Os dados estão aí para quem quiser ver, o Brasil está parando ou tomado um rumo que ninguém sabe qual. Uma nau que teve o leme de direção quebrado. Ou, pior, parece que um plano está sendo seguido. Tipo o dos compañeros Hugo Chávez e seu sucessor Nícolas Maduro, que em nome de uma tal de “Revolução Bolivariana” acabaram com a Venezuela. De país grande exportador de petróleo passou a importá-lo dos “imperialistas ianques”. Faltam de gêneros alimentícios a  produtos de higiene pessoal, até absorventes femininos.

Nicolas_Maduro_ELFIMA20130308_0010_1

Como acabar com um país (foto reacionaria.org)

No Brasil, o cenário é desolador. Queda da atividade industrial, queda dos investimentos ou, pior, estes terem se perdido. Caso da nova fábrica da Honda em Itirapina, SP. que ficou pronta mas não está sendo utilizada. Como um apartamento novo fechado.

O desemprego assola. Em dois anos o Brasil perdeu 1,5 milhão de empregos. Em contrapartida, todo mês são criados, em média, 200.000 empregos novos nos Estados Unidos. Todo mês me chega boletim do Los Angeles Times com essa notícia. Inveja é feio, mas que tenho nesse caso, sem dúvida.

O problema é que o Brasil está sem uma liderança que mereça esse nome. Todo mundo sabe disso.  A presidente nem discursa mais em público. No último  Dia da Independência não se dirigiu à nação em cadeia de rádio e televisão, uma tradição no Brasil, fazendo-o apenas pela internet. É surreal.

No desfile militar desse dia importante para qualquer país, foi armado em Brasília um esquema de muro à sua volta para o povo ficar afastado da presidente.

muro-da-vergonha

(foto folhapolitica.org)

Vê-la falar parece estarmos assistindo a um programa humorístico, tanta bobagem que sai de sua boca; vídeos na internet não faltam para se constatar isso.

A confiança no Brasil está num dos níveis mais baixos de sua história. O real em cinco anos desvalorizou-se ao ponto de o dólar ter subido 140% no período, com forte aceleração em 2015, nada menos que 38%. Como o câmbio é flutuante, menos dólares no mercado, mais cara a moeda americana fica.

Em meio a tudo isso estamos vendo uma indústria automobilística em sérios apuros. As quedas nas vendas e na produção são assustadoras. Quem presta atenção aos textos do analista de mercado do AE, o Marco Aurélio Strassen, bem como os dos colunistas Fernando Calmon e Roberto Nasser, tem o fiel espelho, a dimensão do nosso problema.

gravat

(foto osul.com.br)

O estado de São Paulo responde por 22% das vendas totais de veículos e a região metropolitana de São Paulo, quase metade disso. A importância do governo municipal da capital nessa região é enorme. Pois a queda de vendas iniciada em 2014 coincide com o fim primeiro ano de mandato do prefeito Fernando Haddad que, à imagem dos compañeros Chávez e Maduro, iniciou uma revolução, mas com outro nome, a “Revolução das Bicicletas”. Com suas ideias de São Paulo se transformar numa Amsterdã, começou um processo de tornar a vida da população — não dos motoristas — um autêntico inferno.

Espalhou pela cidade 400 quilômetros de ciclofaixas que extinguiram cerca de 40.000 vagas de estacionamento em pouco tempo. Residências e mais residências ficaram sem estacionamento na porta.  Para acessar garagens precisa-se parar momentaneamente sobre a ciclofaixa para abrir o portão, um infração gravíssima. O comércio foi afetado em muitos bairros, o número de lojas fechadas é assustador. Grande parte das ciclofaixas não obedece a critérios mínimos de segurança.

ciclofaixa 1

Árvore e poste no caminho, entrada e saída de posto… (foto cassiopblog.com)

A gestão Haddad deu outro golpe na população, o da redução desmedida de velocidade nos vários tipo de vias.  Velocidades absurdamente baixas, irreais, tornando a população alvo fácil das câmeras dos detectores de velocidade. Dirigir simplesmente deixou de ser um ato natural para ser um desafio constante a não se ser multado.

O conhecido acesso à ponte das Bandeiras,, para mim a mais brilhante armadilha de todas, já vai completar dois anos no mês que vem. Com essa arapuca e tantas outras, a arrecadação com multas não para de crescer. Verdadeiro assalto a câmera armada.

bandeiras

A mais perfeita arapuca da CET de São Paulo, o acesso à Ponte das Bandeiras, que está completando dois anos (fac-símile de ocorreiodaelite.blogspot.com)

Trânsito caótico principalmente por falta de controle semafórico inteligente. Quem sair de carro num domingo de manhã cedo percebe o caos dos sinais de trânsito.

Ruas de pavimentação em ordem são exceção, por onde se anda dá para perceber que são  autênticas pistas de tortura dos campos de provas — sem contar a epidemia de dejetos viários chamados lombadas.

Todo esse quadro é um total e inequívoco desestímulo a se ter automóvel, a se comprar automóvel. novo ou trocá-lo por um menos rodado.  Será que alguém tem alguma dúvida disso?

O pior disso tudo é que essa ideia da “Revolução das Bicicletas” se espalha pelo país feito rastilho de pólvora ou como um câncer. Notícias de o mesmo estar acontecendo no interior do estado ou em outras unidade da Federação são constantes.

Ter carro passou a ter ares de cometer um crime, o caro de amigo passou a vilão, esta é que a verdade.

Revoluções com ideologia por trás nunca dão certo. Está mais do que provado. Cuba está aí mesmo como exemplo. Como há o da Venezuela e, agora, a de São Paulo.

Bob Sharp
Editor-chefe

 



  • Luiz AG

    Pois é… quando falei há pouco mais de um ano que falei que a situação ia caminhar para o que está agora, chegaram a me ridicularizar aqui, falando que a escola austríaca de economia era bonita no papel mas que a realidade era uma crise de confiança do consumidor que blá blá blá…

    Se quiserem me ouvir agora… digo-lhes: A crise nem começou. O dinheiro do seguro-desemprego ainda está sustentando as famílias. As bolhas de financiamento automobilístico e residencial nem estouraram ainda…

    Governo está insistindo em querer financiar a reeleição. Estão procurando cavar o fundo do poço.

    Seu molusco vai ser preso. Só estão deixando amadurecer o processo, de forma que não seja liberado, que nem ocorre hoje com o presidente de uma certa construtora…

    Não acreditem que o partido azul também está livre de participar do bacanal com nosso dinheiro. Vide problemas com o monotrilho em São Paulo, que o governo cortou o pagamento das construtoras envolvidas no lava-jato (praticamente todas) e vem com a desculpazinha que houve “quebra de contrato”… Já vi muita mala passeando em licitações de transporte do governo azulzinho…

    Isso foi dito de informação privilegiada… Podem acreditar ou continuem a viver seus contos de fadas…

    Melhor saída para o Brasil é o terminal 3 de Guarulhos… Isso aqui só formatando e começando do zero.

  • Luciano,
    certo, você tem razão na questão do povo, do cidadão, dos gérsons, mas em quê o seu raciocínio se aplica ao editorial que você leu?

    • Luciano Ferreira Lima

      De jeito nenhum, sua linha de pensamentos é minha linha também. Peço desculpas do meu comentário não estar de acordo com as normas do editorial. Favor desconsiderar qualquer mal-estar, Sr. Sharp.

      • Luiciano,,
        nem precisava se desculpar, você é um leitor-amigo.

  • Fabio Fabio

    Nas ultimas décadas o Brasil investiu muito pouco, ou só o básico do básico em educação, não incentivou a inovação a criatividade,nem o desenvolvimento de tecnologias, espalhou o coitadismo como missão, falou que é bonito ser pobre e que é feio ser ganancioso, fechou as portas comerciais para os países mais ricos do mundo, forçou muitos empresários a transferir seus parques industriais para países como Paraguai e China em busca de condições melhores, o resultado é este que vemos hoje, estamos quebrados e ladeira abaixo, sem recursos, infraestrutura , educação muito menos, motivação que nos faça voltar a crescer de verdade.

  • Luiz AG

    Seu Hugo Chávez achou que o petróleo ia subir indefinidamente.. Projeções diziam que o petróleo chegaria a 300 dólares em 2015, segundo o presidente do Instituto francês do Petróleo (IFP), Olivier Appert, e que iria financiar seu governo populista. Deu no que deu…

    • Lorenzo Frigerio

      E nós aqui com o pré-sal, baseados na mesma projeção.

  • Luiz AG

    Aliás ótimo esse tópico (estou animado hoje.. hehehe).

    É possível dizer um monte de mentiras falando somente a verdade… O trânsito não diminuiu com a redução de velocidade, conforme alega a prefeitura.

    Mesmo desconsiderando os métodos de medição totalmente manipuláveis da prefeitura (olhômetro), o que se tem hoje é que carros andam mais próximo a velocidade média de antes.

    Se você antes demorava 50 minutos para percorrer 20 km, hoje com certeza no mínimo você demora os mesmos 50 minutos para percorrer o mesmo caminho.

    A prefeitura só maquiou o trânsito. Aliás, quem tem acompanhado as ciclovias? Fora as principais, as outras já estão totalmente abandonadas…

  • BlueGopher

    Para assumir qualquer emprego numa empresa, de empacotador a diretor, o candidato passa por um crivo em que sua competência e capacidade são devidamente analisadas.

    Para assumir um cargo de deputado, senador, ministro ou presidente da República, basta saber escrever o próprio nome e, de preferência, ter uma boa lábia ou um bom padrinho.
    Não deveriam os candidatos e principalmente os indicados para cargos ministeriais e técnicos demonstrarem sua real capacidade para assumir o cargo pretendido?

    Desonestidade não é apenas roubar ou desviar dinheiro público.
    Desonestidade ainda maior é assumir um cargo público da maior importância sem preparo adequado, prejudicando todo o país por suas decisões levianas ou imprudentes.
    É muito difícil, enormes interesses seriam contrariados, mas devíamos procurar repensar e aprimorar o nosso sistema democrático atual.

    • Blue Gopher,
      nota 10, o seu comentário.

    • Luiz AG

      Aí lhe pergunto: Você acredita mesmo que o voto é um exercício de cidadania?

      • Juvenal Jorge

        Voto não deveria ser obrigatório no Brasil.

  • Luiz AG

    Eu coloquei esse vídeo a 1 ano atrás aqui. Disseram que era balela..

    Vejam de novo. Detalhe: é de 2014!

  • Bruno Rezende,
    tenho o mesmo orgulho. Já disse aqui, o TSE jamais poderia ter registrado um partido com esse nome imoral. Se você olhar os estatutos do partido, a palavra ‘trabalhadores’ só ocorre uma vez, no título.

    • Lorenzo Frigerio

      “Trabalhadores”, para eles, significa “filiados a sindicatos pelegos do ABC”. O resto não conta.

      • Juvenal Jorge

        Lorenzo,
        perfeito, é isso mesmo. E são amigos ferrenhos de empresários corruptores.

  • Käfer,
    sem dúvida. É um antigo ditado carioca, “O mal de Central é passageiro.”

  • Acyr Junior

    Político petista é como intestino: se não estiver preso, está preparando uma m..da !!

    • Lorenzo Frigerio

      O mestre da construção da minha casa no Guarujá, um senhor baiano já idoso e muito querido e respeitado por quem o conhecia, falava uma coisa parecida: “pobre é que nem lombriga; ou tá no rolo, ou tá na merda”. Descrição perfeita do PT.

  • Daniel,
    existe pelo menos um livro sobre como calcular e aplicar o Cofins…

  • Mr. Car,
    esse sempre foi o meu critério para votar.

  • Renato Teixeira,
    bem como o Contran ter deixado facultativo as repetidoras dos indicadores de direção.

  • André Françoso

    Vou tentar mesmo, pretendo abrir uma oficina em breve. Mas já que o assunto são os impostos, olha que interessante, também: http://www.cartacapital.com.br/economia/sonegacao-de-impostos-e-sete-vezes-maior-que-a-corrupcao-9109.html

    • Lorenzo Frigerio

      Melhor abrir uma oficina que trabalhe a portas fechadas, consertando carros antigos.

    • Daniel

      Desculpe, essa revista e seu editor, não tem como serem levados a sério.

  • André Françoso

    Problema nenhum, o problema é ter uma economia baseada nisso, em 2016.

  • Lucas

    E o inchaço da máquina pública e do gasto do governo não conta? E os roubos do PT no governo? E os aumentos de impostos e preços administrados pelo governo? E a SELIC?
    O que esquerdistas como você fazem de conta que não entendem é simples: o governo gastou demais e o dinheiro acabou. E agora estão querendo que o povo pague essa conta.

    E eu também quero saber o que há de errado em abater gado ou plantar soja?

  • Käfer

    Entre o pior e o menos pior, é preferível não escolher.

    • Käfer,
      mas aí aumentam as chances de o segundo menos pior vencer as eleições.

  • Jimi

    Sinceramente, nada a ver. O que dizer dos preços dos carros? Não parece que a indústria automotiva está realmente passando apuros. Somos apaixonados por carros, mas não precisamos ser cegos. Não cabem mais carros na cidade. E o que dizer dos motores a combustão. Mais de cem anos ea indústria nada fez de novo. Fala sério.

    • Jimi,
      Se você acha que a indústria automobilística não está em apuros, recomendo ler um pouco mais. Não cabem mais carros na cidade? Nada a ver, o trânsito no Brasil é que está na Idade da Pedra em termos de controle. E se a indústria não fez nada de novo em 100 anos, você precisa ler mais. Fala sério digo eu.

      • Jimi

        Obrigado por responder Bob, respeito seu trabalho e seu conhecimento. Mas temos opiniões divergentes e visões distintas da indústria automobilística.

  • Lorenzo, não tem nada de descabida a alusão ao Chávez. A Dilma era amiguinha dele e é do Maduro. Volta e meia este imbecil aparece por aqui. E não era o Bismarck, mas o Graf Spee (rs). Quanto ao Brasil “do não é comigo”, de pleno acordo.

  • F A

    Desde que ela reassumiu o cargo, olhem as manchetes:

    – Diante da crise, governo admite corte no Minha Casa, Minha Vida

    – Dilma corta metade das vagas no Pronatec

    – Mudança no FIES assusta universitários de baixa renda

    – Dilma chama Barbosa e Mercadante para discutir CPMF

    – Dilma tira poderes de comandantes militares sem consultar ministro da Defesa

    – Proposta de elevar IR prevê 4ª faixa de cobrança e aumento para PJs

    – Governo decide cortar seguro-desemprego e abono

    -Governo negocia fórmula nova para aposentadoria

    – Temer irá propor aumento de imposto sobre combustíveis em reunião com governadores

    – Aneel autoriza aumento da conta de luz

    – Alta do dólar impulsiona aumento do custo de produção

    – Aumento de Imposto para Notebooks, Smartphone e PC

    – Taxação de 25% envio de remessa ao exterior

    – Aumento de impostos para chocolate, rações e cigarros

    – Cobrança de IPI para importação direta de veículos

    – E a tentativa incansável de voltar a CPMF

    – Combustíveis e energia elétrica sobem muito mais do que a inflação.

    – Inflação é a mais alta em x anos

    Agora pensem: Como pode há 12 meses atrás estar tudo bem na campanha da Dilma e após ela assumir o Brasil estar nessa lama, sendo que já tomaram mais de 20 medidas para aumentar impostos. Só pensam em captar mais. Então eu pergunto: Nossa, o que mudou depois da eleição
    se estava tudo tão bem na campanha eleitoral? Ou será que simplesmente escondiam que com a farra do boi de gastos, roubos e bolsas, um dia a conta ia chegar? É como dizem: É igual o trabalhador de ganha R$ 1.000,00 e leva uma vida de R$ 2.000,00 baseada em crédito, pagando um cartão com outro, cheque especial, carro em 72x, casa em 35 anos, tênis em 12x, empréstimos para pagar
    empréstimos, etc. Um dia a casa cai.

    Em tempo: Ainda acho que mais absurdo que a Dilma ter se reeleita foi o animal ganhar a prefeitura em São Paulo, pois ela ter sido reeleita, dá para entender, pois o Brasil é grande e ela deu muito
    bolsa por aí, mas o animal ter sido eleito em São Paulo, sendo que mesmo com crise de água o PT foi erradicado das eleições para o estado logo no 1º turno, então como pode esse prefeito imbecil ter sido eleito justamente em São Paulo?
    Isso me deixa perplexo até hoje. Sem falar que desde que assumiu o cara tem
    verdadeira tara por trânsito e aumentar IPTU. Só pensa em IPTU e multas. O cara
    colocou lombadas nas alças de acesso das marginais e ainda “gastaram” milhões para
    isso. O cara criou pracinhas de aço nas vagas de carros nas ruas.

    • FA,
      estelionato eleitoral às escâncaras. Só isso já é motivo para impeachment.

    • Lorenzo Frigerio

      A Anta é mais autoritária que Haddard. Mas a CPMF não passa de jeito nenhum. O backlash eleitoral para os parlamentares seria catastrófico.

  • Lorenzo,
    mais uma razão para partir para o controle tráfego inteligente.

  • Lorenzo,
    tem razão, Bismarck, desculpe o aparte. Mas o Graf Spee foi em Montevideu.

  • Juvenal Jorge

    Bruno Rezende,
    estou contigo nessa. Lula nunca me enganou, nem mesmo antes de eu ter Título de Eleitor.
    E nem Eduardo Matarazzo Suplicy, um político que considero como dos mais honestos, jamais teve meu voto, devido ao partido a que se filiou.

  • Juvenal Jorge

    Danilo Grespan,
    sabe quem gosta das ações do Haddad? Uma minoria que não tem horários a cumprir, e que pode tomar um banho depois de chegar suado ao trabalho. Em suma, gente com tempo sobrando.

  • Fat Jack,
    falei disso no up!, lembra-se?

  • Luiz AG

    Escolher a marionete da esquerda ou da direita… Perfeito Lorenzo.

    • André K

      FHC não é marionete da direita. Nem de direita ele é. Praticamente não temos representantes da direita no Brasil.

  • Luiz AG

    Veja resposta que dei para o Lorenzo. Precisamos mudar o sistema político brasileiro.

  • Carlos A.
    eu também aprendi isso. Nos ensinaram errado!

  • Lucas dos Santos,
    pensei a mesma coisa…

  • Daniel

    Parabéns! Comentário de uma lucidez ímpar.

  • Zoio Silva

  • caique313131

    O nome desse partido sexista já me surpreendeu negativamente – destaque-se que qualquer partido que tentasse o mesmo, só que com “homem” em vez de “mulher”, estaria rapidamente sujeito à dissolução por violar diversos preceitos legais -, entretanto o teor da entrevista dela foi totalmente contrário ao que eu esperaria de alguem em uma organização política com tal nome.

    O perigo é que, embora aparentemente ela mostre coerência no que pretende fazer (tomando como base exclusivamente essa entrevista), alguém que se filie a um partido com nome absolutamente contrário à isonomia de gênero faz com que sempre fique no ar aquela dúvida de que, a qualquer momento, a doidice pode chegar forte e, então, começar a propor projetos escabrosos.

    Atualizando meu comentário, após ler um pouco mais da entrevista dela, ela afirma que o partido é “antifeminista”, o que desabona a parte de ser um partido sexista. Entretanto, a dúvida ainda paira: é ver para crer.

  • Käfer

    Coisas do sobrenatural, hehehe… Você ainda não sabia que político brasileiro pode fazer o que quiser? Falar com os mortos é fichinha para eles.

  • JPaulo10,
    sejamos justos, a decisão da justiça foi correta, a pista molhada não foi causa do acidente, tampouco fator contribuinte. Ouros voos pousaram normalmente.

    • JPaulo10

      Correto. Mas no dia anterior um ATR da Passaredo deslizou sobre a cabeceira da pista. É um desses SE da História. SE a pista tivesse sido interditada ….

  • Fernando

    Com certeza dentro de um partido há os que não gostem da forma como alguns conduzam as coisas. Um que rouba descaradamente acaba por entregar as falcatruas dos companheiros…

  • JPaulo,
    isso, já me desculpei com ele.

  • Ricardo Kobus,
    a mim dá ódio.

    • Maurilio Andrade

      A mim dá nojo e desânimo de ser brasileiro.

  • Fat Jack

    Não se espante nenhum pouco se em 2018 ele surgir como salvador da pátria, prestes a se redimir por ter indicado e sugerido a Dilma como sucessora, e sim meu amigo, muitos, mas muitos mesmo vão engolir esta história e votar nele…

  • Maycon Correia,
    dois!

  • Podem me chamar de bairrista, alienado , etc, mas nunca achei ruim a idéiado Sul se separar do rrestante do Brasil.

  • Danilo Grespan

    Me desculpe meu caro, observe melhor os cenários dos empresários desses país, e vai dar razão à maioria. Tenho uma empresa e sigo a risco as normas tributárias e demais regras do fisco. Me sinto um idiota, porque meu maior sócio, sem fazer nada para me ajudar, é o governo. Cada vez mais está difícil crescer, e quando você ainda consegue fazer milagre, o governo fica com inveja e te tributa um pouquinho mais. E retorno? Esquece! E o SIMPLES Nacional? Está cada dia mais complicado… a função do governo é nos ferrar e fazer gastar mais tempo tentando se enquadrar em suas regras absurdas, enquanto ele injeta nosso dinheiro no próprio bolso!

  • Danilo Grespan

    E agora com o ICMS sendo recolhido com alíquota do estado de venda? Imaginou a questão do E-commerce que vende para o país todo?

  • Lucas

    Man, really!!
    O fator cultural acho que seria o aspecto mais importante para estimular essa separação. Um amigo meu, mineiro, não cansa de repetir, que em qualquer cidadezinha do interior do sul que se ande, não dá para acreditar que é o mesmo Brasil. O próximo Globo Repórter vai mostrar Blumenau e o Vale do Itajaí como uma mini Europa encravada por aqui. Onde mais no Brasil se tem algo assim fora do sul? O futebol? Ora, o futebol que se exploda!! Vai ter um campeonato nacional com uma série “A” com Chapecoense, Londrina, Operário, Joinville, Brasil de Pelotas, Juventude, Criciúma, Caxias, Nacional de Rolândia entre outros além dos ditos “grandes”….
    O Rio Grande do Sul está quebrado, sim, mas você já viu quanto de impostos são mandados para a União por cada estado brasileiro e quanto que volta?? Independente, isso acaba. Não sei por quê começaríamos com dívida. Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul seriam totalmente autossuficientes.

    Lógico que há contaminação pela banda podre da brasilidade, mas não estaríamos sujeitos às mesmas leis do Brasil. Seria essa a oportunidade de começar do zero, formatar o HD. Pelo menos essa é a esperança, fazer certo por aqui o que não se consegue no Brasil, muito devido ao tamanho continental do país e o excesso de centralização das coisas em Brasília. Próximo se mobiliza melhor e mais facilmente. Tu viu o que aconteceu naquelas cidadezinhas do interior paranaense em que os vereadores queriam aumentar seus salários e tiveram que desistir ou até reduzir salários? Pressão popular!!

  • Fat Jack

    Só não sei como após perderem a Ford pra Camaçari os gaúchos ainda votaram e elegeram petistas… eu (que morei por 5 anos em SC) não esperava isso…

  • Fat Jack

    Acho ser uma questão de custo benefício, há também outros mercados consumidores além dos que você mencionou e chegando nossos carros na casa dos U$5000/U$7000, acho que haveria mercado pra eles…

  • Mumm Rá

    Unificaria o Sul com Sudeste + os estados de Góias e do Mato Grosso do Sul ( se você buscar dados econômicos vai descobrir que desde a década de 70 as principais regiões econômicas do Brasil são o Sudeste e Sul além dos estados Góias e Mato Grosso do Sul da Região Centro Oeste

    É um absurdo o que a região Sudeste e Sul oferece financeriamente ao Governo e o que recebe de volta ( a discrepância é muito grande )

  • JPaulo10

    Daniel, um amigo eu, Cap. Carlos Bossi, ex-instrutor da AFA, mostrou que o computador da aeronave teve parte da responsabilidade.
    Antes de tocar o solo, os motores são levemente acelerados ao aviso “RETARD” e, como o motor 2 estava em “CLIMB” (ao contrário do 1, em “IDLE”) o computador automaticamente acelerou o n.2 ao máximo e desativou os spoilers.
    Os pilotos, diz ele, não tiveram mais que segundos para identificar o problema e tomar uma atitude para o qual não haviam sido treinados (ambos os motores em “MAX REVERSE”, mesmo que um deles estivesse pinado).
    O velho chavão da aeronáutica: “sucessão de eventos”.

    • Daniel S. de Araujo

      Bem isso mesmo. Sucessâo de erros

  • Roberto Neves

    Estou plenamente de acordo com você. Quando considero que nenhum dos candidatos merece meu voto, anulo sem a menor piedade, pena ou dó. Aliás, tenho anulado meu voto com muita frequência desde 2002. Tenho o direito de votar e de não votar, por mais que muita gente não queria respeitar meu pensamento.