Autoentusiastas Autoentusiastas Autoentusiastas Autoentusiastas Autoentusiastas Autoentusiastas Autoentusiastas Autoentusiastas NOVO CONTINENTAL CHEGA EM BOM MOMENTO PARA A LINCOLN – Autoentusiastas

A divisão Lincoln da Ford, que conseguiu em 2015 ultrapassar a marca das 100 mil unidades vendidas pela primeira vez desde 2008, informou que o novo Continental, seu modelo mais caro e tradicional de sedã, tem cerca de 40.000 intenções de compra, número baseado na quantidade de pessoas que responderam positivamente às indagações a respeito de desejarem ou não mais informações do carro quando ele chegar às concessionárias depois do meio do ano.

O Continental foi mostrado no começo do ano em Detroit, e chegará como modelo 2017. Apesar do estilo muito tradicional, a marca afirma que esse é o carro que irá reinventar a marca para os consumidores, atraindo mais clientes do que hoje existem.

A Lincoln é a concorrente mais óbvia da Cadillac, divisão de topo da General Motors, e seus carros vem tendo evoluções nos últimos anos, calcadas em estilos que geram comentários controversos, algo sempre bom do ponto de vista da propaganda, já que se fazem notados mesmo tendo um volume pequeno para um mercado enorme como o americano.

O primeiro trimestre de 2016 viu as vendas subirem 16% em relação ao ano passado, principalmente devido ao novo suve MKX, que representou 44% das vendas totais da marca em 2015.

A volta do Continental fechará a linha com  o terceiro sedã, e o maior, já que MKZ e MKS são menores, além dos quatro suves.

CTN_1_GalleryexFLIP_11CTN_1_GalleryinFLIP_3

JJ

 

 



Sobre o Autor

Juvenal Jorge
Editor Associado

Juvenal Jorge, ou JJ, como é chamado, é integrante do AE desde sua criação em 2008 e em 2016 passou a ser Editor Associado. É engenheiro automobilístico formado pela FEI, com mestrado em engenharia automobilística pela USP e pós-graduação em administração de negócios pela ESAN. Atuou como engenheiro e coordenador de projetos em várias empresas multinacionais. No AE é muito conhecido pelas matérias sobre aviões, que também são sua paixão, além de testes de veículos e edição de notícias diárias.

  • Mr. Car

    Ai, ai, ai…São coisas como esta que ainda me fazem ignorar o aviso no verso dos boletos de aposta: “as chances de acertar a Sena são de 1 em 50.063.860”.

  • Ilbirs

    O novo Continental tem por marca decisiva ser um carro cujos projetistas decidiram não ter vergonha alguma de mostrar que é um carro de luxo americano que não deseja nem um pouquinho imitar europeus como vem fazendo a Cadillac. Temos um perfil lateral alongado, favorecido pelas maçanetas montadas imediatamente abaixo dos vidros, um nome de fato em vez de um código alfanumérico e também cores ousadas no interior (há a opção de azul, por exemplo) e outros detalhes que não veríamos em carros produzidos do outro lado do Atlântico Norte.
    Esses 40 mil pedidos apenas e tão somente mostram o quão acertada foi a decisão da Lincoln de voltar às origens. Que acabe também com os outros MK(letra) e troque por veículos com nomes de fato.

    • Malaman

      Verdade. Aquelas lanternas traseira tem um quê 100% ianque.

    • Mr. Car

      Rapaz, disse muito bem: não que eu deixe de admirar a escola europeia, mas…VIVA o “american way of cars”, he, he! E eu adoro! Em termos de carro, nada, absolutamente nada, me fascina mais que aquele período que para mim é a expressão máxima do modo americano sobre rodas: as “barcas” dos anos 50. E já que citou, andei vendo em algum site este Lincoln 2017 com interior monocromático azul. Momento de êxtase total deste pobre mortal: lindo, maravilhoso, espetacular, soberbo, he, he!

  • Fernando Bento Chaves Santana

    Foi pena a Lincoln abrir mão de uma estética exterior própria em favor de um desenho genérico, uma bricolagem de motivos estéticos da Bentley, Jaguar e Audi. Mas se não é original, ou se não recupera o legado estético da marca, este novo paradigma promete ser vendável. Particularmente preferia que os novos modelos da marca recuperasse elementos estéticos dos Mark III e Mark IV.

    • Alexander, NotTheKing

      Você está sendo um pouco injusto, o desenho tem alguma inspiração em produtos já lançados, mas sua pareidolia está muito afiada, o carro ficou lindo.

  • Alexander, NotTheKing

    Já achei enorme na foto, imagine ao vivo.

  • Alexander, NotTheKing

    Ahhh, acreditou no hoax? Não seja ingênuo Lemming, só porque o coitado do senhor lá, dono da lotérica, aliás, 3 lotéricas, tem o mesmo nome do ex-deputado.

    Já foi mostrado que são homônimos. São pessoas que acreditam em hoax que promovem agressões físicas e psicológicas em pessoas inocentes.

    Vide o caso da mulher espancada até a morte, por um hoax dizendo que ela fazia “magia negra”. Isso em São Paulo.

    Pode duvidar do sorteio sim, mas você acha mesmo que uma fraude assim os caras iriam colocar alguma pontinha de suspeita?

    Sabe como PODE acontecer uma POSSÌVEL fraude na MegaSena?

    O prêmio é baixo, 10 milhões, eles esperam o sorteio, não deu acertador, eles inserem um bilhete premiado no sistema lá em alguma lotérica do interior, pronto, o laranja vai lá e saca a grana.

    Ou então, o prêmio é alto, 200 milhões, 4 pessoas acertaram eles colocam um quinto ganhador ali, também com nome nada ligado a políticos.

  • Mr. Car

    A lógica nos leva a crer que há falcatrua nos sorteios de loterias, mas como disse um tal de Honoré de Balzac, “o que há de mais belo na vida, são as ilusões da vida”. Por isto continuo jogando, he, he!

  • Lemming®

    Achei suspeito a principio e depois vi que era o caso do homônimo.
    Não acompanhei o caso mas já tinha minhas dúvidas então…hehe