Autoentusiastas Autoentusiastas Autoentusiastas Autoentusiastas Autoentusiastas Autoentusiastas Autoentusiastas Autoentusiastas BRASIL DE VERDADE – Autoentusiastas

Agora é trabalhar e recuperar o tempo perdido num Brasil verde-e-amarelo só nosso, livre da mancha vermelha.

“Dos filhos deste solo és mãe gentil, pátria amada, Brasil.”

AE/BS

Sobre o Autor

AUTOentusiastas

Guiado por valores como paixão, qualidade, credibilidade, seriedade, diversidade e respeito aos leitores, o AUTOentusiastas desde 2008 tem a missão de evoluir e se consolidar como um dos melhores sites sobre carros do Brasil. Seja bem-vindo!

  • David Marques, acredito piamente que o Brasil tem jeito. Só que do jeito que vinha de 2003 para cá só poderia dar no que deu. Corja vermelha alguma leva o país à frente.

    • Janduir

      E pensar que se Mário Covas tivesse vivo, teria sido o candidato no lugar do Serra, e acho que a chance de vitória aumentaria… não que o PSDB seja lá essas coisas, mas tem provado que é o menos ruim dos partidos. Não é a toa que em SP governa mesmo com falhas a muito tempo e agora então é que o PT não ganha mais por aqui mas nem com reza…

  • João Lock

    O pior do Brasil, são aqueles analfabetos funcionais com titulo de eleitor na carteira. Enquanto o povo for assim, nada vai mudar de verdade.

    • João Lock, e a demência de a partir de 16 anos um adolescente poder decidir os rumos do país e não poder ser habilitado a conduzir veículos automotores.

  • Marcelo, votar direito o brasileiro vota. O galho é que é fácil enganar o brasileiro. Se as coisas fossem postas às claras, sem enganação, votaríamos direito.
    Espero que essa desgraça toda tenha servido de lição.

    • Marcelo R.

      AK,

      Eu não acho que reeleger a Dilma, eleger o Tiririca, eleger o Collor senador e/ou deixar o Lula em 3º lugar (pau a pau com a Marina Silva) em intenções de voto para a próxima eleição presidencial, conforme a última pesquisa que eu vi, sejam fatos que mostrem que o brasileiro sabe votar direito… Sobre sua frase final, é exatamente isso que eu quis dizer.

      Um abraço!

    • Lorenzo Frigerio

      Que tal votar no Brizola, Moreira Franco, Garotinho, Rosinha, Sérgio “Guardanapo na Cabeça Cabral”. Não é atestado de incompetência eleitoral?

  • Fórmula Finesse

    Estado mínimo, sem conchavos, sem associações ilícitas com empresas privadas, governância firme, que denote um mínimo de segurança ao mercado.
    É hora da grande mudança, o Brasil estava indo para o buraco como a Petrobrás, mas ainda temos uma indústria poderosa, instituições firmes e agropecuária robusta para não virarmos uma nova Venezuela, ainda há tempo – é preciso reconquistar a confiança e fazer o Brasil girar.
    Isso começa hoje!

  • Daniel

    Bota trabalhar gente!!! Mais iniciativa privada e menos governo.

  • caique313131

    Se o Estado não o fizer, empresas privadas é que não o farão. Há sim a necessidade de se cobrar do Estado medidas, e é esse o caminho certo. Não há outro jeito.

  • Mr. Car

    Que o “tchau, querida” tenha sido só um aperitivo. Quero o “adeus, querida”. Adeus definitivo. Dela e de todo aquele lixo que forma sua tropa de choque. Um brinde ao primeiro passo. E a sociedade não pode se desmobilizar. Podem apostar que a quadrilha não vai ficar parada nestes próximos meses. É preciso vigilância.

  • caique313131

    Até que as máquinas de fraude eleitoral que atualmente temos sejam substituídas e revistas por inteiro, não adianta aprender a votar direito. Diversas auditorias, principalmente internacionais, constataram que os votos calculados pelas urnas não condizem com a intenção de voto expressa em diversas localidades.

    • Janduir

      Amigo, as urnas são seguras, o povo é que foi enganado. O PSDB fez auditoria e o que achou de irregular nada. Todas as pesquisas indicavam empate técnico entre Dilma/Aécio. A Urna tem que continuar. O que tem que fazer é apertou o numero do seu candidato, aparece na tela, imprime num papel que cairia numa urna após você ver o nome do seu candidato impresso. E ai seria feita auditoria em algumas urnas pra confirmar se o que está na memória da urna é o mesmo que está na impressão… O que pode dar zica é na hora de lançar no computador central, mas quando encerramos a urna, ela imprimi um relatório em que todos os fiscais de partido anotam os votos dos seus candidatos. E com isso já dá para o partido ter uma ideia da contagem, pois os fiscais vão somando as zonas eleitorais da cidade-estado-etc. Então mesmo alguma mutreta na hora de lançar no computador central, os fiscais ficam com os números impressos de cada seção e dá pra ter uma ideia da soma total… já trabalhei em eleições e quando encerra a urna, os fiscais de partido parecem urubus…

      • Lemming®

        #sqn
        a apuração da eleição foi secreta e matematicamente não poderia dar o resultado que deu.
        sem impressão do voto essa caixa preta não tem valor.
        foi comprovado que é suscetível a mudança do voto em trânsito (enquanto as informações são transmitidas ao tse).
        Agora pergunta o que aconteceu com o técnico que comprovou essa fraude no RJ?
        Devem ter sumido com o coitado.

        • Lemming, tanto não poderia dar o resultado que deu que em meia-hora, de 19h30 às 20h00, a totalização deu uma revertida absurda. Foi tão às caras a fraude que o William Bonner ficou sem voz quando apareceu a contagem final. Lembro-me disso como se fosse hoje.

  • caique, não sei desse caos que você diz, não.

  • leoayala

    O primeiro passo, foi dado. Mas ainda falta o principal: o povo perceber que, quando vai às urnas apertar as teclas, ele faz algo que afeta diretamente o seu futuro e o dos seus amigos e familiares. Esperemos as próximas eleições e, quem sabe, as propostas populistas e demagógicas traduzidas numa cor desapareçam de vez!

  • Para infelicidade do mercado e sua ânsia em vender qualquer coisa para o maior número possível de despreparados, nossa população felizmente começa a ter um perfil de maturidade ( envelhecimento, para os contadores de feijão! ) e isto também influirá na política, onde a cooptação pela farsa de que “não é preciso trabalhar, tem almoço grátis para todos” não irá mais colar…Por isto se roubou tanto como nunca nestes governos “populistas” e estes, mesmo assim, ainda não querem largar as burras enquanto houver algum farelo a ser surrupiado dentro, pois sabem que não haverá uma outra oportunidade para isto…

  • Odenir, é exatamente o que você diz.

  • Leonardo, sem esse passo não seria possível dar outro.

  • Lemming, é o que deve acontecer, agora ele não escapa.

  • Ronaldo, perfeito!

  • Mr. Car

    O problema é que poderiam dirigir, mas sem responder por seus eventuais crimes no trânsito, pois são “di menor”. Daí, para abusar, para não se auto-policiarem em suas atitudes na direção, é um pulo. Falta de experiência é potencializada quando não se tem cuidado. Querem dirigir? Ótimo, mas que respondam como adultos por seus atos. Se não for assim, também sou contra.

    • Mr. Car, e para votar sem serem imputáveis, você concorda?

      • Mr. Car

        Não. Até por ser esta idade muito suscetível às promessas e falácias de uma certa ideologia, e de se idolatrar tipinhos como um tal de “Che” apenas baseados em conversa fiada de professores “engajados” e na própria característica da idade, de ser “contestador”, e “revolucionário”, he, he! Daí levam isto para as urnas, e todo mundo paga o pato.

  • Junior, bem atentos.

  • Alexander, NotTheKing

    Agora é aguardar o Moro trancafiar este nojento apedeuta comunista no fundo de um porão mofado por uns 19 anos.

  • Janduir

    Não vencem mais, sempre terá seus fiéis assim como o malufismo. Não culpo toda a parte pobre por reeleger Dilma, afinal não é fácil você receber um sms na noite anterior da votação e falar que para o bolsa família continuar teria que votar no 13. Um verdadeiro crime. Tenho 2 parentes com celulares Tim que receberam. E a máquina de propaganda petista (comparável a nazista), o João Santana é muito bom. Enganou até mesmo gente de classe média. Tenho uma amiga advogada, bem de vida, e conversando com ela depois da eleição deu pra ver que ela caiu na ladainha petista. Falou que o PT foi o único que ajudou os pobres, e eu disse pra ela que quem começou a ajudar pobre foi o FHC em 2001 com o bolsa escola e ela teimava que tinha sido o Lula (por causa da propaganda). Tive que ir no google e mostrar pra ela. Então não culpo somente os pobres pela reeleição dela. Única vantagem de ela ter ganho foi enterrar de vez as esquerdas no Brasil, pois se ganha Marina ou Aécio o Lula teria muita chance em 2018 se tivesse solto ou indicaria algum poste… É torcer para o Temer fazer um grande time (assim como Itamar em 1992) e bola pra frente…

  • Gleden Casamentos

    Bob e amigos, é como eu postei em minha rede social hoje:

    “Sou pobre, não sou loirinho de olhos azuis, não estudei em colégio particular, não nasci em berço de ouro, trabalho em dois (02 empregos) para poder criar minha filha, manter minha empresa e pagar minhas contas.

    Nenhum FDP defensor do PT veio se oferecer para me ajudar ou pagar minhas contas durante todo o período de crise causado pelo PT, Dilma e aliados. Graças ao meu suor e meu trabalho passei imune pela crise e ainda no 5º ano de operação da minha empresa, foi o melhor começo de ano que já tive em termos de faturamento. E consegui isto graças a uma equipe de colaboradores extremamente competentes e principalmente comprometidos com o projeto Forever Eventos Matrimoniais.

    Agora nego vem com este papo ridículo e retardado insinuando que o que aconteceu é um golpe dos “coxinhas”, da elite, da classe média??? Menos né? Não sei qual tipo de droga vocês usam, mas não se esqueçam que é a classe média que gera empregos e renda no país. Não me incluo na classe média, pois ainda sou pobre. Não sou afrodescendente, mas tenho ascendência indígena, ou seja de acordo com o desGoverno eu sou minoria étnica.

    O que me deixa mais perplexo é que o movimento causado por “psedos-intelectuais”, ou os famosos “socialistas de iPhone” que nunca estudaram em escola pública, nunca andaram de transporte coletivo, nunca precisaram passar em uma consulta em um hospital público (eu mesmo esta noite fiquei 2:30hs no Hospital Pedreira para ver uma dor no meu ombro) e vem querer dar uma de intelectual, insinuar que quem quis a Dilma fora não gosta de pobre??? Me perdoem, mas a droga que vocês usam já deve ter corroído demais o cérebro de vocês. Enfim, chorem a vontade. Felizmente as coisas estão voltando a entrar nos eixos.

    Não sou partidário do PMDB e muito menos do Temer, por acreditar que o PMDB é o partido mais oportunista que existe, se associando sempre ao partido que está no poder, porém infelizmente isto é política e política funciona assim.

    Sei que não haverá milagres e como num passe de mágica o novo presidente Michel Temer acabará com os 10,2 Milhões de desemprego gerado no desGoverno da Dilma, porém houve a mudança e o mercado sinalizava esta necessidade. Ficar mais 02 anos em crise com mais empresas fechando a porta, com o mercado sem credibilidade? Impossível!!! Tenho amigos com formação superior, pós graduados, fluentes em línguas estrangeiras que estão fora do mercado a mais de um ano. Isto não é uma marolinha. Ao menos com a mudança de governo, empresas estrangeiras e investidores voltarão a ter credibilidade no país. Tem muita gente que critica empresas multinacionais que encerraram suas operações aqui. Mas coloque-se no lugar dos investidores estrangeiros: Você investiria seu dinheiro em um negócio deteriorado pela corrupção? (ah é verdade, você do alto do seu conhecimento socialista não sabe o que é ser investidor).

    Se você esquerdista, defensor do socialismo, acha que tudo isto que está acontecendo é golpe e não foi afetado pela crise, sugiro a você, dividir seu salário, seus rendimentos com amigos que estão desempregados. Porque não faz isto? Que tal dividir seu automóvel (quer maior símbolo de capitalismo) com um amigo que perdeu seu bem por não ter condições de quitar o financiamento pois perdeu o emprego? Que tal convidar um amigo que não teve condições de pagar o aluguel de onde morava para morar em um quartinho na sua casa?

    Tenho certeza absoluta que jamais você faria isto e sabe por quê? Porque vocês são da espécie mais contraditória de pessoas que existem na face da terra!!! Vocês defendem o que não vivem só para posar de intelectuais nas redes sociais. Sinceramente, vocês são uns bobalhões!!! (que me perdoem os bobalhões). Tenho pena de vocês!!!”

  • Geovane Paulo Hoelscher

    Aleluia! Que alegria!

    Como dizem os alemães em Blumenau – SC: “Ies gets los” (agora vai começar).

  • Geovane Paulo Hoelscher

    Quem deu o maior golpe de todos foi o PT, que em 14 anos de mandato conseguiu:
    -acabar com a estabilidade financeira,
    -acabar com a esperança do povo brasileiro,
    -só roubaram mas não entregaram nenhuma obra concluída (a tranposição do Rio São Francisco custou três vezes o valor inicial, não está concluída, já está toda deteriorada e precisando de reformas. Se um dia ficar pronta, o Velho Chico já está seco e não terá de onde retirar a água para irrigar o sertão),

    Mas vamos reerguer a cabeça e seguir em frente.

  • Fat Jack

    Acho que o Michel Temer não é o presidente dos sonhos de 90% das mentes verdadeiramente pensantes no Brasil, mas dadas as devidas proporções “é o que tem pra hoje” e se ele conseguir de fato implementar a redução de ministérios e de cargos comissionadores para reduzir os gastos do governo já é um bom sinal e um primeiro passo acertado.

  • Geovane Paulo Hoelscher

    O pior de tudo é saber que, mesmo impedida de governar, a “presidanta” vai continuar recebendo salário integral, vai ficar morando no palácio do planalto com três carros com motorista à disposição, 6 cozinheiros, 4 jardineiros, 2 funcionários para limpeza da piscina, 4 guarda-costas, 4 empregadas domésticas, avião a jato disponível e outras coisas mais.

    E nós, trabalhando para sustentar esta corja.

    Já que foi impedida de governar, deveria ser expulsa e sair de mãos abanando, sem direito a nada.

  • Lorenzo Frigerio

    Sugiro ler as declarações do Barbosão hoje na Folha, que colocam a coisa mais em contexto. Ele não usou a palavra “golpe”, mas deu uma descrição irretocável do que aconteceu.
    http://www1.folha.uol.com.br/poder/2016/05/1770568-impeachment-e-destituido-de-legitimidade-porque-excluiu-o-povo-diz-joaquim-barbosa.shtml

    • Lorenzo, o Barbosão surtou. Pode acontecer com qualquer um.

    • Junior

      Lorenzo, esqueça a Folha, é um jornal esquerdista e não merece confiança. Aliás, hoje temos que ter muito cuidado para selecionar nossas fontes de informação, a maioria está dominada pela esquerda e não são imparciais.

  • Lorenzo Frigerio

    O problema é a imaturidade, que um jovem de 18 também tem; mas é necessário definir uma idade. É a idade da imputabilidade. Sou contra reduzi-la para 16; apenas nos casos de crimes graves acho que poderiam ser julgados como semi-adultos e ser detidos em instituições especiais, como na Europa e EUA.

    • Lorenzo, então menor de 18 anos não deveria poder votar.

  • Lauro Agrizzi

    Este sim foi um dia auto entusiasmante. Fim de um pesadelo. Começo de nova era.
    A Dilma disse bobagens na entrada e na saída não tem jeito.Diz que é golpe mas vai lutar legalmente????.
    Devíamos guardar a foto de despedida da quadrilha para nunca mais esquecermos os seus rostos de bandidos.

  • Fernando

    Não acho legal comemorar o que esta acontecendo, me parece que o povo ainda esta alienado. Temer também assinou os mesmos atos que levou a Dilma a deixar a presidência, ele também é investigado no STF pela chapa ter recebido dinheiro ilegal e acabou de indicar um monte de ministros que estão denunciados na Lava Jato… mas o povo não se importa. Tem até vários governadores que já fizeram as mesmas pedaladas e nada aconteceu.
    Não estou defendendo a Dilma, só ainda não entendi como funciona a política, onde há dois pesos, duas medidas. Para mim, esta situação é muito estranha.

    • Fernando, nada estranho, apenas estão pessoas normais no comando agora. Essa gorda fecal era uma aberração.

      • Fernando

        Normais Bob? Eles também são investigados na Lava Jato… são tão corruptos quanto o PT.
        Creio que o correto seria fazer um plebiscito para o impeachment, se a população quisesse ou não a saída da chapa inteira, PT, PMDB e todos que tivesse na chapa. Se sim ganhasse, faria novas eleições para a população escolher seu novo presidente.
        No meu entender, isto seria democracia, o povo decidir sobre o futuro do país. Do resto é manobras políticas que não sabemos os reais objetivos.
        Mas sei que ninguém concorda com o meu pensamento.

        • Fernando, é, o povo decidiu muito bem sobre o futuro do país em 2002, 2006, 2010, 2014… Você está pretendendo defender a gorda fecal, é? O rito do impeachment está rigorosamente de acordo com a Constituição. E que ideia maluca é essa de plebiscito? Esse povo não sabe votar, está provado. Você não gosta do seu país?

          • Fernando

            Bob, ao contrário. Espero muito que melhore para mim, para ti e para todos.

        • Lemming®

          Quando eleição for coisa séria, no sentido técnico e legal do termo, se poderia falar em votou nesse ou aquele. Mas como foi a eleição com apuração secreta e com máquinas que não são auditaveis quem pode ter certeza de alguma coisa.
          Lembrando que não foi eleita pela maioria e sim por maioria mínima dos votos válidos.
          Ainda tem muita coisa para ser apurada nesse balaio de gato e quem acha que está tudo resolvido?
          Se foram denunciados tem de ser investigados sim.

        • RoadV8Runner

          Plebiscitos poder ser perigosíssimos se usados como uma ferramenta sutil de manobra da população. Com uma boa equipe de pedagogos e psicólogos, é possível formular a pergunta já conduzindo para a resposta pretendida. Governos populistas são mestres em lançar mão de plebiscitos assim, para legitimar arbitrariedades contra o povo.

  • Fernando

    Eu aposto uma caixa de cerveja que isto não será mudado.
    Vão mudar as regras e perder as mordomias…nunca.

    • Fernando, só essa gorda fecal não estar na presidência é um fato a comemorar muito. Essa mulher nos envergonhava.

  • VeeDub

    Cansado…. Mas com esperanças renovadas !

  • Claudio

    Este período de 13 anos vai nos custar caro. Sem ser pessimista vão ser no mínimo outros 13 para recuperar os estrago que fizeram.

  • David Marques

    BlueGopher, se você defende o fim dos monopólios estatais e oligopólios privados e está a favor do livre mercado, regido pela livre concorrência, então você também deveria ser a favor do fim das agências reguladoras, porque são graças a elas que as poucas empresas de cada segmento, extrapolando todos os limites da ineficiência e do comodismo, nos oferecem serviços caros e de péssima qualidade.

    • Lemming®

      #sqn
      quem estuda o liberalismo clássico sabe que o estado mínimo precisa existir para coibir os maus atores do mercado.
      O problema é que temos estado intervencionista aparelhado por pelegos socialistas/comunistas que não fazem seu trabalho.
      Se fizessem o que deveria não há problema. É necessário.

  • braulio

    Acho bonito a comemoração e a esperança. Obviamente não compartilho. Para dizer a verdade, toda vez que se discute política sinto-me burro. Claro que não qualquer burro. Sinto-me na mesma situação do burro de “A revolução dos bichos”. Creio, não sem experiências anteriores que o fato de arrancar um bandido de um lugar não impede que outro assuma o posto. Não estou entre os 25% que recebem benefícios do (péssimo) governo deposto, mas também não faço parte do 1% que tem ações na bolsa e já está comemorando os lucros hoje. Vou esperar, não vou comprar nada (lá vou eu adiar a estufa e o trator de novo…) e espero viver muito, para ver que rumo isso toma.

  • Marco RA

    Só espero que tudo isso não seja uma guinada de 365º nos rumos do Brasil. (sim, 365º)

    • Marco, como assim? Acha que pode ficar tudo na mesma? Nunca!!!

      • Marco RA

        Acho que não Bob. Tenho certeza que várias coisas vão mudar, até radicalmente, como política externa. Acredito que “movimentos sociais” sem CNPJ não vão mais ser ouvidos. Tentativas bolivarianas de controlar a mídia não existirão. Mas já não tenho nenhuma certeza quanto à corrupção. Essa parte acho que mudará pouco. Fica por conta dos 5º a mais da reviravolta.

  • Claudio Abreu

    Discordo do tom otimista, Bob – me admira. Não há o que comemorar.
    Vivemos 13 anos de sonho / pesadelo – qualquer que seja, não corresponde à verdade do que somos.
    Somos um país sem qualquer organização, corrupto, indigente, injusto, sem civilidade, sem esgoto, sem saúde, com poquíssima educação, preguiçoso, leniente, condenado infraestruturalmente – agora, macroeconomicamente. Só pra falar de mercado automotivo (e de máquinas, caminhões, ònibus etc) voltamos a o quê? anos 90?
    A limpeza apenas começou.- e só isso, só essa migalha, é que dá pra comemorar. Arrancaram a seringa, mas somos ainda o mesmo corpo que um dia se viciou e se afundou nas drogas.
    Comemorar que tiramos uma quadrilha do poder? Ótimo.
    Será mesmo que tiramos? Michel Temer, PMDB? Falem sério. Esse país continua a mesma piada de mau gosto. Nada mudou.

    • Claudio, nada pode ser pior para o Brasil do que o PT, ainda mais “reforçado” por essa presença nefasta na presidência. Meu otimismo é a remoção desse obstáculo a um país decente. É claro que os problemas não acabaram, mas agora temos condições infinitamente melhores para sair desse buraco. Antes eram zero e, pior, esse “namoro” com o índio ladrão de refinaria da Petrobrás e com o imbecil do Nicolás Maduro eram altamente preocupantes.

  • Rogério Ferreira

    Eu ainda não estou sossegado, só ficarei quando uma certa “jararaca” for enjaulada em Curitiba. Conhecendo bem a parcela mais humilde do povo brasileiro, e sabendo que dias muito difíceis ainda virão, é certo que Temer não terá a simpatia deste eleitorado, que atribuirá a ele, a responsabilidade de não operar nenhum “milagre” a curto prazo. Neste sentido, a simpatia por Lula há de se reerguer, pois é claro, a população mais humilde associa ele àquela epoca do “ouro de tolo”. Então se ele não for preso, a possibilidade de voltar em 2018 será grande. Aí, meus amigos, vendo tudo que tenho e vou trabalhar numa oficina da Europa, Não é por mim, será por minhas filhas.

  • marcus lahoz

    O povo retirou este exemplo de incompetência do governo. Finalmente podemos respirar e acreditar em um futuro melhor.

  • caique313131

    Concordo em quase tudo com seu ponto de vista. É esse modelo de gestão que defendo, embora não o tenha mencionado no meu comentário inicial. A exceção da minha concordância fica no aspecto de que certas atividades – como a postal, que foi citada por você – devem ficar sob o comando estatal, visto que são de relevância extrema e requerem prerrogativas e obrigações somente disponíveis/imponíveis a entidades públicas.

  • RoadV8Runner

    Sei que o governo que assume está longe de ser a solução, mas só o fato de tirar a vertente comunista de lá, já conta pontos preciosíssimos.

    • RoadV8Runner, eu me lembro de um professor meu dos tempos da redemocratização. Naquele tempo começamos a ter o primeiro governo civil do José Sarney e já pipocavam as primeiras denúncias de corrupção.

      Esse meu professor disse algo muito importante. Ele disse que a ditadura havia eliminado os principais órgãos regulatórios que o Brasil possuía antes do golpe e que os órgãos existentes eram mera fachada. Mas ele disse que todo país é um grande organismo e que só se mantém vivo e saudável quando todos os órgãos funcionam a contento. O Brasil era um país doente, mas mais cedo ou mais tarde seu organismo iria reagir e recolocar seus órgão regulatórios a funcionar direito.

      É bem verdade que demorou. Isso tem quase 30 anos que me foi dito, mas a realidade é essa aí.
      É da época do Sarney dizer que as CPIs terminavam todas em pizza. Nunca que um processo com a seriedade de uma Lava-Jato iria para frente naquela época. Nunca que naquela época o povo faria passeata na Paulista contra a corrupção.

      Ainda falta bastante, mas os órgãos reguladores do Brasil estão voltando a trabalhar como deveriam.
      A Dilma proferiu da própria boca a prova disso. Disse que outros governos praticaram as pedaladas e ninguém reclamou. Ela errou em dizer isso porque o erro dos outros, incluindo do Lula, não justifica o erro dela, mas mais importante que isso é que ela própria expressou que o que antes era tolerado não estava mais sendo.

      Um perigo que os políticos que por hora ficam no poder é não perceber o que ocorre em volta deles. A velha política do toma lá um cargo e pega cá o meu voto não passa mais pela garganta do povo. A velha política de superfaturar obra para tirar uma “comissão” por fora não é mais tolerada.

      Estamos no segundo processo de impedimento de um presidente da República em menos de um quarto de século. As bases para que um processo tão radical para retirar um administrador público incompetente do poder amoleceram e está mais fácil fazer de novo. E se fizemos para presidente, mais fácil ainda fazermos para governadores e prefeitos.

      É bom a classe política acordar e perceber que novos ventos sopram nas nossas velas e que novos rumos tomaremos.

  • Richard

    Só eu que li a “tal ponte para o futuro”? É possível alguém comemorar depois de ler aquilo?

  • Maycon Correia

    Ideias novas e vontade de mudar! Sejam bem vindos e façam por merecer.

  • Paulo César_PCB

    Triste página da história do Brasil, virada. Espero que o povo não se iluda com discursos de quem quer que seja, sobre “mágicas” de suposta justiça social, vida de conforto, segurança, etc., etc, sem que para isso haja trabalho, dedicação, transparência, honestidade, ética, respeito ao próximo e à coisa pública.

    Sem se esquecer que sem amor as coisas não ganham a devida utilidade coletiva. Enquanto se buscar o benefício individual ou de grupelhos, o risco de ser defenestrado de onde se está.

    O bando de saqueadores do país só se “sustentou” porque pagava a marionetes dos “movimentos – massa de manobra – sociais” para servir de figuração ou cenário e aparecer “bonito” na foto. Estes pseudos movimentos vão morrer porque as verbas vão secar.

    Tive um avô comunista, idealista mesmo, pertencia ao famoso “Partidão” desde o começo do século passado até o começo dos anos 60. Viu que os camaradas queriam na verdade era viver nababescamente as custas do poder do estado. Se fosse possível tira-lo da sepultura e perguntar hoje sobre este idealismo “socialista”, sem dúvida ele diria : – Deixe-me fora disso, quero voltar para sepultura.

    Torço para que caia a ficha destes cegos que acreditaram nas falácias do Sapo Barbudo e seu bando. O político só é fiel a política que o sustenta, seja ela de direita ou de esquerda, democrática ou autoritária.

  • Eduardo Sérgio

    “O PT é um partido de trabalhadores que não trabalham, de estudantes que não estudam e de intelectuais que não pensam”. Frase do economista Roberto Campos.

    • Eduardo Sérgio, para mim o erro está na base: um partido sem ideologia no nome.

  • Blakinator, editorial ou opinião de alguém?

  • Tessio R R Bonafin

    Caro, também não gosto do tal coeficiente eleitoral, seria melhor, na minha opinião, pleitos distritais. Porém, essa informação de que apenas 34 foram eleitos diretamente é falsa, “notícia” de Facebook e afins. Quando li isso assustei, e pesquisei outras fontes. Na verdade, os números são mais ou menos o contrário disso. Cerca de 50 foram “puxados” por candidatos eleitos diretamente. Abraços!

  • Tessio R R Bonafin

    Cobrar coerência e fidelidade de ideias de políticos parecer ser um sonho inalcançável, mas não me lembro do PT, enquanto governo brasileiro, emitir qualquer tipo de nota de repúdio, agravo, ou coisa parecida, quando Chavez e/ou Maduro realizaram “reformas” nas leis de seu país para se eternizarem no poder. Pelo contrário, ficavam “babando ovo” e elogiando os crápulas.

  • João Lock, uma simples questão de bom senso: ou pode votar e dirigir com 16 anos, ou não pode nenhum dos dois. Como é hoje é que está errado.

  • David, e que funciona sem falhas.

  • Eduardo Sérgio, perfeito!

  • Lemming®

    Estou estudando há algum tempo o liberalismo clássico e sem essa força mínima de coerção e repressão resta somente anarquia. Repetido exaustivamente no livro Ação Humana de von Mises e outros títulos de Hayek.
    O mercado é grande demais para achar que funcionaria a autorregulação e quando falo e entendo como maus atores falo de comportamentos predatórios e violentos, pois sem nada para frear os lobos as ovelhas são massacradas. Não basta o bom senso.

  • Lemming®

    Citei a fonte. Pelo autor e como entendo não há como não haver o mínimo de regulação. Que é o que eles também defendem. Interpretar o que eles disseram aí cada um entende como quer.
    O mínimo não é defender intervencionismo estatal.

    • David Marques

      Recapitulando: Mises e Hayek defendiam o laissez-faire, a ordem espontânea do mercado, e portanto, a ausência TOTAL do estado na economia. Não confunda o liberalismo clássico com a escola austríaca de economia.