Da Automotive News Europe

A Ford Motor Company está ampliando seu serviço a clientes, com a criação da marca Omnicraft, destinada a vender peças de veículos de outras marcas.

Isso irá permitir que os concessionários cubram entre 85 e 90% das necessidades com carros não Ford, gerando mais negócios. Desde a Motorcraft, lançada em 1972, a Ford não criava uma marca para o setor de serviços.

“Omnicraft é um benefício significativo para qualquer proprietário de veículo que precisa de peças ou manutenção,” disse Frederick Toney, presidente da Divisão Global de Serviços aos Clientes. “Agora, os donos de carros não Ford têm acesso a peças de qualidade a preços competitivos, instaladas por técnicos certificados em nível mundial.”

Toney disse que os negócios de peças e serviços para automóveis, que hoje  representam mais de US$ 500 bilhões, irá se expandir 70% nos próximos seis anos, sem especificar quanto desse montante a Ford quer capturar, mas deixou claro que estará bastante satisfeito se entre 10 a 15% do faturamento total do setor de serviços da Ford vier da Omnicraft.

Fornecedores externos fabricarão os componentes, com a Ford vendendo-os com uma margem de lucro, mas com preços que farão os clientes procurar pelos concessionários Ford, sejam oparticulares ou oficinas. A empresa também pretende atrair esses clientes para ver e experimentar os modelos da Ford enquanto seus carros de outras marcas são consertados.

Inicialmente, as peças Omnicraft serão vendidas nos 3.200 pontos das marcas Ford e Lincoln nos EUA e nas 10.500 concessionárias ao redor do mundo, ficando mais ou menos claro que deve chegar também ao Brasil. A primeira onda de distribuição irá abranger filtros de óleo, discos e pastilhas de freio, motores de partida e alternadores, peças que tem bastante frequência de troca.

Brett Wheatley, Diretor Executivo de Serviço ao Cliente para a América do Norte, diz que a decisão foi sobre crescimento. “Temos uma torta que é o mercado de peças, e nós apenas queremos a maior fatia. Nós somos muito otimistas”. Nos EUA, o serviço Ford Quick Lane (faixa rápida) tem feito manutenções em carros não Ford, mas com compra de peças de terceiros, ou seja, o treinamento dos mecânicos já existe, mas de agora em diante teremos o fornecimento também em casa”, concluiu Wheatley.

JJ

(551 visualizações, 1 hoje)