Depois de consumir muito dinheiro e dar pouco em troca, a marca Maybach apresentou um conceito para um novo modelo. A marca  havia sido ressuscitada pela Mercedes-Benz em 2002 e vendeu seus modelos 57 e 62 até o final de 2012, com não mais de 3 mil unidades passando às mãos de clientes. Agora pode ter um novo modelo, dessa vez mais interessante visualmente.

O Vision Mercedes-Maybach 6 está sendo mostrado na semana paradisíaca de eventos automobilísticos da Califórnia, mais especificamente no concurso de elegância de Pebble Beach, e vem com um estilo calcado nos grandes e aerodinâmicos cupês dos anos 1930, tendo uma aparência que já deve deixar muita gente com o talão de cheques na mão.

O carro tem pouco mais de 5.640 mm de comprimento, tração nas quatro rodas e 747 cv. O detalhe que pode deixar muitos entristecidos é que são quatro motores elétricos que geram toda essa potência. Dentro do acordo de cavalheiros de que a Daimler participa com a Audi e a BMW, a velocidade máxima é limitada em 250 km/h, e a aceleração de 0 a 100 km/h é estimada em 4 segundos. A autonomia, também estimada, é de 320 km sem recarga de baterias, que ficam sob o assoalho do carro.

As portas asa-de-gaivota, uma das marcas dos carros de sonho da Mercedes, estão presentes para aumentar mais ainda a aura de carro de sonho para milionários. As rodas são enormes, de 24 polegadas de diâmetro, e o interior só foi mostrado em desenhos de computador, sem fotos mostrando algo real.

O cupê é um 2+2, indo no sentido oposto aos modelos que deixaram de ser produzidos há quatro anos, que eram destinados a transportar pessoas no banco traseiro em conforto supremo. Algumas fontes dizem que esse carro é um desenvolvimento da ideia explorada em 2004, quando o Maybach Exelero foi fabricado em apenas uma unidade, a pedido da marca alemã de pneus Fulda, tendo inclusive sido exposto no Salão do Automóvel de São Paulo em 2006, no estande da Stola, empresa italiana de design e engenharia que havia desenhado o carro.

JJ



  • Mr. Car

    Para ser bem sincero, conceito por conceito, gostei mesmo foi do Cadillac Escala. O interior então, ficou uma coisa de louco, sensacional! Por mim, o produziriam exatamente como foi apresentado, apenas se acrescentando outras possibilidades de cores para a carroceria e o interior, além da já mostrada.