Nesses dias de Festas coincidiu de estarmos com o novo Gol Track, apresentado no Salão do Automóvel. Aproveitei e fiz uma viagem com ele, pegando tanto autoestradas como Ayrton Senna/Carvalho Pinto/Dutra e rodovias pista única nos estados do Rio de Janeiro e São Paulo em direção a Bananal, finalmente, quanto uma estreita e sinuosa estrada de terra em muito mau estado na Serra da Bocaina em área de preservação ambiental, onde cheguei a 1.400 metros de altitude (foto de abertura).

Como os demais Gol de motor 1-L, este tem o EA211 de três cilindros e aspiração atmosférica — o mesmo do up! 1,0 e do qual muito já falamos aqui. Portanto, melhores condições de avaliação desse motor no Gol não poderiam haver.

Piso nada hospitaleiro, mas sem problema para o Gol Track (foto: Norman Sharp)

A principal característica desse Gol é a frente  “diferente”, uma vez que é a mesma da Saveiro atual. Custa R$ 45.440 e tem boa dotação de itens de série, com mostra a tabela no final. Tem opcionais, mas ao escrever esta matéria o site da Volkswagen na parte ‘Monte o seu’ estava inoperante, de modo que os preços dos opcionais por ora não serão informados, embora eu não acredite que o preço final passe muito de R$ 50 mil.

Negociando o grampo na subida da serra (foto: Billy Sharp)

Q proposta do Track é ser aventureiro, embora nada indique ter aptidão para tal, a começar pelos pneus de asfalto 195/55R15H Goodyear Efficient Grip. O que ficou melhor para pisos menos hospitaleiros foi a extremidade frontal da Saveiro que permitiu aumentar o ângulo de entrada de 16,4º para 18º; ajuda um pouco.

Talvez o fato mais notável desse teste foi constatar que mesmo perdendo 14% de potência devido à altitude não se percebe tanto a queda. Surpreendi-me verdadeiramente. Admirável também a desenvoltura para rodar na tal estradinha de terra e pedras pontiagudas, como se o Track estivesse no seu elemento natural. A VW não informa a distância mínima do solo e diz ser a mesma (sem informar quanto) dos demais Gol.

Mas o fato é mesmo andando relativamente rápido, com a suspensão comprimindo-se e distendendo-se mais do que normal, em nenhum momento o assoalho tocou o solo, nem mesmo o ponto mais baixo do chassi, o subchassi — mais próximo do chão que o cárter de óleo do motor, providencial por não haver protetor de cárter.

20170101_162230

Para as minhas proporções antropométricas a posição de dirigir é perfeita, mas deveria haver ajuste de altura e distância do volante (foto: Norman Sharp)

Nas autoestradas citadas, o pequeno tricilíndrico de 1 litro acompanha o trânsito sem nenhuma dificuldade e chega aos 120~130 km/h com total facilidade. Infelizmente é muito curto de quinta marcha, v/1000 de 30 km/h, ou 120 km/h a 4.000 rpm. Só a extrema suavidade do motor não torna incômodo rodar nesse ritmo.

O motor agrada tanto aos sócios do “Clube das 2.000 rpm”, quanto a quem não tem medo de rotação (corte limpo a 6.500 rpm, e chega rápido lá). A pegada em baixa é mesmo admirável.

E o consumo? Saí com gasolina de posto (E27) e como a temperatura externa estava entre 37 ºC e 39 ºC, rodar com (o eficiente) ar-condicionado desligado, nem pensar. Rodando a 125 km/h indicados e depois, na Via Dutra a 118 km/h no máximo para evitar multas (limite 110 km/h), ao deixar esta rodovia em Barra Mansa o computador de bordo indicava 16,2 km/l. Não foi um trecho, mas desde o início da Ayrton Senna em São Paulo.

A suspensão vai muito bem nesse ambiente (foto: Norman Sharp)

Na volta, sempre com ar ligado, experimentei rodar a 105 km/h indicados por um  longo trecho e o computador indicou 18 km/l. Ao reabastecer para não dar uma de avião da Lamia, enchi com álcool. Como o tráfego estava bem denso, precisei “seguir o rebanho”  a 100~105 km/h e o consumo ficou em 12,2 km/l. Ainda não foi divulgado o consumo Inmetro/PBVE.

Um detalhe: de marcha-lenta “parada” com gasolina, com álcool se sente o motor funcionando.

O comportamento na estrada é tipicamente Gol: ágil, direção (assistência hidráulica) obediente e rápida (relação 14,9:1/3 voltas), aderência perfeita, freios eficazes e de ótima modulação, comando de câmbio-referência, punta-tacco “telepático”, e os instrumentos da cidade-sede da VW na Alemanha. Dirigi-lo rápido na estrada que vai da via Dutra a Bananal, com asfalto perfeito, é diversão pura. O monobloco passa sensação de grande rigidez. E acelerar de 0 a 100 km/h em 12,6/12,3 segundos e chegar a 168/170 km/h, segundo dados da fábrica, é coisa de Passat 1,6 TS.

20170101_162437

A clássica foto do espelho…(foto: Norman Sharp)

Todavia, como nada é perfeito, seriam bem-vindos ajusta do volante de direção nos dois planos, luz traseira de neblina, faixa degradê no para-brisa, banco traseiro dividido pelo menos 50-50, e engates Isofix. A VW não informa o peso da versão, mas dentro da faixa 901 a 998 kg da família Gol, o peso do Track deve estar próximo desse limite superior.

Desde que não se faça questão de controle de estabilidade e tração, o Gol Track tem atributos de sobra para ninguém se arrepender da compra. Pelo contrário.

BS

 

FICHA TÉCNICA GOL TRACK 1.0 MPI
MOTOR
Instalação Dianteiro, transversal, variador de fase na admissão, flex
Material do bloco/cabeçote Alumínio
Configuração / n° de cilindros Em linha / 3
Diâmetro x curso (mm) 74,5 x 76,4
Cilindrada (cm³) 999
Taxa de compressão (:1) 11,5
Potência máxima (cv/rpm) (G/A) 75/6.250 / 82/6.250
Torque máximo (m·kgf/rpm) (G/A_ 9,7/3.000 a 3.800 / 10,4/3.000a 3.800
N° de válvulas por cilindro Quatro
N° de comandos de válvulas Dois/cabeçote
Formação de mistura Injeção no duto
Gerenciamento do motor Bosch ME 17.5.20
TRANSMISSÃO
Câmbio/rodas motrizes Transeixo manual/dianteiras
Número de marchas 5 à frente + ré
Relações de transmissão (:1) 1ª. 3,769; 2ª. 2,095; 3ª. 1,281; 4ª.0,927; 5ª. 0,740; ré 3,182
Relação do diferencial (:1) 4,929
SUSPENSÃO
Dianteira Independente, McPherson com subchassi, mola helicoidal, amortecedor pressurizado e barra estabilizadora de Ø 19 mm
Traseira Eixo de torção, mola helicoidal e amortecedor pressurizado
DIREÇÃO
Tipo Pinhão e cremalheira, assistência hidráulica
Diâmetro mín. de curva (m) 10,8
Relação de direção (:1) 14,9
N° de voltas entre batentes 3
FREIOS
De serviço Hidráulico, duplo circuito em diagonal, servoassistido, ABS
Dianteiros (Ø mm) Disco ventilado, 256
Traseiros (Ø mm) Tambor, 200
RODAS E PNEUS
Rodas Aço 6Jx15; opcional alumínio 6Jx15
Pneus 195/55R15H
Estepe temporário 185/60R15H com roda de aço
PESOS
Em ordem de marcha (kg) 901 a 998
Carga máxima (kg) 509 a 412
CONSTRUÇÃO
Tipo Monobloco em aço, 4 portas, 5 lugares
AERODINÂMICA
Coeficiente de arrasto (Cx) 0,345
Área frontal (m²) 2,01
Área frontal corrigida (m²) 0,693
DIMENSÕES EXTERNAS (mm)
Comprimento 3.897
Largura com/sem espelhos 1.898/1.893
Altura 1.564 a 1.467
Distância entre eixos 2.466
Bitola dianteira/traseira 1.429/1.416
CAPACIDADES (L)
Porta-malas 285
Tanque de combustível 55
DESEMPENHO
Aceleração 0-100 km/h (s) (G,A) 12,6/12,3
Velocidade máxima (km/h) (G/A) 168/ 170
CÁLCULOS DE CÂMBIO
v/1000 em 5ª (km/h) 30
Rotação em 5ª a 120 km/h 4.000
Rotação em velocidade máxima, 5ª 5.670

 

EQUIPAMENTOS GOL TRACK 2017
DE SÉRIE
Acionamento elétrico dos vidros dianteiros
Alça de segurança no teto para o passageiro do banco dianteiro
Alerta de frenagem de emergência (primeiro luzes de freio, depois pisca-alerta)
Antena de teto
Apoios de cabeça traseiros (3) com ajuste de altura
Ar-condicionado com filtro de poeira e pólen
Banco traseiro inteiriço com encosto totalmente rebatível
Carcaças dos espelhos e maçanetas na cor do veículo
Chave-canivete
Cintos de segurança dianteiros com pré-tensionador e limitador
Cintos de segurança traseiros laterais retráteis
Computador de bordo
Console central com porta-copos
Conta-giros
Desembaçador do vidro traseiro
Direção assistida hidráulica
Emblema “Track” na parte inferior das portas traseiras
Espelhos externos com carcaça em preto fosco
Faróis de dupla parábola com máscara escurecida
Faróis de neblina
Freios com ABS e distribuição eletrônica das forças de frenagem
Grade dianteira em preto brilhante com friso cromado
Iluminação interna com interruptor na porta do motorista
Iluminação do porta-malas
Iluminação interna com interruptores nas portas
Lanterna traseira com lente escurecida
Limpador de para-brisa com temporizador
Limpador/lavador do vidro traseiro com temporizador
Maçanetas das portas em preto fosco
Molduras na caixas de roda e na lateral
Palhetas do limpador de pára-brisa aerodinâmicas
Para-choque traseiro com refletores de segurança
Para-sóis com espelho e iluminação
Pisca-3
Pneus 195/55R15H
Porta-revistas atrás dos encostos dos bancos dianteiros
Quatro alto-falantes e dois tweeters
Regulagem de altura do banco do motorista
Refletores no para-choque traseiro
Repetidoras de seta nos espelhos
Rodas de aço de 15 pol. com supercalotas
Sistema de infotenimento “Media Plus” com rádio Am/FM, toca-CD, Bluetooth, toca-MP3, entradas USB, SD-card e Aux in
Tomada de 12 volts
Travamento central
OPCIONAIS
INTERATIVIDADE “COMPOSITION TOUCH
Sistema de Infotainment “Composition Touch” com Mirror-Link
Suporte para celular
Volante multifuncional com comando do áudio e do I-System
I-System com Eco-Comfort e computador de bordo
SUPORTE PARA CELULAR
URBAN COMPLETO
Rodas de alumínio 15-pol
Tapetes de carpete
Tampa do porta-malas com abertura por controle remoto
Vidros elétricos também nas portas traseiras
Espelhos retrov. elétricos com função abaixar no direito
Sensor de estacionamento traseiro
Chave-canivete com controle remoto
Luzes de leitura dianteira e traseira
I-System com Eco-Comfort e computador de bordo
Alarme com controle remoto
INTERATIVIDADE COM NAVEGAÇÃO
Sist. de infotenimento tátil com navegação Discover Media e App-Connect
Suporte para celular
Volante multifuncional com comando do áudio e do I-System
(1.172 visualizações, 1 hoje)