Já faz alguns anos que a Toyota promove o “Concurso de Arte Carro dos Sonhos” com o objetivo de estimular a criatividade e a imaginação de crianças e adolescentes entre 4 e 15 anos de idade. Uma boa iniciativa para fazer a garotada a continuar desejando carros e os vendo como algo integrado à sociedade, e não como um vilão. E, principalmente, apresentando ideias que um adulto seria incapaz de criar. No último ano foram mais de 850.000 desenhos enviados do mundo todo!

Não há a menor dúvida de que o carro do jeito que conhecemos, cedo ou tarde, vai mudar bastante. Há muitas tendências como a eletrificação e eliminação do motorista, e assim a palavra automóvel fará sentido completo. Carros como os Toyota Supra, Celica e GT2000, ou o Lexus LFA serão cada vez mais de nicho e ainda assim bem diferentes do que já foram. Fica difícil de imaginar que um carro elétrico e/ou autônomo possa aguçar os sentidos como tato, audição e olfato formando um conjunto de sensações que chamo de autoentusiasmo da mesma maneira que um Toyota Supra.

Mas a garotada que vem chegando por aí está cada vez menos exposta a carros realmente emocionantes, e o que antes era um símbolo de ascensão social,  status, atitude, liberdade, está se transformando em um mero equipamento de transporte. OK, o mundo muda. E pesquisas, lá nos EUA, mostram que jovens não tem mais a necessidade de comprar coisas caras como carros e casas. A posse não é mais uma necessidade em uma vida que é mais dinâmica, sujeita a mudanças e que se transforma muito mais rapidamente. A felicidade dos jovens de hoje está mais relacionada a experiências, como viagens e realização de projetos pessoais.

Espera aí!

Claro que não estou falando da gente, de mim que estou escrevendo e de você que está lendo. Nós sempre acreditaremos no autoentusiasmo. E felizmente, esse mundo mais… ou apenas diferente desse que conhecemos, vai demorar um bom tempo para chegar à nossa realidade.

No entanto, muitos de nós temos filhos e filhas e já conseguimos perceber algo no ar. Uma amiga da minha filha, com 16 anos, junto com mais 29 jovens dessa idade de várias partes do mundo, foi convidada por um dos grandes fabricantes para ir até a matriz da empresa. O objetivo era participar de grupos para criar e apresentar ideias e soluções para os problemas de dispersão de atenção ao volante devido à conectividade do mundo moderno. São jovens ditando como os carros devem ser.

Bem, já que esse futuro é inevitável, por que não ajudar a moldá-lo?

Se você tem filhos ou mesmo netos que adoram carros e adoram desenhar, convide-os a participar desse concurso. E também envie-nos os seus desenhos para fazermos uma linda galeria de carros dos sonhos dos filhos de autoentusiastas.

As inscrições podem ser feitas no site: Concurso de Arte Carro dos Sonhos.

Aqui está uma pequena galeria com alguns dos vencedores do concurso da Toyota. Há mais desenhos lindos no site do concurso.

PK



  • Então, descobrimos a origem do design do Prius.

  • Luiz Alberto, não só pode como vai.

  • Luiz Alberto, sem dúvida que é mais seguro viajar de costas, mas como acho desagradável!