Neste mês de fevereiro, a Polaris entregou 10 dos 40 quadriciclos previstos para o Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Sul (CBMRS). Num primeiro momento, eles serão usados para agilizar a prestação de socorro nas praias e, posteriormente, serão alocados também no combate a incêndio e em atividades de defesa civil, busca e salvamento.

“Essa é mais uma ação que marca o novo momento da corporação. Queremos o CBMRS alinhado com o que há de mais moderno e efetivo. Os quadriciclos representarão um diferencial na prestação de serviços”, assegurou o comandante-geral da instituição, coronel Cleber Valinodo Pereira em entrevista ao portal “O Sul”.

O ATV Sportsmam é moderno e durável, tem motor de 570 cm³, tração 4×4, é preparado para todo tipo de terreno e vai comprovar sua agilidade agora no atendimento a vítimas, onde segundos são determinantes para salvar uma vida. Com baixo peso, apoiado em quatro rodas, sua compactação de solo é pequena, menor até que a de um cavalo, sendo por isso, o veículo que menos danifica o meio ambiente. Ele auxiliará em ocorrências onde a dificuldade de acesso inviabiliza as intervenções dos bombeiros militares.

Além da sua agilidade ímpar, a alta capacidade de carga é outro atributo para esse serviço. Tanto nos bagageiros dianteiro e traseiro consegue levar equipamento necessário para atendimento, sendo uma base ambulatória móvel e rápida. Esses 10 primeiros veículos contam com uma série de itens indispensáveis para as atividades de busca e salvamento, como kits de oxigênio e materiais de atendimento pré-hospitalar.

Outros casos pelo mundo

A Polaris vem fazendo serviços como esse no mundo todo, como em Portugal, que foi recentemente castigado por incêndios. Os ATVs participaram das ações de combate ao fogo e salvamento com a equipe Florestal. Com um projeto especifico para esse serviço, ele é hoje uma ferramenta vital para o luta dura contra os incêndios florestais.

A marca desenvolveu dois depósitos de água, cada um com 80 litros, montado no bagageiro dianteiro e traseiro. Na parte dianteira ainda existe capacidade de carga para ferramentas e extintores.

Os tanques ainda contam com bombas de 5,5 cv e pressão de 50 bar para criar um grande jato de água contra o fogo, através de mangueiras enroladas em outro sistema.

JJ

(1.168 visualizações, 1 hoje)