Desde a década de 1990 que não se fabricam mais peruas nos Estados Unidos. As minivans tomaram conta do mercado, e depois os SUVs. A Buick Roadmaster foi a última a ser descontinuada, resistindo até 1996.

Agora a própria Buick, uma das mais tradicionais marcas da General Motors, está fabricando a Regal TourX, uma perua com intenção de uso também em pisos sem asfalto com tranquilidade.

Algumas marcas não americanas tem opções de peruas com capacidade fora do asfalto naquele mercado, como o Golf Alltrack da VW, o Subaru Outback, Audi Allroad e Volvos V60 e V90 Cross Country, mas a perua Buick é a primeira americana.

Samuel Russell Jr., diretor de marketing da marca — e que trabalhou na GM do Brasil por muitos anos, ele é brasileiro de nascimento — disse no lançamento que o mercado de peruas é subservido nos EUA, e estima que  ao menos 30% das vendas da linha Regal será da perua, sendo o outro Regal o Sportback, esse um sedã.

O carro é similar ao Opel Insignia europeu,  com estilo Buick e alterações para o mercado americano, e conjunto de absorção de ruídos baseado no Insignia movido a diesel. O Regal tem motor apenas a gasolina, de quatro cilindros, 2 litros de cilindrada e 253 cv de potência, e pode ter tração dianteira com câmbio de oito marchas de dupla embreagem, ou de nove automático epicíclico na versão com tração nas quatro rodas.

O porta-malas é o maior entre todas as peruas, incluindo as grandes Mercedes-Benz, Volvo, Audi e outras, e maior também que de vários SUVs e crossovers. São 892 litros com o banco traseiro no lugar, e 1.718 litros com ele escamoteado.

O preço de entrada é de 29.995 mil dólares, e pode chegar a pouco mais de 39 mil com todos os opcionais.

Nem é necessário dizer o quanto seria bom tê-la disponível no Brasil.

JJ

(1.707 visualizações, 1 hoje)