Uma dúzia de dicas para alertar o dono do carro a respeito de inverdades que rolam no mercado.

1 – Oficina quer mandar motor para retífica porque sai fumaça pelo escapamento. NADA DISSO! Fumaça pode ser mera desregulagem do motor. Ou pode estar queimando óleo que desceu pelas válvulas, que se resolve com o reparo de algum problema no cabeçote. Sem necessidade de o motor ser retificado.

2 – O carro zero-km veio de fábrica sem equipamento de som, que foi então instalado pela concessionária. Semanas depois, numa outra autorizada, a garantia de um reparo foi negada sob a alegação de que o som não era homologado. NADA DISSO! Não cabe ao consumidor fiscalizar o que faz a concessionária: a fábrica é juridicamente responsável pelos serviços prestados em sua rede.

3 – Consórcio volta a ganhar adeptos pela dificuldade de crédito e juros elevados. Mas alguns vendedores desonestos atraem clientes garantindo contemplação em três ou cinco meses. NADA DISSO! Sem um lance vencedor ou muita sorte para sair sua bolinha da gaiola, ninguém leva carro nenhum.

4 – Usado é anunciado pela loja com três meses de garantia de “Caixa e Motor”. NADA DISSO! O Código de Defesa do Consumidor é claro e exige do vendedor (pessoa jurídica) garantia integral do carro (novo ou usado) de três meses.

5 – Internet alerta motorista: 30 dias depois de vencida a CNH, ele perde o histórico e deve se submeter a todo o roteiro para obter uma nova, cursando autoescola, fazendo exames  teóricos e práticos etc. NADA DISSO! Ao contrário, o Código até dá uma “colher de chá” ao permitir que ele ainda dirija durante 30 dias mesmo vencida. Depois, é só renová-la para poder continuar dirigindo.

6 – O vendedor do carro usado que deixou de ser fabricado (ou importado) convence o freguês de não haver dificuldade de manutenção graças à lei que exige disponibilidade de peças de reposição durante pelo menos oito anos. NADA DISSO! Esta lei não existe….

7 – Usar o combustível até o finalzinho do tanque pode queimar a bomba elétrica pois ela deixa de ser refrigerada. NADA DISSO! Na verdade, a bomba não é refrigerada externamente pelo combustível, mas por este ao passar dentro dela.

8 – Se o dono do carro flex que sempre usou álcool decidir mudar para gasolina (ou vice-versa), deve esperar o tanque chegar ao final antes de mudar de combustível. NADA DISSO! O motor flex queima só gasolina, só álcool ou um mistura de ambos em qualquer proporção.

9 – Algumas oficinas (autorizadas ou não) a-do-ram oferecer serviços desnecessários no momento da revisão: limpeza de bicos, do corpo da borboleta, troca do rolamento da correia dentada, lubrificação da maçaneta (rsrsrs), limpeza da sonda lambda (impossível de ser realizada) etc. NADA DISSO! Reparar o que não está previsto pela fábrica, só no caso de um comprovado problema de funcionamento.

10 – Quando a batida frontal é inevitável, muito motorista estica os dois braços e segura com firmeza o volante. NADA DISSO! O correto é cruzar as duas mãos sobre o peito para reduzir o risco de fraturas nos membros superiores — isso nos carros atuais com cinto de três pontos, obviamente.

11-  Na hora de buscar o carro zero na concessionária, o dono percebe um risco profundo ou um amassado na carroceria. O vendedor  pede desculpas, diz que o problema será resolvido rapidamente e promete o carro para o dia seguinte. NADA DISSO! Recuse o carro, pois nem a melhor oficina do mundo é capaz de pintar um carro com a mesma qualidade que a fábrica.

12 – Amortecedor se troca aos 30 ou 40 mil km? NADA DISSO! As fábricas de amortecedores insinuam esta troca, mas amortecedor não tem prazo de validade. Pode se estrebuchar aos 10 mil km (numa cratera asfáltica, por exemplo) ou durar mais de 100 mil km, com um motorista cuidadoso e rodando num bom asfalto.

“Nada Disso” de Honra
A Hyundai Motor Brasil soltou o release do Creta e disse que o veículo teria o Stop& Go, uma deslavada mentira. Esse sistema, que faz parte dos sistemas de controle de cruzeiro adaptativo (ACC), permite que se mantenha distância do carro à frente ou mesmo parar, caso aquele pare, reiniciando a marcha automaticamente. O que o SUV sul-coreano tem é o Start/Stop, que desliga o motor e o religa automaticamente nas paradas. Na sua matéria de anteontem sobre o Creta o Bob Sharp não se deixou enganar por essa informação falsa.

BF

(Matéria atualizada em 10/12/16 às 15h10, inclusão do quadro acima)

A coluna “Opinião de Boris Feldman” é de total responsabilidade do seu autor e não reflete necessariamente a opinião do AUTOentusiastas.
(358 visualizações, 1 hoje)


Sobre o Autor

Boris Feldman
Coluna: Opinião de Boris Feldman

Boris Feldman é formado em Engenharia e Comunicação. Foi engenheiro da Metal Leve (fábrica de peças para motores) por 20 anos e editor de diversos cadernos de automóveis. Criou e produziu o programa Vrum em rede nacional pelo SBT, foi piloto de competições e vice-diretor da CBA. É colecionador e diretor do Veteran Car-MG. Além do AUTOentusiastas, assina coluna em jornais e outros portais e tem o programa de rádio Auto Papo em quarenta rádios. Lançou em julho de 2017 e é publisher do portal autopapo.com.br.

Publicações Relacionadas