Este vídeo complementa a matéria “no uso” sobre o Chevrolet Prisma LTZ automático publicada em 17 de agosto de 2016.



Error, group does not exist! Check your syntax! (ID: 7)
  • Alberto, pode nos explicar qual o problema de fazer o motor girar? Parece-me que existe um medo generalizado disso.

    • Lucas

      Oras carambolas, tem que subir rampa em lenta, Bob!!!!

      • Lucas, mas é claro, como foi que não percebi isso!!!

      • Alberto Carneiro

        Se você conhecesse a rampa não faria piadas…

  • Fat Jacck, tem, sim, uma indicação de marchas no painel.

  • Alberto, acredite, o carro é muito silencioso. Merece elogios quanto a isso. O som do vídeo não reflete a realidade.

  • Alberto, é esse “desagrada”, entre outros motivos dos cidadãos “2.000”, que me foge a compreensão. Claro que se busca mais força em baixa rotação, para aumentar a elasticidade do motor. Quanto mais elástico o motor, melhor, amplia-se o seu modo de utilização. Também não gosto de motor “bicudo”, de faixa boa estreita.

  • Alberto Carneiro

    Não é não meu amigo, é o mesmo motivo pelo que se reclama de ficar toda hora reduzindo marcha e rodando com giro alto em carro 1,0 l. Tem gente que gosta, tem gente que não. Explodir motor só se for na cabeça de quem não sabe interpretar um texto.

  • Luís Carlos K., exceto alguns carros esportivos, nenhum carro zero hoje é ruidoso ao funcionar. O Prisma inclusive.

  • Luis Carlos K, incrível você dizer isso, pois muito raramente vejo um carro com som de escapamento alto hoje.

  • Novato, sabendo dirigir bem não há sobre-esforço de embreagem.

  • Felipe, você está certo. Indica a marcha quando no modo manual e só nele. Luzes LED acendem só quando ligamos as lanternas.

  • Danilo, você está sendo injusto, pois o César, amigo meu, é um excelente piloto, excelente, além de gente muito boa.