a devida inscrição (e-mail: alexander.gromow@autoentusiastas.com.br):

Cidade:
Estado:
Ano no qual começou a festejar o Dia Mundial do Fusca:
Nome do clube:
Grupo: No caso World Day
Pessoa de contato/e-mail:

AG

Registro aqui o meu agradecimento à Heide Marie Von der Au pela informação sobre o evento, bem como pelas fotos. Também agradeço ao Anton Lubbe pela troca de ideias sobre o seu museu.
NOTA: Nossos leitores são convidados a dar o seu parecer, fazer suas perguntas, sugerir material e, eventualmente, correções, etc. que poderão ser incluídos em eventual revisão deste trabalho.
Em alguns casos material pesquisado na internet, portanto via de regra de domínio público, é utilizado neste trabalho com fins históricos/didáticos em conformidade com o espírito de preservação histórica que norteia este trabalho. No entanto, caso alguém se apresente como proprietário do material, independentemente de ter sido citado nos créditos ou não, e, mesmo tendo colocado à disposição num meio público, queira que créditos específicos sejam dados ou até mesmo que tal material seja retirado, solicitamos entrar em contato pelo e-mail alexander.gromow@autoentusiastas.com.br para que sejam tomadas as providências cabíveis. Não há nenhum intuito de infringir direitos ou auferir quaisquer lucros com este trabalho que não seja a função de registro histórico e sua divulgação aos interessados.
A coluna “Falando de Fusca & Afins” é de total responsabilidade do seu autor e não reflete necessariamente a opinião do AUTOentusiastas.
(2.711 visualizações, 1 hoje)