As autoridades de segurança viária dos Estados Unidos divulgaram que o sistema de condução autônoma do carro da Google pode ser considerado como um motorista, de acordo com as leis federais.

A NHTSA (National Highway Traffic Safety Adninistration) entende que qualquer que seja o tipo de comando de um veículo, este será considerado o motorista, e responsável pelo que vier acontecer, e que o código de trânsito deverá ser modificado para refletir essa realidade.

O estado da Califórnia, por exemplo, tem em rascunho uma lei sendo desenvolvida, onde volante de direção e pedal de freio seriam obrigatórios nos autônomos, além de ser também obrigatória a presença de um motorista com carteira válida a todo momento em que o carro estiver trafegando.

Já o Google disse, em nota, que pedal e volante seriam tentadores aos ocupantes, e que tomar o controle dos computadores poderia resultar em acidentes.

As empresas e órgãos que desenvolvem soluções para veículos autônomos reclamam das leis de segurança vigentes, que impedem muitas atividades vitais ao trabalho, e que não se evolui mais rápido justamente por isso.

Ainda muito deverá ser discutido e acordado, antes que esses carros sem motoristas humanos tomem as vias públicas.

JJ



Error, group does not exist! Check your syntax! (ID: 7)

Sobre o Autor

Juvenal Jorge
Editor Associado

Juvenal Jorge, ou JJ, como é chamado, é integrante do AE desde sua criação em 2008 e em 2016 passou a ser Editor Associado. É engenheiro automobilístico formado pela FEI, com mestrado em engenharia automobilística pela USP e pós-graduação em administração de negócios pela ESAN. Atuou como engenheiro e coordenador de projetos em várias empresas multinacionais. No AE é muito conhecido pelas matérias sobre aviões, que também são sua paixão, além de testes de veículos e edição de notícias diárias.

  • Christian Bernert

    Se todos os motoristas tivessem a rapidez de reação e a habilidade no contra-esterço deste motorista do Ômega as estatísticas de trânsito brasileiras seriam quase Suíças.

    • WSR

      Se todos os carros fossem bons como o Omega, talvez… 🙂

    • Eduardo Mrack

      Pois então, é realmente aí que eu quero chegar, uma máquina automatizada, do jeito que eles estão propondo, deve no mínimo superar o melhor motorista humano que já existiu. Em nível de primeiro mundo é algo até provável de se conseguir, mas da linha do equador para baixo, antes de tudo precisamos de estradas, no mínimo.

  • WSR

    Espero que os carros autônomos não tomem decisões como os políticos brasileiros, onde uma propininha ajuda a indicar a trajetória “correta”, rs.

  • Arruda

    Isso já acontece.

    Google Driverless Car Is Stopped by California Police for Going Too Slowly

    http://www.nytimes.com/2015/11/14/business/google-driverless-car-is-stopped-by-california-police-for-going-too-slowly.html?_r=0