Nem um mês após o recorde marcado pelo novo Bugatti Chiron ser divulgado, a sueca Koenigsegg vem às notícias para mostrar que tem um carro mais rápido.

No domingo 1º de outubro o Agera RS acelerou de 0 a 400 km/h e freou até parar em 36,44 segundos, 5,5 segundos a menos que o Chiron, que marcou 41,66 s na mesma medição. Para chegar nessa velocidade, o Agera RS gastou 26,88 segundos, e o Chiron, 32,6 s.

O Agera passou dos 400 km/h na cronometragem, chegando a 403 km/h, pilotado pelo sueco Niklas Lilja, piloto de testes da fábrica, na pista de aviação Vandel, na Dinamarca, feita em concreto e com coeficiente de atrito longe do ideal para algo desse tipo. Na gravação de dados foi verificado que nas três primeiras trocas de marcha o carro patinou. De terceira para quarta marcha, isso ocorreu a 183 km/h.

O carro utilizado já estava vendido, quando o dono, um americano, pediu que fosse feita a tentativa de bater o número do Bugatti Chiron. Note no vídeo que há algumas fitas de proteção ao redor das caixas de roda e na dianteira para evitar danos à pintura do carro, novinho em folha, antes de ser enviado ao (muito feliz) proprietário.

O motor V-8 de  5.065 cm³ do Agera RS tem 1.360 cv e 140 m·kgf de torque máximo, ante os 1.499 cv do Chiron, e a distância total para essa impressionante marca foi de apenas 2.535 metros — a pista de Vandel tem apenas 2.800 metros no total.  Os dados foram registrados pelo data logger (gravador de dados) AiM EVO5, junto com um GPS, o AiM GPS08.

A frenagem levou 9,56 segundos, cobrindo a distância de 483 metros.

A Koenigsegg já estava preparando um Regera híbrido plug-in para essa prova, mas resolveu atender ao pedido de seu cliente, resultando em mais uma incrível marca para a pequena fábrica sueca.

Veja o vídeo liberado nesta quinta-feira, 05/10,  pela Koenigsegg:

JJ

(1.493 visualizações, 1 hoje)