Há quase um mês eu tive a chance de visitar Foz do Iguaçu pela primeira vez na vida! Estive lá para o lançamento do Honda WR-V. Naquela ocasião havia algum tempo livre para conhecer as maravilhas da região. Mas dois fatores me fizeram evitar os passeios disponíveis.

O primeiro, profissional, foi que eu não queria perder a oportunidade de passar uma tarde com o suvezinho da Honda, e assim poder fazer uma matéria mais detalhada sobre ele. Não é sempre que temos tanto tempo com um carro à disposição por um período maior durante o lançamento.

O segundo, pessoal, foi porque eu me encantei com a região e pensei o tempo todo na minha família, que também nunca esteve lá. Imaginei que se eu conhecesse todas as atrações naturais do lugar o meu entusiasmo em voltar logo diminuiria, e assim minha família perderia a chance de também conhecer as maravilhas da região.

Bem, voltei de lá com a promessa pessoal de viajar até lá de carro o quanto antes. Bem, menos de um mês depois estou indo. Com a família, esposa Ana, e filha Juliana. De São Paulo a Foz do Iguaçu são 1.050 km. Um tiro para mim e minha filha, mas não para minha esposa. Fiz a promessa de me comportar, de ligar o modo zen na largada — ops, na saída — e só desliga-lo quando chegar de novo aqui em São Paulo.

Para rodar esses mais de 2.000 km o carro escolhido foi um suve! Outro dia eu disse aos participantes do workshop de mobgrafia que eu faria uma matéria com uma apologia aos suves. Estranho! Quem diria? Mas para algumas situações eles realmente são interessantes, principalmente para os passageiros. Ainda mais se for um diesel. Ou seja, vai todo mundo confortável, em velocidade de cruzeiro tranquila, com espaço de sobra, e um bom nível de economia de combustível. E ainda com menos chance de ter um pneu danificado ou rasgado durante o longo e desconhecido percurso. Se eu quisesse ir com o 911 Carrera S teria que ir sozinho, ou no máximo com o Bob, e possivelmente alguma cratera me faria ficar no meio do caminho.

Jeep Compass Trailhawk, que é equipado com o MultiJet II a diesel

O escolhido foi o Compass Trailhawk, muito por causa de papos e da matéria do primo Arnaldo sobre a sua versão Longitude. Ele me disse que gostou muito desse modelo e que durante o seu “no uso” ficou imaginando-o com o motor diesel do Renegade. Eu e ele viajamos juntos para Curitiba em um Renegade Trailhawk, equipado com o mesmo o motor diesel FCA MultiJet II que está no Compass, para visitar a Bosch e fazer a matéria sobre o sistema common rail de alimentação desse motor. O parágrafo abaixo, dessa matéria, ajuda a explicar o meu interesse no diesel:

Com o Renegade, na viagem para Curitiba, incluindo trechos de serra e trânsito intenso, fizemos uma média de 13 km/l. Em outra viagem, andando bem comportado, o Arnaldo fez 18 km/l. E a 80 km/h chegamos a fazer 21 km/l. Considerando o peso, o desenho quase antiaerodinâmico e os pneus de uso misto do Renegade, essa média que obtivemos é excelente. Em carros como sedãs e hatches com certeza essas médias seriam mais altas. Se nós quiséssemos teríamos facilmente completado a viagem de ida e volta para Curitiba com apenas um tanque, já que o do Renegade tem capacidade de 60 litros.

Assim como fiz em outras matérias-viagem, minha ideia é ir fazendo postagens no Instagram e no Facebook durante todo o percurso. E depois do retorno a matéria completa falando sobre o carro e sobre a viagem.

Relembrando as principais matérias desse tipo: Roteiro AE Renault Oroch, R.S. Entusiasmo e Uma viagem inesquecível.

Para me ajudar nessa tarefa escalei a minha filha de 17 anos. Ela adora fotografia, com câmera e celular, adora viajar e já está planejando suas viagens pela América do Sul e América do Norte, quando crescer mais um pouco, com uma van toda preparada. Foi ela que fez o roteiro dessa viagem e selecionou os diversos passeios que faremos em Foz. Ela também vai me ajudar a escrever a matéria, nas partes relacionadas à viagem. Sairemos hoje, com pernoite em Maringá, e voltamos dia 16, num tiro só! Muita coisa acontecendo na base.

Convido todos a nos acompanhar nessa viagem!
Instagram: @paulokeller, @autoentusiatas e @ju_beuphotos.
Facebook: Paulo Keller e Autoentusiastas.

PK

(2.467 visualizações, 1 hoje)