Notícia alvissareira para os apreciadores de peruas, o lançamento do Porsche Panamera Sport Turismo mostra que há fatias de mercado a serem mais exploradas, e a das peruas é uma delas. A apresentação oficial será no Salão de Genebra, que abre suas portas no dia 9 de março e se encerra no dia 19.

A perua derivada do sedã Porsche Panamera tem tração nas quatro rodas em todas as versões, que podem ser a Panamera 4, com 334 cv,  Panamera 4S, com 445 cv, e a Panamera Turbo, com 557 cv. As duas primeiras têm motor V-6 com dois turbocompressores, e a mais potente, que é V-8, é também biturbo. Há a versão híbrida, Panamera 4 E-Hybrid, com o motor V-6 e elétrico totalizando 468 cv. Os tempos de aceleração divulgados pela fábrica são idênticos aos dos sedãs; no caso do V-8, 3,4 segundos para acelerar de 0 a 100 km/h.

Há também a versão 4S diesel, com 427 cv, para longa autonomia e atendimento a mercados sem radicalismos de tipo de motor.

A Panamera Sport Turismo tem 5.049 mm de comprimento com entre-eixos de 2.950 mm, 1.937 mm de largura e 1.428 mm de altura.

Por dentro, a novidade é que o banco traseiro tem acomodação para um quinto passageiro no centro, algo que o sedã nunca teve, sendo mantidos opcionalmente dois bancos elétricos individuais. O espaço para carga é de 520 litros com o banco traseiro na posição de uso, e 1.390 litros com ele rebatido — no sedã são 500/1.340 litros, respectivamente.

Há um aerofólio que é extensão da parte traseira do teto,  só atua acima de 90 km/h, e muda o ângulo se o teto solar for aberto, para reduzir o ruído de vento. São gerados no máximo 50 kg de força vertical descendente sobre o eixo traseiro, em velocidade não divulgada.

A Porsche anunciou que o Sport Turismo será vendido também nos EUA, país onde as peruas estão quase desaparecidas, com preços começando em US$ 96.200 e chegando a US$ 154.000, valores pouco acima dos sedãs Panamera.

 JJ

(768 visualizações, 1 hoje)