Da Automotive News

Os veículos de polícia constituem um grande mercado nos Estados Unidos, e a Ford Motor Company está ampliando sua oferta com o Fusion Interceptor híbrido.

O carro é fabricado para perseguições, não apenas para patrulhamento, o que significa melhorias em todo conjunto dinâmico, suspensão, rodas, pneus, direção, freios, somado a um consumo de gasolina extremamente baixo, 16 km/l combinando cidade e estrada, mais que o dobro do Fusion apenas com motor a gasolina, também de polícia.

Motor a combustão 2-litros e elétrico são os mesmos do modelo de rua.  O carro acelera de 0 a 96,5 km/h em 8,7 segundos, mesmo tempo dos antigos e venerados Crown Victoria, o modelo padrão de polícia antes do Taurus e do Fusion. O Fusion Interceptor atual, a gasolina, faz a mesma aceleração em 7,4 segundos, segundo testes de certificação da polícia do estado de Michigan.

O carro faz parte da estratégia global da Ford para eletrificação de seus produtos, a maioria deles sendo híbridos. Serão 13 novos modelos a um custo de US$ 4,5 bilhões até 2021. Em 2025, 70% dos veículos Ford vendidos na China serão elétricos ou híbridos.

Nos Estados Unidos, a Ford detém 63% do mercado de veículos para uso policial, onde atua desde 1920 com o Ford Modelo T. O Fusion híbrido será adicional a esse número, que foi de 9.933 unidades no primeiro trimestre de 2017, incluindo Fusion, Taurus e Explorer. Este último foi o escolhido pela maioria das corporações policiais, com 8.099 unidades, espelhando o domínio dos suves como ocorre no mercado civil.

A Ford afirma que o sedã híbrido pode economizar ao redor de  US$ 3.877 (R$ 12 mil) por ano em combustível, considerando o galão (3,785 litros) a US$ 2,50 (R$ 7,85) — antes que o leitor precise pegar a calculadora, o litro lá está saindo por R$ 2,07 (dólar a R$ 3,14)

O Fusion híbrido é fabricado no México e as alterações para o modelo Police Interceptor são efetuadas na fábrica Ford de Chicago, estado de Illinois, onde foram investidos US$ 1 milhão e criadas 30 novas vagas de trabalho.

JJ

(667 visualizações, 1 hoje)