Brasileiro participa de teste de calouros na F-E.

Pietro Fittipaldi está entre os 20 pilotos que serão avaliados em um treino extraoficial da F-E na segunda feira (13/1), logo após a segunda etapa da quarta temporada do campeonato mundial da categoria de carros elétricos. A lista inclui cerca de 20 pilotos que nunca disputaram uma prova da modalidade e nela figuram desde jovens como o brasileiro até nomes experimentados como o escocês Paul Di Resta e o espanhol Salvador Juncadella. A avaliação será no circuito Moulay El Hassan, o mesmo que já foi usado pelo WTCC (Campeonato Mundial de Carros de Turismo) e montado próximo ao aeroporto local e nas ruas de um novo bairro na zona sul de uma das cidades mais importantes do Marrocos.

O carro que Pietro Fittipaldi pilotará no teste de Marrakesh (Jaguar)

Curiosamente, Pietro Fittipaldi, neto de Emerson, vai testar pela mesma equipe de outro membro de uma dinastia também liderada por um campeão mundial da F-1. O convite para Pietro (campeão da temporada 2017 da V-8 World Series) veio da equipe Jaguar-Panasonic, que tem Nélson Piquet Jr como um dos seus pilotos oficiais. Paul Di Resta, que chegou a ser cotado para substituir Felipe Massa na equipe Williams, completa a agenda de trabalho. A equipe da F-1 é responsável pela operação Jaguar na F-E; a operação é comandada por Craig Wilson, ex-homem forte da Tom Walkinshaw Racing na categoria Super Cars australiana.

O circuito é montado nas ruas de uma nova urbanização na zona sul de Marrakesh (Formula E)

Entre os jovens pilotos convidados para o “rookie test” poucos se destacam tanto quando o sueco Joel Ericksson e o alemão Max Günther, respectivamente segundo e terceiro colocados no Campeonato Europeu de F-3, atrás do inglês Lando Norris, o grande nome da categoria em 2017. Ericksson vai andar pela equipe DS Virgin, junto com o experiente Antonio Giovinazzi, italiano que deveria estar na equipe Sauber de F-1 caso a equipe suíça não dependesse tanto dos investidores suecos que apoiam Marcus Ericsson. Günther foi convidado por Jay Penske, filho de Roger Penske. Andrea Caldarelli, que disputou a temporada japonesa de Super GT, será o outro piloto da equipe americana.

Joel Ericksson é o atual vice-campeão europeu de F-3 (DTM)

O nipônico Mitsuhori Takaboshi capitalizou o fato de ter usado um carro equipado com motor Nissan para vencer o Campeonato Japonês de F-3, ao ser convidado pela equipe e.dams-Renault. A outra vaga será ocupada pelo tailandês Alexander Albon, que competiu na F-2 sem maiores resultados. O espanhol Daniel Juncadella, que ficou sem trabalho depois que a Mercedes abandonou a DTM, e o belga Sam Dejonghe, serão avaliados pela equipe Mahindra, que na temporada atual tem se destacado com seus pilotos titulares, o finlandês Felix Rosenqvist e o alemão Nick Heidfeld.

A lista completa dos pilotos já confirmados para o teste de Marrakesh é a seguinte:

Andretti Formula E: Colton Herta (Estados Unidos) e Bruno Spengler (Canadá)
Audi Sport ABT: Nico Müller (Suíça) e Nyck de Vries (Holanda)
DS Virgin: Joel Ericksson (Suécia) e Antonio Giovinazzi (Itália)
Dragon: Max Günther (Alemanha) e Andrea Caldarelli (Itália)
Mahindra: Daniel Juncadella (Espanha) e Sam Dejonghe (Bélgica)
Nio Formula E: Harry Tincknell (Inglaterra) e Alexandre Imperatori (Suíça)
Panasonic Jaguar: Pietro Fittipaldi (Brasil) e Paul Di Resta (Escócia)
Renault e.dams: Mitsunori Takaboshi (Japão) e Alexander Albion (Tailândia)
Techeetah: James Rossiter (Inglaterra) e Frédéric Makowiecki (França)
Venturi: Michael Benyahia (Marrocos)

 

Punta x Anhembi

O circuito de Punta del Leste substitui São Paulo no calendário deste ano (Formula E)

Punta del Leste, o sofisticado balneário uruguaio, receberá novamente a F-E. A oportunidade veio com o cancelamento da etapa prevista para ocorrer no antigo circuito da F-Indy no Anhembi, em São Paulo. A competição será no dia 17 de março.

WG

(353 visualizações, 1 hoje)