Nesta segunda-feira, 18 de julho, a Honda atingiu a marca de 500 mil motores de 160 cm³ produzidos na fábrica de Manaus (AM). Reconhecido como o primeiro bicombustível dessa cilindrada no mundo, o motor representa os esforços da fabricante em desenvolver tecnologias que reduzam os impactos ambientais de seus produtos ao se antecipar a regulamentação da segunda fase do Promot 4 (Programa de Controle da Poluição do Ar por Motociclos e Veículos Similares).

O motor de 160 cm³ da Honda foi apresentado ao mercado brasileiro no final de 2014 com o lançamento da NXR 160 Bros. Características como versatilidade e baixo custo de manutenção marcam a motorização que tem capacidade cúbica de 162,7 cm³. Monocilíndrico, conta com sistema OHC (Over Head Camshaft), quatro tempos, arrefecido a ar, injeção eletrônica PGM-FI (Programmed Fuel Injection) e tecnologia FlexOne.

A Honda CG, veículo mais vendido do Brasil com mais de 11 milhões de unidades comercializadas, adotou o motor 160 cm³ em agosto de 2015. A versão 2016 do modelo ganhou dose extra no desempenho: são 14,9 cv a 8.000 rpm se abastecido com gasolina, e 15,1 cv a 8.000 rpm com etanol. O torque máximo é de 1,40 kgf.m a 6.000 rpm e 1,54 kgf.m a 6.000 rpm, respectivamente.

JJ

(99 visualizações, 1 hoje)