Da Automotive News

O presidente da Honda Motor Company, Takahiro Hachigo, anunciou ontem em Tóquio que a empresa reforçará seu desenvolvimento de produto, focando em estilo e aumentando as pesquisas, inclusive em carros elétricos.

O esforço começará no início do desenvolvimento para que veículos mais empolgantes sejam criados — algo realmente necessário na marca, pessoalmente falando — com atenção especial para desempenho e estilo.

Na parte de eletrificação, o objetivo é que até 2030 dois terços das vendas globais da Honda sejam de modelos com propulsão diferente da atual por motores de combustão interna puros, ou seja, células a combustível, elétricos e híbridos, muito acima do que hoje respondem por 5% das vendas.

O que o presidente sabe e quer passar a toda a empresa é que produtos mais completos e entusiasmantes são necessários para que a imagem de modernidade e avanço técnico que a Honda criou não seja perdida e nem esquecida pelos mercados. Para isso, uma maior integração ou globalização dos centros de desenvolvimento será levada a efeito.

Uma mudança em vários cargos executivos já foi feita, visando injetar “sangue novo” na empresa.

Foi anunciado  também que fábricas da Europa e Japão deverão aumentar a produção para exportação a outras regiões do mundo com mercados mais aquecidos e de forma mais lógica, como, por exemplo, o CR-V fabricado no Canadá não irá mais ser enviado à Europa, mas só aos Estados Unidos, algo mais barato de executar.

JJ

(27 visualizações, 1 hoje)