Mobi, seu nome sugere mobilidade, facilidade, comodidade e rapidez na locomoção, principalmente urbana. Mas isso não o impede de ser bom na estrada. Viajei com ele e gostei bastante. Seu aspecto estreito, curto e alto dá a errônea impressão de instabilidade. Ledo engano. Ele é estável, firme nas retas e bem bom de curva. A posição de dirigir é cômoda, os comandos são leves, o motor Fire EVO acelera bem, retoma velocidade rápido, é silencioso em baixa e ronca agradavelmente em alta, gasta pouquíssimo combustível, e assim a viagem saiu bem melhor do que o esperado, e mais rápida também, porque algo nele instiga a uma tocada rápida; provavelmente o DNA italiano.

É melhor estradeiro do que seu aspecto sugere

É melhor estradeiro do que seu aspecto sugere

Ele é leve. A versão Like On, a testada, pesa 946 kg. O motor Fire EVO  gera 75 cv a 6.250 rpm e 9,9 m·kgf a 3.850 rpm (álcool). Relação peso-potência de 12,6 kg/cv. Segundo a Fiat, o Mobi acelera do 0 aos 100 km/h em 13,8 segundos e atinge máxima de 154 km/h (álcool). Não são números empolgantes, mas certamente são suficientes e estão na média da categoria.

Não é carro para a família e nem pretende ser, já que em questão de espaço interno ele mais parece um 2+2, onde os que vão à frente vão muito bem, com bastante espaço e conforto, mas os que vão atrás, se tiverem estatura mediana, ali vão só na base da emergência, daqui ali e só. Além do aperto, os apoios de cabeça dianteiros  são integrados aos encostos dos bancos e obstruem a visão de quem vai atrás, criando uma situação meio claustrofóbica. Isso não é “privilégio” do Mobi. O VW up! também tem a mesma solução, mas tem um pouco mais de espaço atrás.

 

Espaço e conforto para os da frente. Já para os de trás...

Espaço e conforto para os da frente, ao contrário dos de trás

É um veículo para solteiros, descasados, ou um segundo carro da família. Sendo assim, não faz sentido reclamar de falta de espaço no banco traseiro ou de pouco volume no porta-malas (215 litros). Seria como reclamar disso no Fiat 500, que, por sinal, tem medidas gerais, entre-eixos, altura, largura, comprimento, bitolas, bem semelhantes às do Mobi. A falta de espaço no banco traseiro não é, portanto, uma crítica; é só a constatação de um fato.

 

Porta-malas de 215 litros. Tem uma caixa móvel. O encosto de banco traseiro, bopartido, rebate

Porta-malas de 215 litros tem uma caixa removível; o encosto de banco traseiro é dividido 1/3-2/3

O volante do Mobi Like On tem regulagem de altura apenas. Porém ele baixa mais que os outros modelos da marca, que, fora a picape Toro, têm a sua posição mais baixa ainda alta em relação aos demais veículos do mercado. Sendo assim, logo achei boa posição de dirigir. Além disso, a perfeita disposição dos pedais, que permitem um fácil punta-tacco, a boa área livre para as pernas e o rápido levantar de giro logo ao primeiro toque no acelerador fecham o bom conjunto que propicia dirigir com facilidade. O trambulador do câmbio é a varão, os engates são leves e curtos. São precisos, e o câmbio aceita trocas rápidas. O único inconveniente notado, que pode ser defeito desta unidade testada e não do modelo em si, é um pequeno “degrau” na aceleração — tipo tecla on/off — bem no início do curso do pedal, o que provoca leves, porém incômodos tranquinhos tanto no início da aceleração quanto no final da desaceleração. Mas isso se faz notar só na cidade, andando devagar, na estrada é imperceptível.

Instrumentos informam a contento, mas o conta-giros “ao contrário” do sentido habitual, o dos ponteiros do relógio e do velocímetro, é estranho

A 120 km/h reais e em 5ª e última marcha o giro é 4.000 rpm. Com o carro vazio, como viajei, nota-se que com um giro mais baixo o motor ainda teria força para manter essa velocidade tranquilamente, porém, imagino que com o Mobi carregado essa relação lhe vá bem. Na estrada, com álcool, fez 13 km/l a 120 km/h no velocímetro. Na cidade, ao redor de 10 km/l. Pode não ser tão econômico como os modernos 3-cilindros recém-lançados. Pode não entregar igual potência. Porém, na prática, no uso, não se pode dizer que está defasado, pois atende perfeitamente bem às necessidades, fora que é um motor bastante elástico, não é de “ficar pedindo” constantes trocas de marchas, e além do mais sua durabilidade está mais que comprovada. Sua pegada mais forte começa a partir de 3.500 rpm.

O motor Fire EVO pode não ser moderno como os novos 3-cilindros, mas cumpre muito bem o seu papel

O motor Fire EVO pode não ser moderno como os novos 3-cilindros, mas cumpre muito bem o seu papel

A suspensão dianteira é McPherson e a traseira eixo de torção, ambas sem barra estabilizadora. Ótimo! Ele não precisa delas. E como é macia a suspensão do Mobi! É impressionantemente macia. Só o dirigindo, e principalmente num piso ruim ou estrada de terra, para acreditar que um compacto como ele pode ser macio assim. Será um ótimo carro para rodar na roça, pois ele passa por costelas de vaca quase como se não existissem. Na cidade é daqueles que não se quer outro, pois é realmente prático, leve, anda rápido, é ágil, vai macio e silencioso, e cabe em diminutas vagas, tem apenas 3.596 mm de comprimento, além de esterçar bem.

Ágil e prático para a cidade. Suspensão incrivelmente macia

Ágil e prático para a cidade; suspensão incrivelmente macia

Admito que eu esperava menos do Mobi, mas ele me surpreendeu agradavelmente bem.

A versão Like On traz, dentre outros, estes equipamentos: alarme antifurto, ar-condicionado, direção assistida hidráulica, computador de bordo, faróis de neblina, Rádio Connect integrado ao painel com RDS, entrada USB e Aux, Bluetooth e função áudio streaming,; rodas são de alumínio e 14”.

Tampa do porta-malas de vidro

Tampa do porta-malas de vidro

Preço do Mobi Line On: R$ 42.300. Nesta cor roxo Mirtilo perolizada: R$ 43.500.

O Mobi mais barato, o Easy, que vem sem assistência de direção ou ar-condicionado, tem preço de R$ 31.900.

 

A rente lembra a da picape Toro

A frente lembra a da picape Toro

AK

Nota: vídeo incluído em 6 de agosto.

FICHA TÉCNICA MOBI LIKE ON
MOTOR
Instalação Dianteiro, transversal
Material do bloco/cabeçote Ferro fundido/alumínio
Configuração / n° de cilindros Em linha / 4
Diâmetro x curso 70 x 64,9 mm
Cilindrada 999 cm³
Aspiração Atmosférica
Taxa de compressão 12,15:1
Potência máxima 73 cv a 6.250 rpm (G) / 75 cv a 6.250 rpm (A)
Torque máximo 9,5 m·kgf a 3.850 (G) / 9,9 m·kgf a 3.850 (A)
N° de válvulas por cilindro Duas
N° de comando de válvulas /localização/acionamento 1 / cabeçote /correia dentada
Formação de mistura Injeção eletrônica no duto
Gerenciamento do motor Bosch, integrando injeção e ignição
ALIMENTAÇÃO
Combustível Gasolina com álcool e/ou álcool
TRANSMISSÃO
Embreagem Monodisco a seco, comando mecânico a cabo
Câmbio / rodas motrizes Transeixo manual / dianteiras
N° de marchas 5 à frente e 1 à ré
Relações de transmissão 1ª. 4,273:1; 2ª. 2,216:1; 3ª. 1,444:1; 4ª.1,029:1; 5ª. 0,838:1; ré 3,909:1
Relação do diferencial 4,200:1
FREIOS
De serviço Hidráulico, duplo circuito em diagonal, servoassistido, ABS
Dianteiros Disco Ø 257 mm
Traseiros Tambor Ø 185 mm
SUSPENSÃO
Dianteira Independente, McPherson, mola helicoidal e amortecedor pressurizado
Traseira Eixo de torção, mola helicoidal e amortecedor pressurizado
DIREÇÃO
Tipo Pinhão e cremalheira, assistência hidráulica
Diâmetro mínimo de curva 9,96 m
RODAS E PNEUS
Rodas Alumínio, 5,5Jx14
Pneus 175/65R14T
Estepe Roda de aço 5,5Jx14, pneu 175/65R14T
PESOS
Em ordem de marcha 946 kg
Carga útil 400 kg
Peso rebocável (sem freio) 400 kg
CONSTRUÇÃO
Tipo Monobloco em aço, hatchback 4-portas, 5 lugares
DIMENSÕES EXTERNAS
Comprimento 3.596 mm
Largura (sem espelhos) 1.685 mm
Altura 1.550 mm (inclui os estrado de teto)
Distância entre eixos 2.305 mm
Bitola dianteira/traseira 1.396 /1.400 mm
Distância mínima do solo (vazio) 171 mm
CAPACIDADES
Porta-malas 215 litros
Tanque de combustível 47 litros
DESEMPENHO
Velocidade máxima (km/h) 151 (G) / 152 (A)
Aceleração 0-100 km/h (s) 14,6 (G) / 13,8 (A)
CONSUMO DE COMBUSTÍVEL (INMETRO/PBE)
Cidade 11,9 km/l (G) e 8,4 km/l (A)
Estrada 13,3 km/l (G) e 9,2 km/l (A)
CÁLCULOS DE CÂMBIO
v/1000 em 5ª 30,3 km/h
Rotação em 5ª a 120 km/h 3.960 rpm
Rotação à velocidade máxima em 4ª 6.200 rpm
Alcance das marchas a 6.750 rpm 1ª 40 km/h; 2ª 77 km/h; 3ª 119 km/h; 4ª 152 km/h
GARANTIA E MANUTENÇÃO
Duração da garantia 3 anos
Revisões, intervalo (km) 10.000
Troca de óleo do motor (km/tempo) 10.000 / 1 ano

 

(1.852 visualizações, 3 hoje)