Um dos filmes mais cultuados por autoentusiastas de todo o mundo, “Le Mans” (1971), foi homenageado em uma edição adaptada para uma história em quadrinhos. A edição de capa dura, com ilustrações em explorando muito bem as cores e formas dos carros, com traços marcantes, é praticamente uma peça de arte automobilística que desperta com facilidade o nosso desejo.

Muito curiosa é a história de como essa ideia surgiu. Tudo começou em 2013 quando o próprio “The King of Cool” Steve McQueen (1930-1980), idealizador e protagonista de “Le Mans” (“As 24 Horas de Le Mans” no Brasil), visitou Sandro Garbo em um sonho e o sugeriu de criar uma história em quadrinhos baseada em seu filme. Sandro, suíço, que é um autoentusiasta apaixonado por carros clássicos e Porsches e faz pinturas especiais para carros de amigos, assim que acordou desse sonho viu nesta ideia a sua missão nova na vida.

Então ele formou um time, montou um estúdio e começou a trabalhar no projeto. Três anos depois, no final de 2016, o livro foi publicado. O resultado fala por si próprio e pode ser considerado um dos trabalhos mais notáveis sobre corridas de carros e carros clássicos, apresentando esse mundo através de uma nova perspectiva.

O nível de detalhes e a reprodução da atmosfera do filme, além de impressionar os olhos, é mais um tributo ao Steve McQueen e aos carros de Le Mans, o Porsche 917K e o Ferrari 512S.

O livro pode ser comprado no site do estúdio. Não há versão em português e custa 32 euros, mais 12 euros de frete para o Brasil.

AE/PK

Animação da história em quadrinhos

Filme Le Mans, para quem ainda nunca assistiu.

 

(1.064 visualizações, 1 hoje)