A Audi atualizou seus dois modelos mais vendidos no Brasil, o A3 e o Q3, ambos fabricados em São José dos Pinhais, no Paraná.

O Q3 agora passa a ter o motor 1,4-litro flex, nacionalizado na fábrica de motores do grupo em São Carlos (SP). É o mesmo motor já usado no A3, da família EA211, com bloco e cabeçote de alumínio. Potência e torque máximos se mantêm os mesmos da versão anterior só a gasolina, e também iguais para gasolina e álcool, 150 cv de 4.000 a 6.000 rpm, e 25,5 m·kgf de 1.500 a 4.000 rpm (na versão apenas a gasolina esse limite superior era 3.500 rpm).  Os consumos  são 10,2/6,9 km/l na cidade e 11,9/9,1 km/l na estrada, sempre na ordem gasolina e álcool, padrão AE. O zero-a-100 é em 8,9 s e a velocidade máxima, 204 km/h.

Basicamente a única diferença do 1,4-litro é a adoção o variador de fase também no escapamento. Outra curiosidade é que esse motor não depende de reservatório de gasolina auxiliar ou sistema auxiliar de aquecimento do combustível para partida com álcool em baixas temperaturas. Como ele tem injeção direta com pressão de 200 bar nos injetores, essa alta pressão eleva a temperatura do combustível e o pulveriza de maneira perfeita, assim proporcionando combustão e consequentemente a partida. A pressão é ajustada de acordo com o tipo de combustível com informação obtida através de sensor de combustível localizado na linha de alimentação.

Outra peculiaridade é que os preços foram mantidos:

Audi Q3 Attraction 1,4 TFSI Flex: R$ 143.190
Audi Q3 Ambiente 1,4 TFSI Flex: R$ 154.190
Audi Q3 Ambition 1,4 TFSI Flex: R$ 170.190

A avaliação completa do Q3 a gasolina, feita pelo MAO em dezembro de 2016, pode ser relembrada ou lida aqui: Audi Q3 no uso.

O A3, também fabricado no Brasil, recebeu uma leve, porém atraente, atualização estética. Frente renovada, com novos faróis parecidos com os do A4, nova grade com contornos mais retos, novo difusor no para-choque traseiro e novas rodas, além de atualização do software do sistema de entretenimento.

O aclamado Virtual Cockpit também está disponível para a versão Ambition, com o motor 2-litros de 220 cv, o AE888, também usado no Golf GTI. Essa versão tem preço sem opcionais de R$ 156.190 e o pacote com o Virtual Cockpit, navegação e volante esportivo custa R$ 16.500.

Sem dúvida o visual atualizado traz uma sobrevida a essa terceira geração do modelo apresentada em 2012. vale notar que em 2017 o A3 completa 20 anos de Brasil. Uma marca sem dúvida muito comemorável.

A versão Ambition com esse motor 2-litros não é novidade. No entanto até então eu não tivera a chance de dirigi-la. Um dos carro que mais me marcaram nos temos de AE foi o A3 1,8 TFSI, com 180 cv testado em 2014 quando concluí o teste com o parágrafo abaixo.

Andei muito com o carro. E quanto mais eu andava mais eu gostava dele. Em determinado ponto eu pensei em criar um selo de aprovação do PK. Apenas os carros realmente especiais receberiam esse selo. Talvez isso gerasse alguma polêmica, pois estabelecer um critério racional para esse selo seria algo difícil e fora do meu propósito. Eu, apesar de engenheiro e prezar os dados técnicos, que servem de balizadores para as avaliações, prefiro muito mais trabalhar com sensações que a experiência de dirigir um determinado carro me proporciona. Algo completamente intangível sendo que o mundo clama por objetividade.

Em 2016 tive a chance de testar o S3, de 280 cv! E o desejo pelo A3 aumentou.

Os R$ 226.190 que separam a massa do S3 fazem dele um carro bem exclusivo. E tudo bem para Audi, pois mesmo esses poucos que estão ou estarão rodando, ou a sua mera existência, fazem com que o desejo pelo A3 sedã aumente. RS 3, me aguarde!

Agora com os 220 cv, e com a suspensão traseira multibraço mantida, ele fica bem mais próximo do S3, mais esportivo, com respostas rápidas e até mais bruscas. Na verdade, para ele ser um esportivo por completo só faltam rodas exclusivas e um som de escapamento mais audível (quase um trocadilho!).

Preços:
Audi A3 Attraction 1,4 TFSI Flex: R$ 115.190
Audi A3 Ambiente 1,4 TFSI Flex: R$ 124.190
Audi A3 Ambition 2,0 TFSI: R$ 156.190

Outro ponto que eu não poderia deixar de mencionar foi o prazer adicional desse teste de condução drive por ter sido feito junto com o nosso Josias Silveira.

PK

(1.734 visualizações, 1 hoje)