A Mazda anunciou nesta segunda-feira (25), que o milionésimo MX-5/Miata foi produzido na sexta-feira passada (22), na fábrica de Hiroshima, Japão.

O carro tem uma legião de fãs ao redor do mundo, inclusive no Brasil, onde poucas unidades chegaram oficialmente antes da marca decidir abandonar o mercado local.

O Miata foi bem-entendido desde o lançamento como uma reedição dos pequenos esportivos britânicos do pós-guerra, de motor dianteiro e tração traseira, mas sem os problemas de confiabilidade e falta de praticidade destes, agregando a qualidade japonesa a um produto feito essencialmente para o entusiasta, aquele que dirige apenas por prazer quando tem vontade.

A milionésima unidade, mostrada na foto, irá percorrer eventos em alguns lugares importantes, como o Hiroshima Flower Festival em 3 de maio, e o Goodwood Festival of Speed na Inglaterra, em junho. Lá ele participará da corrida de subida de montanha (na verdade uma colina suave), e depois ficará exposto junto com vários outros MX-5 de diferentes épocas, bem como seu sucessor, chamado até agora de RF.

O primeiro Miata foi apresentado em 1989 no Salão de Chicago e começou a ser vendido como modelo 1990 no final de 1989. A atualização corrente é de 2015, que deixou o carro mais leve depois de duas reestilizações que o fizeram perder um pouco da simplicidade e baixo peso.

A milionésima unidade produzida é de especificação japonesa, com motor de 1,5 litro, ao passo que o vendido nos EUA é de 2 litros. A pintura desse carro é na cor vermelho Soul (alma), tradicional da Mazda.

JJ

 



  • Félix

    Um milhão e nenhum é meu! Uma pena mesmo.

  • Vitor Correia

    Feito merecido com certeza.