Chegando agora em janeiro ao mercado de motocicletas, a Honda Biz 110i com injeção eletrônica de combustível vem com garantia de três anos.

Há também um desenho de painel de instrumentos novo, de melhor visualização, para acompanhar a grande novidade no motor. Há marcador de nível do tanque, muito conveniente mesmo em um veículo de baixo consumo como sempre foi a Biz.

Fabricada em Manaus, possui vários itens de praticidade, como espaço abaixo do banco onde cabe um capacete e mais uma bolsa ou mochila, além de pequenos objetos. O câmbio semi-automático, com comando rotativo na manopla, não tem embreagem, eliminando uma preocupação de motociclistas iniciantes. Há partida elétrica do motor para facilitar ainda mais o uso.

O motor é já conhecido, com um cilindro de 109,1 cm³, comando de válvulas no cabeçote, arrefecido a ar e agora com o sistema de injeção eletrônica de fabricação da própria Honda, o PGM-FI. Um novo catalisador faz o trabalho em conjunto com o sistema, para níveis de emissões de poluentes de acordo com os limites legais em vigor. Movido a gasolina, gera 8,3 cv a 7.250 rpm e tem torque máximo de 0,89 m·kgf a 5.500 rpm.

Na ciclística, permanece o garfo telescópico dianteiro com curso de 100 mm e dois amortecedores e molas na traseira com 86 mm de curso. O sistema de freios é a tambor, com 130 mm de diâmetro na frente e 110 mm, atrás.

A nova Honda Biz 110i tem preço público sugerido de R$ 7.090,00, vem em apenas uma versão e pode ter cor preta ou vermelha. O valor tem como referência  o estado de São Paulo, sem despesas com frete ou seguro. A garantia é de três anos sem limite de quilometragem, que proporciona confiabilidade no produto e tranquilidade para o cliente.

Biz 110i cluster

JJ

(197 visualizações, 1 hoje)