O VW Jetta Highline TSI passou pelas mãos do Roberto Agresti no Teste de 30 Dias iniciado em 20/04/2015 e praticamente tudo dele se falou. Mas é sempre bom revisitar carros, acaba-se aprofundando a análise. É como ver um filme de novo. Este sedã é daqueles que “estão na medida” em todos os aspectos. Tudo nele parece casado, harmônico, feito por quem realmente gosta e entende de automóvel. Os “plataformeiros” de plantão torcem o nariz para ele porque a plataforma “é velha”, a PQ35, não a cantada em prosa e verso MQB. E daí? O monobloco é rígido, as suspensões (McPherson/multibraço) funcionam como devem, o carro é ágil e preciso, uma rocha em linha reta, mesmo sem recorrer a ângulos de cáster absurdos.

A direção com assistência elétrica tem perfeita indexação à velocidade e centro definido. A suspensão absorve bem pisos longe da perfeição como o da cidade de São Paulo e nas curvas parece estar sempre num hipotético modo Sport. O conjunto motor-câmbio é primoroso e pelo números de fábrica o Jetta Highline alcança 241 km/h e vai de 0 a 100 km/h em 7,2  segundos. Portanto é um sedã-canhão. O Cx 0,296 e área frontal corrigida de 0,648 m² contribuem para tal desempenho.

20160626_140539

Linhas do Jetta não deixam dúvida de qual é o seu país de origem

Os pneus são 225/45R17W (Bridgestone Turanza ER300) com rodas de alumínio de 7″ de tala, mas o estepe é temporário, de aço, com pneu Hankook Ventus Prime² 205/55R16V, embora sem recomendação de 80 km/h de velocidade máxima. Grande parte do excelente comportamento é creditado aos pneus. Aliás, surpreendi-me com a resistência desses Bridgestone, pois caí em dois buracos duas vezes em que esperei pelo esvaziamento do pneu dianteiro direito, mas nada aconteceu.

20160626_140135

Bridgestone Turanza ER300, resistência a buracos; direção toda esterçada e roda com pouco câmber negativo: pouco cáster, bom

Esse Jetta é feito no México, na fábrica VW em Puebla, mas é como se viesse de Wolfsburg. Esse que andei é da cor metálica azul Silk, que requer pagamento adicional de R$ 1.278 ao preço básico de R$ 109.050.  O teto solar de vidro, inclinante/deslizante, é um opcional isolado e custa R$ 4.681, mas retribui com o prazer de dirigir e o bem-estar a bordo.

Há dois pacotes de opcionais, o Exclusive e o Premium (ver os itens no final após a ficha técnica), de R$ 5.121 e R$ 11.424, respectivamente, o que pode elevar o preço máximo a R$ 122.359 se for a pintura perolizada preto Mystic.

O motor 2-litros turbo de 211 cv a 5.500 rpm com torque de 28,6 m·kgf a 2.000 rpm é a gasolina somente — mais um para a recomendação “compre antes que vire flex — e nas saídas de semáforos faz o Jetta “limpar a rua à frente”, tal sua disposição para acelerar. O controle de tração nesses momentos atua mas sem exagero, não atrapalha, embora não possa ser desligado; o mesmo com o controle de estabilidade. Essa disposição para um carro de 1.376 kg é notável.

20160626_142145

Um motor a gasolina brilhante, é torcer para que nunca vire flex

O câmbio robotizado de duas embreagens em banho de óleo, de seis marchas, funciona à perfeição e trocas manuais podem ser feitas pela alavanca ou pelas borboletas atrás do volante. Mesmo em drive há indicação da marcha em uso no painel. A 6ª é de 50,4 km/h por 1.000 rpm, para 120 km/h a 2.380 rpm, perfeito e sossegado. O consumo rodoviário é 12,5 km/l pelo padrão do Inmetro, mas cheguei a 13 km/h numa autoestrada com ar-condicionado ligado. Na cidade, pelo mesmo órgão, roda 9,4 km/l, mas por vezes consumiu um pouco mais, 9 km/l, por conta do trânsito muito denso esses dias. O tanque de gasolina poderia ser um pouco maior, 55 litros é pouco para o porte do Jetta. Cinco litros mais seria o ideal.

O ponto alto deste sedã é mesmo espaço para ocupantes e bagagem. Dois sentam-se com total conforto no banco traseiro, o espaço para pernas é amplo, mas o passageiro do meio tem diante de si o prolongamento do console de túnel (com saída de ar-condicionado), o que incomoda um pouco. O porta-malas é de 510 litros, excelente, e na tampa há maçaneta para abertura por dentro, útil para crianças arteiras ou para quem foi ali foi colocado contra a vontade. Infelizmente as dobradiças são normais, “pescoço-de-ganso”, não mais pantográficas como era até 2011. Há engates Isofix  e pontos de fixação superior para a colocação de bancos infantis.

Para a segurança passiva, seis bolsas infláveis (duas frontais, duas laterais e duas de cortina para as duas fileiras de bancos). Os cintos dianteiros contam com pré-tensionador, limitador de carga e ajuste de altura na coluna. O modelo recebeu cinco estrelas do Latin NCAP na proteção de adultos em testes de impacto frontal e lateral. Para crianças de 18 meses a três anos, quatro estrelas.

O Jetta Highline traz inúmeros detalhes que agradam. Por exemplo, pode-se soltar os encostos do banco traseiro por botões na parte superior da “boca” do porta-malas; no console de teto há porta-óculos; são quatro alças de teto e não as habituais três; há DRL (opcional) que mantém luzes traseiras desligadas; há luzes de leitura traseiras, portanto individuais; descansa-braço central escamoteável no banco traseiro; o porta-luvas tem dois “andares”; o espelho interno eletrocrômico (opcional) pode ser desligado; os espelhos externos são “antimotoboy”, podem ser dobrados  eletricamente (opcional). Mas, adivinhe, não tem faixa degradê no para-brisa, mas em compensação há o cada vez mais raro e de que faço questão bate-pé para o motorista. Viva o México!

Não tem câmera de ré, mas os sensores de obstáculos atrás e à frente ajudam muito bem nas manobras. Não tem também o sistema desliga-liga que o mercado está pedindo hoje — sem problema para mim, até prefiro.

Conectividade

O Jetta Highline básico vem com o Composition Media, central multimídia com tela tátil de 6,3″, em cores e de alta resolução. Dentro do pacote Premium há o sistema de infotenimento Discover Media, que traz rádio e leitor de CD, tela tátil, duas entradas para SD-Card, Aux-in, porta USB, Bluetooth, App-Connect e navegação.

20160626_141211

O bom sistema de infotenimento Discover Media

O App-Connect permite espelhamento do smartphone com as plataformas MirroLink (Android) e Carplay (Apple) e também com o Sistema Android Auto, preparado para os futuros lançamentos de smartphones da Google. Esses sistemas proporcionam a reprodução e operação da tela do telefone celular, como se fosse um espelho, e sem comprometer a segurança ao dirigir.

É possível parear dois celulares simultaneamente e operar telefone e áudio (streaming). Permite ainda escutar as mensagens de texto (SMS) do celular por meio meio dos alto-falantes e também respondê-las com o mesmo formato por comando de voz. O navegador traz o MapCare, que permite atualização periódica por toda a vida do veículo. Fotos, vídeos e músicas em diversos formatos são mídias que podem ser lidas.

Essa revisita serviu, enfim, para comprovar mais uma vez que  Jetta Highline 2,0 TSI é mesmo daqueles carros que dão dó de serem estacionados.

BS

Mais fotos, depois tem a ficha técnica e a lista de equipamentos de série e opcionais.

FICHA TÉCNICA VW JETTA HIGHLINE 2,0 TSI 2016
MOTOR
Tipo EA888, quatro cilindros em linha, turbo com interrestriador, duplo comando, corrente, quatro válvulas por cilindro, variador de fase na admissão, gasolina
Diâmetro x curso 82,5 x 92,8 mm
Cilindrada 1.984 cm³
Material do bloco e do cabeçote Ferro fundido e alumínio
Taxa de compressão 9,8:1
Potência máxima 211 cv a 5.500 rpm
Torque máximo 28,6 m·kgf a 2.000 rpm
Formação de mistura Injeção direta
TRANSMISSÃO
Tipo Câmbio robotizado VW de duas embreagens, 6 marchas à frente e uma à ré, tração dianteira
Relações das marchas 1ª 3,462:1; 2ª 2,050:1; 3ª 1,300:1; 4ª 0,902:1; 5ª 0,914:1; 6ª 0,756:1; ré 3,989:1
Relações de diferencial 4,059:1 e 3,136:1
SUSPENSÃO
Dianteira Independente, McPherson, mola helicoidal, amortecedor pressurizado e barra estabilizadora
Traseira Independente, multibraço, mola helicoidal, amortecedor pressurizado e barra estabilizadora
DIREÇÃO
Caixa de direção Pinhão e cremalheira com assistência elétrica indexada à velocidade
Relação de direção 15:1
Voltas entre batentes 3
Diâmetro mínimo de curva 11,1 m
FREIOS
Dianteiros A disco ventilado de Ø 312 mm
Traseiros A disco de Ø 272 mm
Controle ABS, distribuição eletrônica das forças de frenagem
RODAS E PNEUS
Rodas Alumínio, 7Jx17, estepe aço 6,5Jx16
Pneus 225/45R17W, estepe 205/55R16V
CONSTRUÇÃO
Arquitetura Monobloco em aço, sedã 4-portas, cinco lugares, subchassi dianteiro e traseiro
Coeficiente de arrasto (Cx) 0,296
Área frontal 2,19 m²
Área frontal corrigida 0,648 m²
DIMENSÕES
Comprimento 4.659 mm
Largura com espelhos/sem espelhos 2.020 mm/1.778 mm
Altura 1.473 mm
Entre-eixos 2.651 mm
Bitola dianteira/traseira 1.535/1.538 mm
CAPACIDADES E PESOS
Porta-malas 510 litros
Tanque de combustível 55 litros
Peso em ordem de marcha 1.376 kg
Carga útil 574 kg
DESEMPENHO
Velocidade máxima 241 km/h
Aceleração 0-100 km/h 7,2 s
CONSUMO DE COMBUSTÍVEL (INMETRO/PBEV)
Cidade 9,4 km/l
Estrada 12,5 km/l
CÁLCULOS DE CÂMBIO
v/1000 em 6ª 50,4 km/h
Rotação a 120 km/h em 6ª 2.380 rpm
Rotação à vel. máxima em 5ª 5.800 rpm

 

JETTA HIGHLINE 2.0 TSI 2016 – EQUIPAMENTOS DE SÉRIE
CONFORTO E COMODIDADE
Acendedor de cigarros e cinzeiro
Acionamento elétrico dos vidros dianteiros e traseiros
Ajuste elétrico dos espelhos externos
Ar-condicionado digital automático de duas zonas
Assistente de partida em rampa (2″)
Banco do motorista com ajuste lombar manual
Banco traseiro com 3 apoios de cabeça
Banco traseiro com encosto bipartido 1/3-2/3
Bancos dianteiros com ajuste de altura
Controle automático de velocidade
Descansa-braço entre os bancos dianteiros com porta-objetos, ajuste longitudinal e de altura
Espelhos externos com aquecimento e repetidoras de setas
Faróis e luz traseira de neblina
Gaveta sob o banco do motorista
Iluminação ambiente interna
Iluminação da placa de licença com LED
Iluminação no porta-luvas com refrigeração
Keyless – sistema de alarme com comando remoto
Luzes de leitura dianteiras e traseiras
Mostrador multifuncional em cores com computador de bordo
Para-sóis com espelho e iluminação
Rede porta-objetos no porta-malas
Revestimento dos bancos em material sintético imitando couro
Rodas de alumínio de 17″ Lancaster com pneus 225/45R17
Sensor de obstáculo traseiro e dianteiro
Sobretapetes dianteiros e traseiros
Tomada 12 V no console central, dianteira e traseira
Travamento central elétrico com controle remoto
Volante multifuncional de 3 raios em couro com comandos de rádio, computador de bordo, controle automático de velocidade e borboletas
SEGURANÇA
Alerta de perda de pressão dos pneus
Aviso sonoro e luz de advertência para cintos dianteiros não atados
Bloqueio eletrônico do diferencial EDS e XDS (vetoração)
Cintos dianteiros com pré-tensionador, limitador de carga e ajuste de altura na coluna
Cintos traseiros de retráteis de 3 pontos (3)
Controle de estabilidade
Controle de tração
Engates Isofix para dois bancos infantis com fixação superior (top tether)
Seis bolsas infláveis (2 frontais com desativação no lado do passageiro), 2 laterais e 2 de cortina
ÁUDIO
Oito alto-falantes
Sistema de infotenimento Composition Media com App-Connect, toca-CD, tela tátil de 6,3″, sensor de aproximação, Bluetooth, MP3,  SD-Card e Aux-in
EQUIPAMENTOS OPCIONAIS
Pacote Exclusive: bancos esportivos com revestimento em couro Vienna e aquecimento; espelhos externos rebatíveis com repetidores de setas e com aquecimento; retrovisor interno eletrocrômico; porta-revistas no encosto dos bancos dianteiros; sensores de chuva e crepuscular com função de aproximação e afastamento do veículo
Pacote Premium: pacote Exclusive, mais: banco do motorista com ajustes elétricos (perde a gaveta sob o banco); faróis bixenônio com DRL em LED, ajuste dinâmico da altura do facho e luz de conversão dinâmica; sistema de infotenimento Discover Media com rádio e toca-CD, tela tátil de 6,3″, comando de voz, sensor de aproximação, Bluetooth, entrada para dois SD-Cards, cabo de interface para iPod/iPhone e navegador; sistema Kessy (acesso ao veículo sem o uso da chave e botão de partida do motor)
Teto solar elétrico
(1.534 visualizações, 2 hoje)