Equipe suíça terá motores versão cliente a partir de 2018. Acordo poderá trazer pilotos japoneses para F-1. McLaren fornecerá transmissão.

Não foi exatamente uma notícia bombástica, nem mesmo algo que tenha surpreendido alguém que acompanha o mundo da F-1, mas mesmo assim vale o registro oficial: no último fim de semana a Honda confirmou que será a fornecedora de motores da equipe Sauber a partir de 2018. A incorporação de uma segunda equipe pelo fabricante japonês era esperada desde o regresso à F-1 anunciado em 2014 e só não aconteceu antes por exigências contratuais de Ron Dennis, nessa época o bam-bam-bam da equipe inglesa.

Turning point: suíça Sauber e  japonesa Honda confirmaram acordo para as próximas temporadas (Sauber)

A equipe suíça estreou na F-1 em 1993, então usando o motor Ilmor, criação de Mário Illien, e desde então outras cinco marcas foram mostradas na carenagem dos carros da equipe, embora tivessem apenas três origens diferentes. O motor Ilmor, por exemplo, na verdade foi financiado pela Mercedes-Benz, o fornecedor oficial em 1994. Em 1995 e 1996 os carros foram equipados com motores Ford, e de 1997 a 2005 a Petronas assumiu a conta pela unidade de potência da Ferrari com seu nome, antecipando-se a um período de quatro anos em que os monopostos de Hinwill foram impulsionados por máquinas BMW. Em 2010 a Sauber renovou seus laços com a Ferrari, relação que termina ao final desta temporada.

A chegada da Honda implica em alguns acertos colaterais: o sistema de transmissão, por exemplo, será fornecido pela McLaren e o acordo com os japoneses tem tudo para facilitar a chegada de uma nova leva de pilotos japoneses à F-1, entre eles o jovem Tadasuke Makino, que este ano disputa a temporada da GP3.  Assumir uma segunda equipe era uma demanda dos demais fabricantes de motores (Ferrari, Mercedes e e Renault) e da própria FIA junto ao fabricante japonês.

De acordo com Monisha Kaltenborn, a principal executiva da Sauber, o acordo com a Honda terá duração de vários anos e “marca um realinhamento estratégico e tecnológico que cria novas bases para a equipe”.  Para Katsuhide Moriyama, responsável pelo departamento de comunicações e imagem da Honda, “a adição da Sauber como nosso cliente representa um novo desafio. Aumentamos nossa capacidade operacional nas unidades de Milton Keynes (Inglaterra) e Sakura (Japão)”.

WG

(641 visualizações, 1 hoje)