Um sedã à altura dos melhores motoristas.

Certa vez um fã disse ao humorista Bussunda, do programa “Casseta e Planeta”:
— Cara! Invejo o seu trabalho!
— Meu trabalho? Deixe de bobeira. Você deveria era invejar as minhas férias, isso sim é que é bom! – de pronto o Bussunda respondeu.

Há pouco mais de um mês testei o XC40, um ótimo suve da Volvo, e com certeza gostei, porém bastou dirigir por um quarteirão o sedã S60 para perceber que essa era uma máquina que me daria outro nível de prazer, muito mais completo. E assim voltamos à conversa do Bussunda: se o leitor autoentusiasta me invejou por eu ter passado uma semana com o XC40, deveria invejar muito mais por agora tê-lo feito com o S60.

Para alguns, o prazer de dirigir pesa bastante na hora da compra (fotos do autor)

Os suves que me desculpem. A cada dia estão melhores, porém os sedãs igualmente evoluem e continuam largamente superiores em questão de dirigibilidade. A maioria dos motoristas não se dá conta disso, por ser um tanto vaga sua conexão com o automóvel, e essa é uma das razões de se vender tanto suve.

Vale ressaltar que quando comparamos o prazer de dirigir um suve ao de um sedã, não é justo fazê-lo entre marcas e níveis diferentes.  Um suve Porsche Cayenne deve ser comparado a um sedã Porsche Panamera, um BMW X5 deve ser comparado a um BMW Série 5, um Chevrolet Tracker a um Chevrolet Cruze, e assim por diante. Quando assim se faz constata-se que os sedãs continuam proporcionando mais prazer ao autoentusiasta; isso para não falarmos dos esportivos, que nesse assunto estão outro degrau acima.

Um dos melhores conjuntos que já dirigi

Fazia já uns bons anos que não dirigia um Volvo, e quando peguei o XC40 me impressionou o quanto os carros da marca haviam evoluído, e evoluído em tudo. Então de imediato veio tremenda curiosidade por dirigir um sedã da marca, e a oportunidade veio com este sedã S60; e mesmo que o modelo tenha sido substituído dia 20 de junho último pelo modelo 2019, em lançamento mundial, vale a pena conhecer este 2018, já que o novo só chegará ao Brasil no ano que vem. E vale lembrar que custará bem mais.

Abro um parêntese para explicar que a marca surgiu em 1927 e pertencia à famosa fabricante de rolamentos suecos SKF. Em 1999 passou para as mãos da Ford Motor Company, com quem ficou dez anos, para então passar a ser uma empresa do grupo chinês Geely, justamente quando surgiu  este S60, portanto um projeto Ford e com o DNA de uma marca notória pelos carros bons de chão. A segunda geração do S60, que se despediu há dez dias, veio em 2010, e a perua V60, um ano depois.

O novo S60, recém-lançado, só chega ao Brasil no ano que vem, segundo a Volvo (Foto divulgação)

Esta versão em teste, a T4 Momentum, custa R$ 175.950, e a versão Kinetic, R$ 161.950, sendo que a Kinetic usa o mesmo trem de força e sua única diferença em termos de dinâmica é ter rodas de aro 17, o que acho mais recomendável para uso no Brasil, pois o perfil mais alto dos seus pneus suaviza o rodar e também estão menos sujeitas a danos. Já a Momentum usa aro 18, pneus 235/40R18W, mais recomendável para o piso da Suécia. Porém são superiores em termos de aderência e agilidade, e este veio com excelentes Michelin Pilot Sport 3 o que faz o carro parecer imantado ao chão.

Roda linda, mas pneu de perfil um tanto baixo para um sedã

Volvo é “carro de tiozão”? Esqueça isso. Já foi, mas não o é mais. Gostei tanto do “chão” desse carro, ou seja, do seu comportamento, do seu chassi e suspensão, que fiz questão de passar à noite na casa do Bob para que ele desse uma guiada. Rodamos uns 60 quilômetros, pegamos também estrada, e, interessante, ele só deu uma acelerada forte e isso lhe bastou. A maior parte do tempo sua atenção e deleite estavam concentrados no excelente chassi. Motor forte, hoje em dia, é “fácil” fazer. Já um excelente chassi sempre será uma arte, que, infelizmente, não é devidamente apreciada pela maioria.

Teto solar, estelar e lunar

E freios! Como freia bem! Usa discos ventilados na dianteira e sólidos na traseira. Tudo bem, mas isso também é fácil — pinças fortes mordendo grandes discos freia qualquer roda —; o difícil é dar bom comportamento ao carro diante da freada, e nisso este S60 é exemplar. Equilibrado, suave, estável, seguro. Pedal do freio suave, bom de dosar. A segurança em velocidade depende intrinsecamente de como o carro freia e desvia, e este S60 é realmente bom nisso.

Chassi e suspensão com acerto perfeito

A direção, cujo volante tem ampla regulagem de altura e distância, tem assistência elétrica variável. Peso correto, sempre.

O câmbio automático epicíclico é Aisin de 6 marchas. Trabalha à perfeição. Tem quatro modos de programação: Eco, Normal, Sport e Manual. Todos bem distintos e definidos. Após uma semana pegando cidade e estradas, concluí que, para o meu gosto, na a cidade o Eco é o ideal; uma porque é mais econômico em combustível e outra porque segue ainda mais suave. Em estradas de pista dupla, velocidade constante, também, com a vantagem de, nesse modo, e só nesse modo, ele passar à roda-livre, ou seja, em muitas situações, ao se tirar aceleração o câmbio entra em ponto-morto e a rotação cai à marcha-lenta, o que ajuda na economia de combustível. Vai no embalo, aproveita a inércia em vez de desperdiçá-la.

Câmbio automático de 6 marchas versátil e bem-programado; o teclado no console é físico, e não virtual

Já em estradas de pista simples, com necessidade de repentinas acelerações, o modo Normal se mostrou ideal, pois o câmbio fica mais, digamos, esperto. Já o modo Sport, que entra ao se deslocar a alavanca para a esquerda, vai bem numa subida de serra.  E o modo Manual entra quando em Sport aciona-se as borboletas ou dá-se um toque para trás (-) ou para frente (+) na alavanca. Para sair do Manual basta pressionar a borboleta direita por dois segundos, quando então ele volta para o Sport automático.

Em todas as posições citadas basta uma acelerada a fundo para que o câmbio baixe para a marcha que dará a maior aceleração possível. Estando em modo automático ele aceita os comandos das borboletas. Ao reduzir marchas vem aceleração interina ideal para suavizar a redução. Ótimo câmbio. A 120 km/h a rotação em 6ª marcha é 2.300 rpm.

Desculpe pela foto, mas hoje em dia é só isso que se vê ao abrir o capô

E a 2.300 rpm o turbo já está empurrando faz tempo, pois o platô do torque máximo de 30,5 m·kgf já começa a 1.300 rpm, e vai a 4.000 rpm. Os 190 cv de potência máxima do motor designado T4 Drive-E aparecem a 4.700 rpm, e seguem nitidamente noutro platô, tanto que o motor vai a 6.200 rpm para então subir marcha automaticamente, seja lá em que modo o câmbio estiver.

A injeção é direta. O carro é um belo foguete. Pesa 1.621 kg e acelera o 0 a 100 km/h em 7,2 segundos, segundo a Volvo, e atinge 230 km/h de máxima. Para evitar multas por excesso de velocidade é conveniente, apesar de enfadonho para mim, usar o controle automático de velocidade, pois o carro rola tão suave e silencioso, a cabine é tão bem isolada, o S60 é tão bem plantado no chão, que há pouca diferença entre estar a 120 ou 150 km/h.

Bancos dianteiros com ajustes elétricos

O motorista e o passageiro contam regulagem elétrica dos bancos e seus cintos de segurança têm ajuste da altura da ancoragem. Os de trás têm saídas de climatização localizadas nas colunas. O espaço atrás é ótimo para duas pessoas, já que a do meio irá contrariada.

Como é cada vez mais comum, o quadro de instrumentos é configurável:

O porta-malas é que é meio decepcionante, diante do tamanho do carro. São só 380 litros, mesmo tendo estepe de uso temporário. Já o tanque de combustível pega 67 litros e meio, o que em vista do consumo dá grande autonomia. O sistema stop-start é facilmente desligado através de uma tecla no painel. Já para desligar o controle de tração é aquela ladainha de entrar no computador de bordo, configurações, etapas e mais etapas que tomam um tempo que em certas situações é precioso.

Porta-malas um tanto tímido: 380 litros; os “pescoços de ganso” não podem atingir a bagagem; encosto do banco traseiro é dividido 40:60

Consumo. Só gasolina. Segundo o Inmetro, faz 10,5 km/l na cidade e 12.6 km/l na estrada. Meu consumo, pelo computador de bordo, bateu com o oficial, se bem que num trecho de 40 quilômetros na rodovia Ayrton Senna ele fez 14,8 km/l rodando a constantes 120 km/h indicados. Consome pouco e anda muito.

Banco de trás confortável e espaçoso para dois adultos. Com três, o do meio vai resmungando

Logo cedinho, parado num posto de combustível à beira da estrada e ajeitando a câmera para filmar o S60, um caminhoneiro recém-desperto desceu de seu caminhão. Veio com a cara amassada, pasta e escova de dentes na mão, e toalha dobrada no braço de munheca peluda e grossa.

Logotipo da Volvo é símbolo do macho em genética

— Tive um caminhão Volvo — disse ele — foi o melhor que tive. Se o caminhão é bom daquele jeito, imagino esse carro.
— E tem os suves Volvo, também… — eu ia dizendo, imaginando que caminhoneiro gostasse de suve.
— Não, não, não… — ele me cortou — Para passear com a família eu tenho um sedã. Caminhão é para trabalho. Gosto de dirigir.

E não foi por causa da sua munheca de gladiador romano que imediatamente concordei com ele…

Assista ao vídeo:

Nota: para quem deseja um sedã, mas não o pode ter por necessitar de maior compartimento de bagagens, é lembrar que há a bela e elegante perua V60…

AK

 

 

FICHA TÉCNICA DO VOLVO S60 T4 MOMENTUM
MOTOR
Desgnação T4 Drive-E
Arquitetura de motor 4 cilindros em linha, bloco e cabeçote de alumínio, duplo comando de válvulas, correia dentada, variador de fase na admissão, 4 válvulas por cilindro, injeção direta, turbocompressor com interresfriador, gasolina
Instalação Dianteiro, transversal
Diâmetro x curso (mm) 82 x 93,2
Cilindrada (cm³) 1.969
Taxa de compressão (:1) 11,3
Potência máxima (cv/rpm) 190/4.700
Torque máximo (m·kgf/rpm) 30,5/1.300-4.000
TRANSMISSÃO
Câmbio Transeixo automático epicíclico Aisin Warner TF-71SC de 6 marchas à frente e uma à ré
Relações das marchas (:1) 1ª 4,044; 2ª 2,371; 3ª 1,556; 4ª 1,159; 5ª 0,852; 6ª 0,672; ré 3,193
Relação de diferencial (:1) 3,365
FREIOS
De serviço Hidráulico, duplo circuito em diagonal, servoassistido
Dianteiro s(Ø mm) Disco ventilado/336
Traseiros (Ø mm) Disco/302
Controle ABS (obrigatório), EBD e assistente à frenagem
SUSPENSÃO
Dianteira Independente, McPherson, braço transversal, mola helicoidal, amortecedor pressurizado e barra estabilizadora
Traseira Independente, multibraço, mola helicoidal, amortecedor pressurizado e barra estabilizadora
DIREÇÃO
Tipo Pinhão e cremalheira, eletroassistida indexada à velocidade
Diâmetro mínimo de curva (m) 11,3
Relação de direção n.d.
RODAS E PNEUS
Rodas Liga de alumínio 7Jx18
Pneus 235/40R18W
PESO
Em ordem de marcha (kg) 1.621
CARROCERIA
Tipo Monobloco em aço, sedã 3-volumes, 4 portas, 5 lugares, subchassi dianteiro e traseiro
DIMENSÕES EXTERNAS (mm)
Comprimento 4.635
Largura sem/com espelhos 1.865/2.097
Altura 1.484
Distância entre eixos 2.776
Bitola dianteira/traseira 1.588/1.585
Distância mínima do solo 130
CAPACIDADES (L)
Porta-malas (VDA) 380
Tanque de combustível 67,5
DESEMPENHO
Velocidade máxima (km/h) 230
Aceleração 0-100 km (s) 7,2
CONSUMO DE COMBUSTÍVEL INMETRO/PBVE
Cidade (km/l) 10,5
Estrada (km/l) 12,6
CÁLCULOS DE CÂMBIO
V/1000 em 6ª (km/h) 52,2
Rotação a 120 km/h em 6ª 2.200
Rotação  à velocidade máxima. em 6ª (rpm) 4.400

 

EQUIPAMENTOS VOLVO S60 T4 MOMENTUM
ÁUDIO E NAVEGAÇÃO
Comando de voz
Controle do sistema de áudio no volante
Entrada de áudio auxiliar AUX , USB e IPOD
Mostrador central de 7″ com DVD player
Sensus Navigation – sistema de navegação GPS
Sistema de áudio de alta performance 4*45W, 8 alto-falantes e Bluetooth
BANCOS
Banco do motorista com regulagem elétrica e memória
Banco do passageiro com regulagem elétrica
Bancos com revestimento em couro
Bancos dianteiros com suporte lombar elétrico
CLIMATIZAÇÃO
Ar-condicionado digital bizona
Sistema de qualidade de ar multiativo
Teto solar elétrico
INSTRUMENTOS
Quadro de instrumentos digital 8″ personalizável com três temas
SEGURANÇA
Alarme
Assistente de frenagem de emergência
Aviso de cintos de segurança dianteiros desatados
Bolsas infláveis frontais para motorista e passageiro (obrigatórias)
Bolsas infláveis laterais para motorista e passageiro
Chave integrada com controle remoto de travamento
Cintos de segurança com pré-tensionadores
Cortinas laterais infláveis
Engates Isofix dois bancos infantis
Freios com ABS (obrigatório), distribuição eletrônica das forças de frenagem e auxílio às frenagens de emergência
Frenagem de emergência automática a até 50 km/h
Sistema de proteção contra impactos laterais
Sistema de proteção contra lesões na coluna cervical
Sistema inteligente de informação
SISTEMAS DE TRAVAMENTO E PREVENÇÃO
Chave integrada com controle remoto de travamento
Luzes de aproximação e afastamento
Sensor de monitoramento interior
Trava elétrica para crianças nas portas traseiras
Travamento elétrico central para as portas
Vidros elétricos um-toque descida/subida nas quatro portas
SISTEMAS DE SUPORTE E TECNOLOGIA
Assistente de partida em aclive e declive
Borboletas no volante para troca de marcha
Câmera traseira de estacionamento
Computador de bordo
Controle automático de velocidade de cruzeiro
Direção eletroassistida com três ajustes de esforço
Função desliga/liga motor nas paradas (start/stop)
Função ECO+
Sensor de chuva
Sensor de estacionamento dianteiro e traseiro
Sensus Connect – sistema de entretenimento e conectividade
Volante com regulagem de altura e distância
Volvo on Call
SISTEMAS DE ILUMINAÇÃO
Faróis com acendimento automático
Faróis de xenônio com controle direcional ativo
Lavador de faróis
Luzes sinalizadoras dianteiras em LED
INTERIOR
Apoio de braço dianteiro
Apoio de braço traseiro com porta-copos e porta-objetos
Espelho retrovisor interno eletrocrômico
Jogo de tapetes
Manopla da alavanca seletora de câmbio revestida em couro
Para-sóis com espelho e iluminação
Porta-copos no console dianteiro
Porta-objetos nas portas dianteiras
Porta-objetos no console central
Tomada 12 V no porta-malas
Volante revestido em couro e acabamento em alumínio
EXTERIOR
Espelhos retrovisores elétricos retráteis com desembaçador
Moldura dos vidros laterais com acabamento em alumínio
CHASSI
Controle avançado de estabilidade
Controle dinâmico de estabilidade e tração
Freio de estacionamento elétrico
RODAS
Rodas de alumínio Titania 18″ + 235/40 R18
Sistema de monitoramento de pressão dos pneus
Estepe temporário
(3.419 visualizações, 1 hoje)