Autoentusiastas Autoentusiastas Autoentusiastas Autoentusiastas Autoentusiastas Autoentusiastas Autoentusiastas Autoentusiastas TORNEIO INTERLAGOS DE REGULARIDADE NOS DIAS 14 E 15 DE MAIO – Autoentusiastas

O Torneio Interlagos de Regularidade de 2015 prossegue nos próximos dias 14 e 15 de maio (sábado e domingo) com a realização da 4ª etapa denominada “Etapa Crispim”, homenagem ao mecânico-chefe da equipe Vemag de competição, Miguel Crispim Ladeira.

PROGRAMAÇÃO

Categorias

Os veículos admitidos se dividem em duas categorias:
Clássicos – fabricados até o final de 2000
Modernos – fabricados após 2000

São admitidos todos os tipos de veículos, exceto aqueles de transporte de carga não coberta por carroceria. Esta, se coberta, tem de ser obrigatoriamente original da fabricante do veículo.

Dias e horários

Clássicos – 14 de maio
Briefing (obrigatório): 11h00
Prova: 12h45, 45 minutos de duração

Modernos – 15 de maio
Briefing (obrigatório): 7h45
Prova: 9h00, 45 minutos de duração

Tripulação
É facultativo só piloto ou piloto e navegador para as duas categorias

Inscrições

Valor: R$ 500,00 (Individual) e R$ 600,00 (Dupla)

Nos dias 10/5 (3ª feira) e 11/5 (4ª feira), entre 14h00 e 20h00, o organizador Jan Balder estará no estabelecimento High Clean, na rua Nicolau Barreto, 22, Vila Cordeiro/Brooklin (mapa abaixo), onde inscrições poderão ser feitas com desconto de R$ 100,00 em relação ao valor normal, a saber, R$ 400,00 (individual) e R$ 500,00 (dupla).

mapaclean

Após 20h00 do dia 11/5 inscrições só poderão ser feitas nos dias do evento de cada categoria até uma hora antes do briefing e pelo preço cheio.

O regulamento completo está disponível no site do Torneio Interlagos de Regularidade.

Jan Balder convida todos a participar e a se divertir explorando as verdadeiras qualidades dos seus veículos num ambiente seguro e longe dos radares, além de contar com toda a segurança de um autódromo que recebe a Fórmula 1.

Para fazer sua reserva de inscrição, envie um e-mail para jbalder@terra.com.br e peça que lhe envie a ficha de inscrição.

AE

Sobre o Autor

Bob Sharp
Editor-Chefe

Um dos ícones do jornalismo especializado em veículos. Seu conhecimento sobre o mundo do automóvel é ímpar. História, técnica, fabricação, mercado, esporte; seja qual for o aspecto, sempre é proveitoso ler o que o Bob tem a dizer. Faz avaliações precisas e esclarecedoras de lançamentos, conta interessantes histórias vividas por ele, muitas delas nas pistas, já que foi um bem sucedido piloto profissional por 25 anos, e aborda questões quotidianas sobre o cidadão motorizado. É o editor-chefe e revisor das postagens de todos os editores.

  • CorsarioViajante

    Programão! Desejo muito sucesso ao Jan, é mesmo um evento ótimo e que felizmente vem se mantendo com continuidade. Um dia ainda participo!

  • Leonardo Mendes

    É, esse ano ainda não vai ter como participar…
    Quem sabe em 2017!

  • H_Oliveira, também vi isso ao editar a nota do Jan. Ele mudou as classes realmente.

    • H_Oliveira

      Pois é, agora meu 164 pode rodar junto com os Clássicos! Vamos ver quando poderei retornar.

  • Bob, desculpe a pergunta besta, mas só pra deixar claro: lendo o regulamento, o tempo mínimo para carros modernos é de 2’25″00 (145 segundos), o que, considerando os 4309 metros do traçado, daria uma velocidade média de 29,71 metros por segundo, ou aproximadamente 107 km/h. Então se eu for a uma velocidade média de, digamos, 90 km/h, tudo tranquilo?

    A única vez em que eu participei de um rally de regularidade foi quando a Copa Peugeot passou por Brasília e a Peugeot Sport promoveu um rally assim entre os donos de carros da marca, mas era com trajeto com início e fim em locais distintos, passando pela terra, então prestei mais atenção no tempo gasto para percorrer os trechos do que na velocidade em si.

    • Jambeiro, tranquilo. O importante é a regularidade dentro dos três tempos de volta a escolher.

  • Luciano Ferreira Lima

    Será um enorme prazer apertar sua mão.

  • Bera, problema nenhum em ter pneus com câmaras de ar. Ponha 5 libras a mais.

  • Oi, Erico, tudo bem? No torneio de Maverick 4-cilindros em 1975 corremos com 50 lb/pol². Acho que no rali, que não é velocidade pura, mais 5 lb/pol² é suficiente. Mas nada contra o que Jan recomenda. Quanto mais pressão, menos ela sobe com pneu quente por haver menos flexão.

    • André Andrews

      Depois de tantos anos com meu New Fit, já tenho a pressão ideal para andar bem rápido, sobretudo em curva. Dos 32/30 (seja vazio ou carregado que consta do manual), na frente passo a 40 ou 42 e atrás os mesmos 30.

      Na traseira não vejo necessidade de mais que isso, mas na frente tem de ser tudo isso mesmo. Será que é porque ele tem uma tendência maior que o normal para tender a sair de frente? Lembro que o Arnaldo — com você ao lado — no lançamento dele, num vídeo na Fazenda Capuava, dizia que “sai muito de frente”. E nestas apresentação em pista costumam já aumentar a pressão. O que acha?

      • André, pode continuar assim, se você acha ter atingido o equilíbrio.