A FIA anunciou o calendário da F-1 para 2017. A exclusão do GP da Alemanha encolheu a lista de 2016 para 20 provas, número que esteve próximo de cair para 19. A data prevista para o GP do Brasil (12 de novembro) porém, está confirmada  e inserida dentro do bloqueio mostrado no calendário de eventos do autódromo de Interlagos, bloqueio que vai de 11 de setembro a 26 de novembro. Vale destacar que no ano que vem o calendário não tem coincidência com a 24 Horas de Le Mans, dias 17 e 18 de junho; isso deverá permitir que mais pilotos da F-1 participem da clássica competição de resistência.

O calendário a ser anunciado deverá ser este:

26 de março: Austrália, Melbourne
9 de abril: China, Xangai
16 de abril: Bahrein, Sakhir
30 de abril: Rússia, Sochi
14 de maio: Espanha, Barcelona
28 de maio: Mônaco, Monte Carlo
11 de junho: Canadá, Montreal
25 de junho: Azerbaijão, Baku
9 de julho: Áustria, Red Bull Ring
16 de julho: Grã-Bretanha, Silverstone
30 de julho: Hungria, Hungaroring
27 de agosto: Bélgica, Spa
3 de setembro: Itália, Monza
17 de setembro: Cingapura, Marina Bay
1o de outubro: Malásia, Sepang
8 de outubro: Japão, Suzuka
22 de outubro: EUA, Austin
29 de outubro: México, Cidade do México
12 de novembro: Brasil, Interlagos
26 de novembro: Abu Dhabi, Yas Marina

WG

Sobre o Autor

Wagner Gonzalez
Coluna: Conversa de Pista

Jornalista especializado em automobilismo de competição, acompanhou mais de 300 grandes prêmios de F-1 em quase duas décadas vivendo na Europa. Lá, trabalhou para a BBC World Service, O Estado de S. Paulo, Sport Nippon, Telefe TV, Zero Hora, além de ter atuado na Comissão de Imprensa da FIA. É a mais recente adição ao quadro de colunistas do AUTOentusiastas.

Publicações Relacionadas