A Honda Motor-Co Ltda. anunciou hoje o marco de 100 milhões de Super Cubs produzidas globalmente pela marca, com evento comemorativo na fábrica de Kumamoto, onde são produzidas as motocicletas deste segmento no Japão. A cerimônia contou com a presença de representantes dos municípios locais, fornecedores, assim como colaboradores e executivos da empresa, entre eles o presidente e executivo-chefe Takahiro Hachigo.

A produção em massa da primeira geração de Super Cub, a C100, teve início em Agosto de 1958, na fábrica de Yamato. Hoje, a Honda produz motocicletas Super Cubs em 16 unidades fabris, em 15 países ao redor do mundo.

Quando a primeira geração da Super Cub C100 foi lançada, o motor de 2 tempos era o principal motor para as motocicletas da época. Contudo, a Super Cub C100 foi equipada com o inovador e potente motor a 4 tempos de 50 cm³, o que trouxe mais economia e durabilidade. A Super Cub C100 também conquistou desenho único, com quadro de estrutura diferenciado, que agregou mais conforto e facilidade ao subir e descer da motocicleta, além de sistema de embreagem automática centrífuga que tornou as trocas de marchas mais simples. Além disso, em 2007, a Honda deu início à instalação de seu programa de injeção eletrônica na Super Cub C100, o que melhorou ainda mais o desempenho ambiental do modelo. Mesmo passando por diversos avanços tecnológicos, o conceito básico se manteve inalterado desde a introdução da primeira geração, além de seu estilo original que foi mantido até os modelos atuais.

A Honda Super Cub mantém sua abrangência global e adapta-se a culturas únicas a fim de atender cada vez mais as necessidades dos clientes em cada país, se tornando uma série duradoura, que é agora vendida e apreciada por consumidores de mais de 160 países ao redor do mundo.

 

Marcos importantes da Honda Super Cub Series

Agosto de 1958
Início das vendas do Super Cub C100 com motor 4-tempos, monocilindro de válvulas no cabeçote (OHV) arrefecido a ar, 49 cm³, potência de 4,5 cv.
Local de produção: fábrica de Yamato (mais tarde tornou-se a fábrica de Wako, de Saitama).

1959
Início das exportações para os EUA.

1960
Início da produção na fábrica de Suzuka.

1961
A produção global cumulativa da série Super Cub alcançou o marco de 1 milhão de unidades. Além disso, a produção baseada em conjuntos de componentes começou em Taiwan, sendo a primeira produção fora do Japão.

1964
As vendas do Super Cub C65 (o primeiro motor de comando da válvulas no cabeçote, OHC) começaram.

1966
Início das vendas do Super Cub C50 (motor OHC).

1974
A produção global cumulativa da série Super Cub atingiu o marco de 10 milhões de unidades.

1983
Início das vendas de Super Cub 50 Super Custom.

Alcançado o consumo de combustível de 180 km/l (teste em velocidade constante de 30 km/h).

1988
Vendas de Press Cub começaram.

1991
Produção transferida para a fábrica de Kumamoto.

1992
A produção global cumulativa da série Super Cub atingiu o marco de 20 milhões de unidades.

1997
As vendas de Little Cub começaram.

2005
A produção global cumulativa da série Super Cub atingiu um marco de 50 milhões de unidades.

2007
O sistema de injeção de combustível controlado eletronicamente, o PGM-FI da Honda, foi adotado no Super Cub 50, Press Cub 50 e Little Cub.

2008
A produção global cumulativa da série Super Cub atingiu o marco de 60 milhões de unidades.
50º aniversário das vendas da Super Cub.

2009
Início das vendas do Super Cub 110 e Super Cub 110 Pro.

2012
Super Cub 110 e Super Cub 50 sofreram uma mudança de modelo completa.

2013
As vendas de Cross Cub começaram.

2014
O Super Cub tornou-se o primeiro veículo tridimensional a obter um registro de marca no Japão.  A produção global cumulativa de motocicletas da Honda atingiu o marco de 300 milhões de unidades.

2017
Mudança de modelo do Super Cub 50, Super Cub 110, Super Cub 50 Pro, Super Cub 110 Pro.

BS

 

(498 visualizações, 1 hoje)