O Porsche 365/1, também chamado de Nr. 1, foi o primeiro carro que Ferry Porsche, aliás Ferdinand Anton Ernst “Ferry” Porsche, filho de Ferdinand Porsche, criou; e foi exatamente no dia 8 de junho de 1948 que este carro recebeu o seu registro de circulação.

E no dia 8 de junho de 2018, hoje, setenta anos depois, uma réplica do modelo original foi apresentada no Museu da Porsche. Fazer a réplica foi o meio que a Porsche AG escolheu para comemorar esta data.

Foto tirada em 1948 Gmünd, Carinthia, Áustria. Da esquerda para a direita, o designer Erwin Komenda, Ferry Porsche, Ferdinand Porsche, ao lado do Porsche 356 Nº.1 – com 35 cv, 585 kg, 135 km/h (Foto Porsche AG)

A apresentação desta réplica também deu início à exposição especial “70 anos de carros esportivos Porsche” que ficará aberta no Museu da Porsche até o dia 6 de janeiro de 2019. Quem a visitar será recebido pelo original 356 Nr. 1 original, ao entrar na exposição.

Na entrada da Exposição “70 anos de carros esportivos Porsche” está o 356 Nr. 1 original (Foto Porsche AG)

Mas por que fazer uma réplica de um carro que existe? Pois bem, o original foi modificado várias vezes no decorrer dos anos e a ideia foi ter uma réplica do que foi efetivamente apresentado em 1948.

Para recriar o carro da mesma maneira como ele tinha sido construído inicialmente, quando sua forma tinha sido rebatida em alumínio sobre um molde de madeira, os historiadores da Porsche AG tiveram que escarafunchar os arquivos. Em 1948 o carro era conformado manualmente, até que o carro atingisse a sua apreciada forma, e os seus componentes de carroceria diferem levemente daqueles que foram efetivamente produzidos depois, tanto como cupês ou conversíveis.

A réplica em fase de montagem (Foto Porsche AG)

Aí começou a mágica da tecnologia moderna, o original do museu foi escaneado para que os designers e engenheiros pudessem ter uma ideia de sua forma atual, depois de tantas modificações. Aí os desenhos originais foram sobrepostos sobre as vias escaneadas; isto permitiu o levantamento exato de como o carro foi modificado nestes setenta anos desde a sua construção original. Disto resultou o plano para a construção da réplica.

Missão cumprida a réplica do 365 Nº.1 em sua versão realmente original (Foto Porsche AG)

Iniciando com um corpo de espuma, a réplica do carro foi esculpida formando um molde em escala 1:1 do modelo Nº. 1. A partir daí foi formada uma estrutura de malha e, mais uma vez, ferramentas manuais foram utilizadas para construir a nova carroceria. Um conjunto de instrumentos originais foi adquirido, e um eixo dianteiro de um Fusca serviu para fornecer os componentes de direção, que é como o carro original foi construído originalmente.

De maneira a copiar o esquema original de pintura os técnicos da Porsche AG tiveram que ir a fundo nas pesquisas. Foram garimpando entre as diferentes camadas de tinta que foram sendo aplicadas nestes anos todos até chegar na camada original, que acabou sendo encontrada na parte de baixo do painel do Nº. 1 original.

Como a ideia desta replica é fazer um modelo somente para ser exposto no museu, ela não recebeu um motor.

Mas o resultado é uma visão limpa do carro que o Ferry Porsche tinha idealizado juntamente com o grande designer Erwin Komenda setenta anos atrás e que deu início a uma paixão pelos veículos Porsche que dura até os nossos dias.

 

Mensagem da Porsche AG no Twitter comemorando os seus 70 anos de veículos esportivos

 

Assista ao vídeo:

AG

(673 visualizações, 1 hoje)