Faleceu hoje em São Paulo, nas primeiras horas da tarde,  o fotógrafo e diretor de Fotografia da Quatro Rodas, Marco de Bari. Paulistano, 53 anos, era casado e tinha uma filha. Assim com seus amigos, nós do AE estamos consternados, principalmente pela maneira como tudo aconteceu.

Ele e o assistente Daniel Guedes Fernandes Dionízio, de 25 anos, estavam terça-feira última numa sessão de fotos de um veículo num estúdio alugado no bairro Vila Leopoldina, quando um suporte de fileira de holofotes se desprendeu do teto e os atingiu. Marco sofreu o golpe na cabeça e teve afundamento da caixa craniana. com consequente e séria concussão cerebral, enquanto seu assistente teve as duas pernas atingidas, uma decepada. Marco foi levado de helicóptero para o Hospital das Clínicas, onde foi submetido a cirurgia. Seu estado era crítico e hoje não resistiu. O assistente Daniel continua internado no mesmo hospital e seu estado é grave.

Marco de Bari estava há quase 30 anos na Quatro Rodas, começou a se dedicar à fotografia aos 16 e fez sua primeira foto de capa para a revista em 1989. Autor de mais de 200 capas, dono de milhares de imagens publicadas e diversos prêmios de fotografia, era considerado o melhor fotógrafo automobilístico do país.

A foto de abertura foi feita no metrô de Tóquio, numa de suas centenas de viagens ao exterior a trabalho.

Eu já o conhecia, mas começamos a ter contato de fato quanto entrei para a Quatro Rodas em junho de 1992. Tipo do sujeito afável, educado, era um prazer ter um colega como ele.

Alguns meses depois veio o meu teste do Ferrari F40 e foi ele o autor das fotos espetaculares tanto na pista de testes da Freios Varga, em Limeira, quanto no aeroporto de Viracopos.

F40bari 2

Marco de Bari fez essa foto na caçamba de uma Fiat Pick-up, estávamos no campo de provas da Freios Varga; QR de novembro de 1992

Todos sabemos que morte chega um dia, mas perdermos uma pessoa maravilhosa como o Marco, nessas circunstâncias, dói muito.

Paulo Keller, editor-geral do AE, também fotógrafo e responsável por fotos e vídeos do AE, disse: “Eu o conhecia, mas não tinha contato com ele. Não ao menos no campo físico. No entanto, muitos de seus trabalhos me inspiram até hoje quando fotografo. Ele se foi, mas seu legado permanece e de alguma forma contínua vivo na inspiração de outros fotógrafos e artistas.”

Resquiescat in pace, amigo Marco Bari.

BS e toda a equipe do AE

(110 visualizações, 1 hoje)


Sobre o Autor

Bob Sharp
Editor-Chefe

Um dos ícones do jornalismo especializado em veículos. Seu conhecimento sobre o mundo do automóvel é ímpar. História, técnica, fabricação, mercado, esporte; seja qual for o aspecto, sempre é proveitoso ler o que o Bob tem a dizer. Faz avaliações precisas e esclarecedoras de lançamentos, conta interessantes histórias vividas por ele, muitas delas nas pistas, já que foi um bem sucedido piloto profissional por 25 anos, e aborda questões quotidianas sobre o cidadão motorizado. É o editor-chefe e revisor das postagens de todos os editores.

Publicações Relacionadas