Do Los Angeles Times/Bloomberg

 

Um carro autônomo da Uber Technologies Inc. como o da foto atropelou e matou uma mulher no Arizona na noite de domingo, o que é provavelmente a primeira fatalidade de pedestres envolvendo um veículo sem motorista. Em resposta, a Uber rapidamente recolheu seus carros autônomos enquanto o acidente é investigado.

A mulher estava atravessando uma rua em Tempe quando o veículo de Uber, operando em modo autônomo, atingiu-a, de acordo com o Departamento de Polícia de Tempe. Ela foi levada para um hospital, onde morreu em consequência de seus ferimentos. “A Uber está ajudando e isso ainda é uma investigação ativa”, disse Liliana Duran, porta-voz da polícia de Tempe, em uma declaração por e-mail.

A Uber disse na segunda-feira que está fazendo uma pausa em testes de todos os seus veículos autônomos em San Francisco, Pittsburgh, Toronto e a maior área de Phoenix. “Nossos sentimentos vão para a família da vítima”, disse uma porta-voz da companhia em um comunicado. “Estamos cooperando plenamente com as autoridades locais na sua investigação sobre este incidente”.

À medida que os carros autônomos começaram a rodar programas-piloto em todo o mundo, a chance de uma morte de pedestre se tornou mais provável. Os especialistas há muito estão preocupados com o efeito que os acidentes fatais poderiam ter no setor.

“Estamos dentro da fase dos veículos autônomos onde ainda estamos aprendendo o quão bom eles são. Sempre que você divulga uma nova tecnologia, há um monte de situações imprevistas”, disse Arun Sundararajan, professor da escola de negócios da Universidade de Nova York. “Apesar do fato de que os humanos também são propensos a erros, temos como sociedade muitas décadas de compreensão desses erros”.

Os motoristas que dependem da tecnologia Autopilot da Tesla Inc. estiveram envolvidos em acidentes de carro fatais. A Uber teve incidentes menores no passado. Um carro autônomo Uber avançou um sinal vermelho em São Francisco quando a empresa operava na cidade sem aprovação regulamentar. O Departamento de Trânsito da Califórnia finalmente obrigou a Uber a tirar os carros da rua.

A Direção Nacional de Segurança do Transporte (NTSB) está iniciando uma investigação sobre a morte e enviando uma pequena equipe de investigadores para Tempe, disse o porta-voz do órgão Eric Weiss.

A NTSB abre relativamente poucas investigações de acidentes rodoviários a cada ano, mas acompanhou de perto os incidentes envolvendo veículos autônomos ou parcialmente autônomos. No ano passado, atribuiu culpa parcial ao sistema Autopilot da Tesla por um acidente fatal na Flórida em 2016.

AE/BS

(1.570 visualizações, 1 hoje)