Felipe Nasr e Lucas Di Grassi são possibilidades

A pouco mais de um mês da abertura da temporada, o grid da Stock Car brasileira ainda está incompleto. Notícia dada como certa e garantida por muitos, a presença de Felipe Nasr no Campeonato Brasileiro de Stock Car não foi confirmada pela assessoria da equipe Hero, que anunciará em breve sua ligação com o preparador Rosinei Campos, o Meinha, para a temporada de 2018, que inicia dia 10 de março, em Interlagos. Para o ex-futuro lugar de Nasr, que segue negociando uma vaga na categoria, a empresa de tecnologia busca um nome de peso e a lista inclui Lucas Di Grassi — considerado favorito —-, Augusto Farfus (que já defendeu a euipe na última etapa do ano passado), o argentino Esteban Guerrieri e o português Antonio Félix da Costa.  Nasr disputa neste fim de semana a 24 Horas de Daytona como um dos protagonistas,enquanto o próximo compromisso de Di Grassi é a terceira etapa do Mundial de F-E, dia 3, em Santiago do Chile.

Atual campeão da F-E, Lucas Di Grassi, pode se juntar à Stock Car brasileira (FE-FIA)

O desembarque de Nasr da equipe onde chegou a ser dado como titular pode ser explicado pela coincidência de duas datas entre seu programa na América do Norte, onde defende a equipe Action Express, a mesma de Christian Fittipaldi.

Nos fins de semana de 6 de maio e 19 de agosto há competições marcadas nos calendários da IMSA e da Stock Car brasileira. Na primeira, em Mid-Ohio e Virginia, e no Brasil, Londrina e em circuito a ser definido. Essas limitações vão contra objetivo da empresa de tecnologia que almeja disputar o título da categoria em sua segunda temporada, daí a associação com Rosinei Campos, um dos preparadores mais bem sucedidos da categoria.

Programa intenso com a BMW impede Farfus Jr. de disputar a temporada brasileira (Farfus.Com)

Essa mesma coincidência de datas pode impedir a contratação de Augusto Farfus Jr, que terá uma temporada bastante movimentada: a BMW o confirmou no programa do novo GT M8 GTE tanto na Europa quanto nos Estados Unidos, e na DTM.

Segunda equipe de Rosinei Campos deve ter as cores da Hero (Divulgação)

O calendário da F-E não apresenta essa coincidência de datas, situação que contribui para a contratação de Lucas Di Grassi. De qualquer maneira, a presença de Nasr na Stock brasileira pode ainda ocorrer se o piloto conseguir acertar um acordo com a Eurofarma para conduzir o segundo carro da operação montada com a Full Time, onde Ricardo Maurício será o primeiro piloto. A outra frente de ataque da empresa farmacêutica é com o mesmo Rosinei Campos e alinhará o atual campeão Daniel Serra e Max Wilson.

WG

(256 visualizações, 1 hoje)