Depois de participar da apresentação do 5008 e dirigi-lo por algumas horas, ficou claro que ele mantinha todas as boas características do seu irmão menor 3008, já testado no AE.

O teste que fiz do 3008 em meados de 2017 surpreendeu por muita coisa, mas sua dirigibilidade de carro foi o melhor, sem dúvida. Nada que afaste seu comportamento de um bom tração-dianteira faz lembrar que se trata de um suve. Como se comportaria no uso normal o carro maior em 165 mm e mais pesado em cerca de 65 kg?

Foi fácil entender que não muda muito o comportamento, apesar de ser nítido o maior comprimento em manobras, mas uso urbano exige mesmo atenção pela largura, de 2.098 mm contando os espelhos. Claro que isso não é problema só desse carro. Há vários outros, mesmo sem ser suves, que tem largura avantajada. Quanto é isso? Lembram-se do Landau, do Galaxie? Tinha (tem, claro) 1.999 mm, na carroceria, e só tinha um espelho, pequeno, que aumentava essa largura em não mais de 10 cm. Dá para acreditar que o Landau era considerado muito largo, e hoje há muitos carros com a mesma largura que ele? Por exemplo, o Audi RS 7, os mesmos 1.911 mm.

O 5008 é diferente do irmão menor apenas da coluna B (aquela entre as portas dianteiras e as traseiras) para trás. Porta traseira maior, entre-eixos mais longo, teto, vidros laterais, tampa traseira, lanternas, vidro traseiro, assoalho do porta-malas, tudo é diferente, mantendo a bela harmonia de estilo interno e externo já conhecida do 3008, mas com diferenças práticas também.

Os bancos traseiros, da chamada segunda fila, são três, e são individuais. Todos reclinam e correm em trilhos, como os dianteiros, e isso para permitir que um sexto e sétimo passageiros ingressem no carro para se sentarem nos dois bancos menores que ficam dobrados e escamoteados na área de carga e podem ser facilmente colocados a trabalhar, bastando dobrar o piso do porta-malas e puxar uma alça.

Porém, esse espaço extra não é para adultos grandes. Nesse ponto, nada irá superar uma van ou furgão de passageiros de tamanho pequeno, médio ou grande, pela facilidade de uso do volume e os acessos normalmente feitos por portas corrediças desses carros. Um suve com dois bancos extras não substitui um furgão de passageiros (van) com o mesmo conforto. Isso é natural, conceitual.

No 5008, dá para entrar e sentar lá atrás, mas é preciso não ter problemas físicos para conseguir entrar e sair. E os bancos individuais da segunda fileira precisam estar um pouco à frente para os pés caberem. Mas há cintos de três pontos e apoio de braço, além de um porta-copos e tomada de energia para quem lá se acomoda.

O porta-malas é enorme, 780 litros na posição de uso de 5 bancos, e 1.940 litros se baixados os bancos da fileira do meio. Com os sete lugares em uso, o volume do porta-malas diminui muito, mas ainda há 237 litros, suficiente para duas malas estreitas, ou umas quatro ou cinco mochilas médias. Útil, mas não grande.

Os bancos podem ser removidos caso seja necessário levar mais 60 litros. É uma operação fácil, basta soltar uma trava com capa plástica amarela, bastante simples. Para colocar de novo no lugar, também é simples, veja no vídeo.

 

Para dirigir, nada diferente do 3008, com bom desempenho devido ao motor chamado de Prince, o já bastante conhecido THP 1,6-litro de 165 cv. Pouco mais de 100 cv por litro de cilindrada, coisa de carro de corrida até pouco tempo (tempo é relativo), possível pelo supercarregamento via turbocompressor.

As acelerações e retomadas são um pouco mais lentas que no 3008 devido ao maior peso, mas nada que seja mesmo fácil de notar apenas pelas sensações. O carro se desloca facilmente, sem letargia e sem empacar o fluxo de trânsito, muito pelo contrário. Tranquilamente ele sai de um bloco de carros mais lentos e chega no próximo, abrindo caminho. E sem acelerar muito, apenas aproveitando a potência muito bem distribuída para bom desempenho sem prejudicar o conforto com excessos de ruídos de motor.

Pisando fundo, reduz marchas rapidamente e pula para frente, rapidamente faltando espaço na via, e até assustando motoristas mais distraídos, que não tem uma programação mental para aceitar um carro grande que acelere rapidamente. Chega a ser divertido!

O câmbio automático japonês da marca Aisin também é o mesmo usado no 3008, com seis marchas muito bem escalonadas, e que podem ser trocadas pelas aletas fixadas na coluna de direção, bem visíveis e que não giram com o volante, algo não muito comum e que tem suas vantagens.

O Bob Sharp dirigiu por algumas horas e gostou do comportamento geral de carro, em nada lembrando um suve. Os movimentos de carroceria são controlados, suaves, e não há inclinações excessivas em nenhum momento. Em curvas de raio médio, feitas rapidamente, aderência perfeita dos pneus Continental Sport Contact 235/50R19, com índice de velocidade V (até 240 km/h),  que trabalham harmoniosamente com as suspensões clássicas de carros modernos de tração dianteira, McPherson à frente e eixo de torção atrás, com molas helicoidais, amortecedores pressurizados e barras estabilizadoras, tudo funcionando com maciez e sem ruídos.

Infelizmente peguei com as rodas do lado direito, pelo menos três buracos grandes durante os dias de avaliação na cidade de São Paulo. Um deles, cruzamento da avenida Vereador José Diniz com rua Vieira de Moraes, local de grande movimento no bairro do Campo Belo, me fez parar imediatamente à frente para verificar se havia danificado algo, tamanha a pancada. Buraco fundo, não muito grande em área, mas de borda em aresta viva, verdadeira agressão aos cidadãos, um horror de administração pública, mal-educada para com o trato da maior cidade do hemisfério sul.

Mas nada aconteceu com o 5008, mostrando que o carro tem a robustez necessária para uso urbano, o que indica uma qualidade muito evoluída. Ponto positivo.

Uma das diferenças desse 5008 em relação ao irmão menor é o estepe. Como os bancos da terceira fila utiliza o espaço no assoalho, o estepe foi deslocado para o lado externo deste, sendo preso por um cabo de aço. As ferramentas estão na parte de trás da área onde estão os dois banquinhos, com fácil acesso. Mas o macaco fica em uma caixa junto do estepe, e desce junto com este quando se precisa usar.

O consumo é muito bom para o porte do carro. Esse motor THP une ótimas características de desempenho e gasto de combustível, e o pior número foi de 4,8 km/l em congestionamento longo, melhorando para até 10,5 km/l em trânsito leve de cidade, mais de 12 km/l em vias expressas e sem paradas longas. Em estrada, 13,5 km/l são fáceis de se obter mesmo que existam muitas subidas onde se acelera mais, e autoestradas vêm fácil os 17,5 ou 18 km/l, sem andar acima dos 120 km/h — com carga total esses números não serão iguais, claro.

O sistema de auxílio ao motorista batizado de ADAS foi bem explicado na matéria do 3008 Pack, que pode ser vista aqui, e seria redundante repetir novamente as funções.

Um grande carro esse 5008. Estilo de virar cabeças e torcer pescoços, como aconteceu inúmeras vezes ao dirigi-lo ou deixá-lo estacionado. Desempenho ótimo e consumo contido. Mas o melhor mesmo é o conforto e prazer ao dirigir, mesmo sendo automático.

A versão testada, a Griffe Pack tem preço público sugerido de R$ 166.490. A Griffe, R$ 157.490.

JJ

A seguir, mais fotos, vídeo, ficha técnica e lista de equipamentos.

FICHA TÉCNICA PEUGEOT 5008
MOTOR
Tipo THP165, 5GZW, 1,6,  L-4, comando por corrente, 4 válvulas por cilindro, gasolina
Instalação Dianteiro, transversal
Material do bloco/cabeçote alumínio/alumínio
N° de cilindros/configuração 4 / em linha
Diâmetro x curso (mm) 77 x 85,5
Cilindrada (cm³) 1.598
Aspiração Turbocompressor com interresfriador
Taxa de compressão (:1) 10,5
Potência máxima (cv/rpm) 165/6.000
Torque máximo (m·kgf/rpm) 24,5/1.400 a 4.000
N° de comando de válvulas/localização 2 /cabeçote, variável na admissão
Formação de mistura Injeção direta
TRANSMISSÃO
Rodas motrizes Dianteiras
Câmbio Aisin EAT6, automático, 6 marchas à frente e uma à ré
Relações das marchas (:1) 1ª 4,04; 2ª 2,37; 3ª 1,56; 4ª 1,16; 5ª 0,85;  6ª 0,67
Relação de diferencial 3,683
FREIOS
De serviço ABS obrigatório, com EBD e auxílio à frenagem
Dianteiro (Ø  mm) Disco ventilado/300
Traseiro (Ø  mm) Disco/285
SUSPENSÃO
Dianteira McPherson, triângulo inferior, mola helicoidal, amortecedor pressurizado e barra estabilizadora
Traseira Eixo de torção, mola helicoidal e amortecedor pressurizado
DIREÇÃO
Tipo Pinhão e cremalheira eletroassistida indexada à velocidade
Voltas entre batentes 3,1
Diâmetro mínimo de curva (m) 10,7
RODAS E PNEUS
Rodas Liga leve 7,5J x 19
Pneus 235/50R19V
PESOS (kg)
Em ordem de marcha 1.632
Carga máxima 525
Peso bruto total 2.160
Peso rebocável sem freio/com freio  n.d.
CARROCERIA
Tipo Monobloco em aço, suve, 5 portas, 7 lugares
DIMENSÕES EXTERNAS (mm)
Comprimento 4.641
Largura sem/com espelhos 1.906 / 2.098
Altura 1.651
Distância entre eixos 2.840
Bitola dianteira/traseira 1.579 / 1.601
Altura do solo 226
AERODINÂMICA
Coeficiente de arrasto (Cx) 0,30
Área frontal calculada (m²) 2,478
Área frontal corrigida (Cx x A, m²) 0,76 (dado PSA Europa)
CAPACIDADES (L)
Porta-malas  237/780/1.940
Tanque de combustível  56
DESEMPENHO
Velocidade máxima  (km/h) 206
Aceleração 0-100 km/h (s) 8,9
Relação peso-potência (kg/cv)  9,9
CONSUMO DE COMBUSTÍVEL INMETRO/PBEV
Cidade (km/l)  9,5
Estrada (km/l)  12,1
CÁLCULOS DE CÂMBIO
v/1000 na última marcha (km/h) 53,3
Rotação do motor a 120 km/h em 6ª (rpm) 2.250
PREÇO  (R$) 166.490
GARANTIA
termo 3 anos

 

EQUIPAMENTOS PEUGEOT 5008 GRIFFE PACK
ESTÉTICA EXTERIOR
Acabamento cromado no teto
Acabamento preto no teto e espelhos
Faróis altos e baixos em LED
Faróis com luz diurna (DRL) com LED
Faróis de neblina
Faróis de curva acionado pelo volante
Lanternas com LEDs
Luz traseira de neblina
Repetidoras dos indicadores de direção nos espelhos
Rodas de alumínio de 19 pol, diamantadas
ESTÉTICA INTERIOR
Console de teto com luzes de leitura
Aviso de cintos atados com sensor de presença no banco (7)
Bancos com revestimento em couro (7)
Painel com acabamento espumado e tecido
Quadro de instrumentos em tela TFT configurável, 12,3 polegadas
Teto solar panorâmico com cortina semirrígida elétrica
Volante revestido de couro
SEGURANÇA
Acendimento automático do pisca-alerta nas freadas fortes
Alerta sonoro de cinto do motorista não atado
Alertas sonoro de portas malfechadas
Alerta sonoro de porta aberta estando o freio solto
Apoios de cabeça traseiros com regulagem de altura (5)
Cintos de segurança traseiros de três pontos (5)
Estrutura com deformação programada
Freios com distribuição eletrônica das forças de frenagem e assistente à frenagem
Limpador de para-brisas automático
Limpador e lavador do vidro traseiro
Trava de crianças nas portas traseiras
Engates Isofix para cadeira de criança (3)
Travamento automático. de portas e tampa traseiras ao andar
Controle de estabilidade e tração
TECNOLOGIA
Alarme perimétrico e volumétrico
Chave eletrônica com comandos de abertura de portas e partida do motor presencial
Sistema ADAS – Advanced Driver Assistance System (alerta para ponto cego com intervenção no volante, assistente de farol, controlador de velocidade e distância à frente, correção e alerta de permanência em faixa, detector de fadiga do motorista, leitor de placas de sinalização de velocidade, monitor frontal que detecta o risco de colisão com frenagem automática).
Iluminação ao se aproximar do veiculo
Iluminação temporizada ao se afastar do veiculo
Limpador traseiro indexado à marcha à ré
Sensor de estacionamento dianteiro e traseiro
Câmera de ré com visão real e virtual superior (planta)
MULTIMÍDIA
Central multimídia tátil 8-pol integrada ao painel
Comando no volante para rádio e Bluetooth
Conexão Bluetooth para telefone celular
Conexão streaming para rádio
Entradas USB e AUX
Rádio com MP3
Tomada 12 V na terceira fila de bancos
Carregador de telefone celular por indução
CONFORTO
Ajuste elétrico dos retrovisores externos, com regulagem do direito indexada à marcha ré.
Ar-condicionado automático digital bizona com três modos de operação
Banco do motorista com regulagem de distância, altura e lombar elétricos
Banco do passageiro com regulagem de altura
Bancos dianteiros com cinco modos de massagem no encosto
Bolsas infláveis laterais
Bolsas infláveis de cortina
Direção eletroassistida indexada à velocidade
Espelho nos para-sóis
Iluminação no porta-malas, porta-luvas e console
Porta-copos no console
Porta-garrafas nas portas dianteiras com suporte para garrafas de 1,5 litro
Porta-objetos sob descansa-braço refrigerado
Vidros elétricos nas portas dianteiras e traseiras
Volante de direção com regulagem de altura e distância

 

(2.190 visualizações, 1 hoje)