Aproximadamente dois anos e meio depois da aquisição da companhia americana TRW Automotive, a ZF se apresenta como “One Company”, uma única empresa. “Inicialmente, a integração estava prevista para ser finalizada em um prazo de três a cinco anos. É com grande orgulho que conseguimos superar de longe a meta do nosso cronograma”, afirma o CEO da ZF, Dr. Stefan Sommer. “Gostaria de agradecer a todos os envolvidos que, com grande comprometimento, trabalharam no processo de incorporação. Essa foi uma condição fundamental para o sucesso — como também a disponibilidade de todos os colaboradores que trilharam esse caminho”, completa.

Sommer ressaltou que a integração da TRW foi um passo decisivo de preparação da ZF para as tendências tecnológicas do futuro, como a digitalização e a condução autônoma. “As competências da TRW em segurança, proteção dos ocupantes e eletrônica, bem como as tecnologias de direção e frenagem, complementam perfeitamente o nosso portfólio e ajudam a desenvolvê-lo para o futuro. A aquisição construiu o alicerce para o nosso ‘Vision Zero Ecosystem’ — uma rede de cooperações com parceiros cada vez maior e que estamos ampliando continuamente. Com isso os clientes poderão atingir sua lucratividade e se beneficiar da nossa experiência como fornecedores de sistemas”, declarou Sommer.

Respaldada pelo princípio “O melhor de dois mundos”, durante a integração a ZF alavancou sinergias entre ambas as companhias para criar estruturas competitivas como uma só empresa. Desde janeiro de 2017, a ZF Aftermarket já funciona com sucesso como uma organização conjunta. Além disso, o Grupo ZF tem forte posição econômico-financeira, pois aumentou exponencialmente sua lucratividade, podendo saldar as dívidas referentes à aquisição bem mais rápido do que o planejado. A empresa espera que as vendas neste ano excedam 36 bilhões de euros.

Como símbolo visível da integração que está basicamente concluída, a ZF apresentará pela primeira vez no Salão de Frankfurt, que abre as portas ao público amanhã (14/9), seu novo design corporativo. A partir de agora, todas as divisões da companhia se apresentarão pelo nome padronizado ZF.


“Vision Zero” é o foco da ZF no Salão de Frankfurt

Para realizar a Vision Zero — o futuro de mobilidade com zero acidentes e zero emissões, a ZF continua a expandir o seu portfólio de tecnologias inovadoras nas áreas de transmissões, chassis e tecnologia de segurança. Além de seu trabalho de desenvolvimento interno, a empresa também criou o Vision Zero Ecosystem, uma crescente rede de parceiros altamente especializados. Em seu estande F20 no Pavilhão 8, além de demonstrar o seu Veículo Vision Zero no New Mobility World, a empresa evidencia como seus sistemas mecânicos inteligentes estão contribuindo para Vision Zero hoje. Exemplo é o sistema modular de eixo traseiro mSTARS, que possibilita a eletrificação de veículos convencionais, além de sistemas inteligentes de assistência ao motorista, que podem reconhecer se o condutor está distraído ou impedir que ele entre numa rua ou rodovia na contramão.

Mais detalhes podem ser vistos neste texto já publicado no AUTOentusiastas.

JJ

(441 visualizações, 1 hoje)