Faleceu hoje em São Paulo, nas primeiras horas da tarde,  o fotógrafo e diretor de Fotografia da Quatro Rodas, Marco de Bari. Paulistano, 53 anos, era casado e tinha uma filha. Assim com seus amigos, nós do AE estamos consternados, principalmente pela maneira como tudo aconteceu.

Ele e o assistente Daniel Guedes Fernandes Dionízio, de 25 anos, estavam terça-feira última numa sessão de fotos de um veículo num estúdio alugado no bairro Vila Leopoldina, quando um suporte de fileira de holofotes se desprendeu do teto e os atingiu. Marco sofreu o golpe na cabeça e teve afundamento da caixa craniana. com consequente e séria concussão cerebral, enquanto seu assistente teve as duas pernas atingidas, uma decepada. Marco foi levado de helicóptero para o Hospital das Clínicas, onde foi submetido a cirurgia. Seu estado era crítico e hoje não resistiu. O assistente Daniel continua internado no mesmo hospital e seu estado é grave.

Marco de Bari estava há quase 30 anos na Quatro Rodas, começou a se dedicar à fotografia aos 16 e fez sua primeira foto de capa para a revista em 1989. Autor de mais de 200 capas, dono de milhares de imagens publicadas e diversos prêmios de fotografia, era considerado o melhor fotógrafo automobilístico do país.

A foto de abertura foi feita no metrô de Tóquio, numa de suas centenas de viagens ao exterior a trabalho.

Eu já o conhecia, mas começamos a ter contato de fato quanto entrei para a Quatro Rodas em junho de 1992. Tipo do sujeito afável, educado, era um prazer ter um colega como ele.

Alguns meses depois veio o meu teste do Ferrari F40 e foi ele o autor das fotos espetaculares tanto na pista de testes da Freios Varga, em Limeira, quanto no aeroporto de Viracopos.

F40bari 2

Marco de Bari fez essa foto na caçamba de uma Fiat Pick-up, estávamos no campo de provas da Freios Varga; QR de novembro de 1992

Todos sabemos que morte chega um dia, mas perdermos uma pessoa maravilhosa como o Marco, nessas circunstâncias, dói muito.

Paulo Keller, editor-geral do AE, também fotógrafo e responsável por fotos e vídeos do AE, disse: “Eu o conhecia, mas não tinha contato com ele. Não ao menos no campo físico. No entanto, muitos de seus trabalhos me inspiram até hoje quando fotografo. Ele se foi, mas seu legado permanece e de alguma forma contínua vivo na inspiração de outros fotógrafos e artistas.”

Resquiescat in pace, amigo Marco Bari.

BS e toda a equipe do AE



  • Mr. Car

    Que acidente horrível, e de forma tão incomum! Quando li a notícia em outro site, sem maiores detalhes, pensei que tinha sido acidente com algum carro que a revista estaria testando, e onde ele pudesse estar. Com a internet, faz tanto tempo que não compro revistas de carros (muito eventualmente) que nem estou familiarizado com os nomes dos atuais fotógrafos, nem de nome o conhecia. Meus sentimentos aos amigos e familiares, e que a outra vítima se recupere e tenha forças para seguir a vida daqui por diante. Lamentável. RIP.

  • CorsarioViajante

    Nossa, que acidente trágico e que grande perda. Desejo muita força para a família e que o assistente atingido se recupere!

    • Corsário, estão tentando salvar a outra perna, muito triste tudo.

      • Antônio do Sul

        E eu, na minha ingenuidade (ou burrice, mesmo), torcendo para que conseguissem reimplantar a perna que foi decepada…O triste é que, provavelmente pela negligência de alguém, uma vida foi perdida, outra vida não será mais igual e duas famílias foram afetadas. Desejo que o Marco esteja bem onde estiver, que o Daniel consiga superar a sua limitação física e que as respectivas famílias tenham forças para superar esse evento trágico. Por fim, desejo também que a Polícia Civil seja rigorosa na condução do inquérito que apurará as responsabilidades, que o Ministério Público também faça a sua parte e que o juiz aplique aos responsáveis uma pena justa.

  • Wendel Cerutti

    achei que fosse acidente de carro antes de ler . lamentavel , traumatico , enfim , triste mesmo .

    • Davi Reis

      Também imaginei. A vida sabe mesmo ser irônica.

  • Piero Lourenço

    Muito triste!

  • Ilbirs

    Muito triste essa notícia e desejo que familiares e entes queridos do fotógrafo sejam amparados neste momento difícil. E, claro, sigo orando pelo Daniel.

  • Alberoni Jr

    Meus sentimentos à família de Marco. E que o Daniel se recupere logo.

  • Alexandre, palavras grandiosas.

  • G. Vilchez

    Bob, peço licença para colocar aqui um pequeno registro sobre o trabalho do Marco de Bari.
    Parecia ser uma pessoa muito boa e generosa. Certamente fará falta.
    https://youtu.be/Igklu_lbfEk

    • G. Vilchez, nem precisava pedir licença. Uma pena mesmo. Era uma pessoa pura.

  • Davi Reis

    Meus sentimentos à família e muita força e coragem para seu colega ferido. Que acidente horripilante, pelos céus. Espero que as investigações cabíveis sejam conduzidas como se deve, um suporte de holofotes não pode cair assim, sem mais nem menos.

  • marcio pessoa de faria neto

    Apuração rigorosa. É o mínimo que se espera depois de um acidente assim. Não só para apontar eventuais culpados,mas acima de tudo, para que coisas assim não se repitam mais!. Torço pela plena recuperação do Daniel e aproveito para externar meus sentimentos à família do Marco. Assim como muitos aqui,eu não o conhecia,mas o seu trabalho sim, pois tenho muitas edições da QR. em minha coleção, inclusive a edição de novembro de 1992. Que Deus abençoe a todos.

  • Fat Jack

    Muito triste a notícia.
    A forma do seu falecimento é tão inusitada que chega a ser surreal…
    Meus mais sinceros pêsames aos colegas e familiares.

  • Marcelo R.

    Nossa! É o Daniel do Flashback? Meu Deus! Espero que ele se recupere e meus pêsames a família do Marco.

    • Fernando

      Sim Marcelo, estamos todos dando apoio, sabendo que ele se recuperará bem.

  • REAL POWER

    Que familiares e amigos tenham força para superar a perda, que no início é muito dolorosa. Que após esse período fique apenas a saudade dos bons momentos vividos e se encontre a alegria de viver plenamente suas vidas, até o reencontro. https://www.youtube.com/watch?v=yutlCq_cqAo

  • LucianoNR

    Numa viagem a Los Angeles, reconheci o jornalista Paulo Campo Grande no café da manhã de um hotel. Era assíduo leitor de 4R, então dei um cumprimento e tal. Quem estava ao lado dele que foi extremamente simpático, puxou papo, falou dos testes que iriam fazer lá, teste do Cruze que viria para o Brasil. Não o reconheci pois ele nunca aparecia nas fotos da revista, obviamente. Era o Marco de Bari. Minha esposa chegou a comentar da simpatia dele. Gente fina. Uma pena.

  • Marco de Yparraguirre

    Que desgraça, lamentável. Um sábado triste.

  • Rinno Di Jenno

    Este nome foi muito presente na minha vida desde os meus anos, quando comecei a ler revistas sobre carros, foi ele que fez fotos que nunca vou esquecer na Quatro Rodas. Lamentável.

  • RoadV8Runner

    Quando tinha sabido desse lamentável acidente jamais poderia imaginar que uma das pessoas envolvidas era o Marco de Bari. Na época que fui assinante da revista Quatro Rodas, sempre que iniciava a leitura de uma matéria, lia primeiro quem eram o autor e fotógrafo. Ao ver o nome do Marco, já sabia que viriam boas fotos pelo caminho.
    Meus sentimentos aos familiares e amigos, que Deus conforte a todos. Desejo força também ao Daniel e seus familiares. Que ele consiga superar esse lamentável ocorrido.

  • Daniel S. de Araujo

    “Compartilhar o sonho”. Definição precisa para nós que, algum dia sonhamos (e ainda sonha porque crescemos e o sonho não acaba) ser esses heróis que muitas vezes mal aparecem numa fotografia mas que compartilham e alimentam esse sentimento.

  • Eduardo Pinetti

    Realmente uma tragédia inominável. Desde sempre li a Quatro Rodas e a assinatura inconfundível de suas fotos estava estampada nas melhores matérias da revista. Descanse em paz.

  • Para quem não o conheceu. O Bari era um sujeito 100%. Bom cara. Bom coração. Divertido. Inteligente. Trabalhador. Animado. Perfeccionista. Nunca chato. Compreensivo. Atento. Olhar de artista, via cenas lindas onde não víamos nada, daí mandava parar o carro e tirava uma baita foto linda. Um amigão dos amigos. Bom pai. Bom filho. Estar com ele era estar próximo da felicidade. E não estou dizendo essas coisas como praxe, mas como fato. Muita gente vai sentir muito a sua falta. Ele se foi, mas vai continuar sendo amado.

  • Mineirim

    Marco de Bari tirava fotos maravilhosas, dando vida às máquinas.
    Lamentável essa morte trágica.
    Descanse em paz.

  • Lemming®

    Não acredito em acidente. Uma peça qualquer não cai em sua cabeça se não tiver sido muito mal e porcamente instalada. Alguns comentários dão a entender como fatalidade.
    Revoltante como brasileiro adora panos quentes.
    Meus pêsames à família e que o assistente se recupere da melhor forma possível.