Autoentusiastas Autoentusiastas Autoentusiastas Autoentusiastas Autoentusiastas Autoentusiastas Autoentusiastas Autoentusiastas RENAULT TWIZY NA FROTA DA PORTO SEGURO – Autoentusiastas

A cia. de seguros Porto Seguro está utilizando o Renault Twizy no atendimento aos seus segurados na cidade de São Paulo. É a primeira frota do pequeno carro elétrico a atuar nas ruas da maior cidade do Brasil. Até então o Twizy só era usado pela Itaipu Binacional apenas dentro da área da maior hidrelétrica do mundo, e na Prefeitura de Curitiba, tanto pela Guarda Municipal quanto pela Secretaria de Transportes

Segundo a Porto Seguro, além do impacto reduzido ao meio ambiente, já que não emite gases de efeito estufa em seu deslocamento, este carro elétrico ocupa a terça parte do espaço um carro pequeno comum, de forma que a sua utilização contribui para a melhora da mobilidade urbana. Além disso, informa a Renault, o veículo é 85% reciclável e 95% reutilizável.

O Twizy é 100% elétrico,  tem 100 quilômetros de autonomia e pode ser recarregado em tomadas comuns de 110 V. Apesar de ainda não ser comercializado no Brasil, a sua venda e emplacamento já estão autorizados. Para isso, ele conta com todos os requisitos de segurança obrigatórios no Brasil, como a bolsa inflável para o motorista — os dois lugares são em fila (tandem).

Projetado com materiais renováveis e de modo a facilitar a sua fácil desmontagem, o Twizy colabora para que seus componentes sejam mais facilmente separados, permitindo a reciclagem, o tratamento e a destinação correta de todos os resíduos.

Inicialmente serão 15 unidades circulando em São Paulo, acompanhados de perto pela Renault.

JJ



Sobre o Autor

Juvenal Jorge
Editor Associado

Juvenal Jorge, ou JJ, como é chamado, é integrante do AE desde sua criação em 2008 e em 2016 passou a ser Editor Associado. É engenheiro automobilístico formado pela FEI, com mestrado em engenharia automobilística pela USP e pós-graduação em administração de negócios pela ESAN. Atuou como engenheiro e coordenador de projetos em várias empresas multinacionais. No AE é muito conhecido pelas matérias sobre aviões, que também são sua paixão, além de testes de veículos e edição de notícias diárias.

  • CorsarioViajante

    Acho este Twizy muito simpático. Pena que é bastante impraticável especialmente no caos urbano e climático brasileiro.

    • ViniciusVS

      Um Twizy com motor de moto + CVT ( motor da PCX ou SH150) seria bem legal aqui no Brasil.

      Pequeno, prático, ágil, econômico e fácil de abastecer.

      • David Diniz

        Mas a proposta do Twizy não é ser apenas um carrinho cool com motor a combustão.

  • Fat Jack

    “…este carro elétrico ocupa a terça parte do espaço um carro pequeno comum…”
    Acho que houve certo exagero nas medições, hein?
    O que parece é que ele dispõe de um espaço interno correspondente a terça parte de um (obviamente que esta não é sua preocupação principal), não ser que a definição de carro pequeno comum deles seja um Corolla ou um Fusion.

  • Fat Jack

    Muito interessante seu comentário, de fato é algo a ser levado em conta, mas acho que mais brevemente o que se vai ver é a disponibilidade deste tipo de serviço para algumas das vagas daqueles apartamentos de alto padrão que dispõem de 3 ou 4 vagas cada um.

  • joao vicente da costa

    Qual o enquadramento do Twizy no Brasil?

  • Fat Jack, da minha avaliação em 2/09/2013, http://www.autoentusiastasclassic.com.br/2013/09/a-renault-e-seu-quarteto-eletrico.html:
    “Suas dimensões de 2.700/1.190/1.460 mm (comprimento/largura sem espelhos/altura) com 2.320 mm entre eixos atestam a vocação urbana, especialmente o diâmetro mínimo de curva 6,9 metros. “Urbano” também o porta-malas de 31 litros. Os para-lamas são solidários às rodas.”
    Exagero realmente.

  • Cristiano, não cabe, seu comprimento é 2.700 mm.

  • Fat Jack, [:-)