Ponto-morto e bons sonhos

 

Young woman driving car

Recentemente me ocorreu uma coisa meio maluca. Estava revendo e arrumando fotos de viagens que, como vocês sabem, gosto de imprimir e colocar em álbuns nos quais possa escrever coisas legais sobre cada lugar. Nada daquelas minhoquinhas de papel onde só cabem duas frases. Não. Gosto de várias linhas de espaço. Afinal, pesquiso na internet sobre o lugar, dados, datas, coloco comentários, um pouco de tudo. Ficam autoexplicativos.

Se alguém quiser ver as fotos, entrego o álbum e pronto, está tudo aí. Cada um vê o que quer, no ritmo que quer e se quer. Eu não fico torturando ninguém com meus hobbies. E se quiser pular página, pode. Eu nem olho. Se quiser saber mais, é só ler o que está escrito. Assim, não são apenas fotos, mas verdadeiras lembranças completas com detalhes. Dá para praticamente reviver cada viagem assim.

Bom, de volta ao assunto. Vendo umas fotos da linda e charmosa Colonia del Sacramento no Uruguai e seus carros antigos estacionados pelas ruas me ocorreu uma coisa. E se eu tivesse que passar uma noite em um carro, qual escolheria? Sem maiores delongas, sem pensar se teria de comprar, quanto custo a manutenção, quantos quilômetros faz por litro, nada disso. Sei lá, se estivesse numa estrada deserta sem opções de hospedagem com quatro paredes e um teto, por exemplo. Vamos supor que tivesse o lindo narizinho de A Feiticeira e ao mexê-lo pudesse escolher o carro que quisesse para passar uma noite na rua — claro, supondo que o nariz não funcione para me dar uma suíte no Ritz de Paris, tá? Quais escolheria?

E aí, fiz minha seleção dos 10 melhores. Eles não estão em ordem. São 10 que servem por diversos motivos e nem todos incluem exclusivamente conforto. Alguns na verdade acho que nem conforto contemplam. Por motivos óbvios, não entram os modelos supercompactos pois apesar de eu mesma ser supercompacta — ou modelo portátil ou prejudicada verticalmente — gosto de espaços confortáveis. Afinal pensei em passar apenas uma noite, algo assim como um CDB, com prazo de resgate. Não uma condenação para o resto da vida. Imagino que depois disso poderia pernoitar num hotel com lençóis de algodão egípcio de 1.000 fios e banheiro privativo e um belo chuveiro. Mas enquanto isso, vamos à minha lista:

 

1) Bugatti Royale tipo 41

 

Carro

Muito luxo e visual único (foto www.revsinstitute.org)

Sinceramente, acho que preferiria ficar do lado de fora admirando mais do que do lado de dentro, pois apesar dos 6,4 metros de comprimento dá para ver que nem tudo é espaço interno. É ainda mais comprido do que o Rolls-Royce Phantom, mas tem mais espaço para motor do que para gente. Mas acho que eu caibo… Um clássico. Só foram produzidos seis entre 1927 e 1933 pela Bugatti. Tem um em Detroit no Henry Ford (antigo museu Henry Ford, ainda não me acostumei a não chamar aquilo de museu) e pesa quase 3.200 kg. Puro luxo, é claro.

 

2) Torino 380W

 

torino

Pena que texto não tem som (foto www.wikipedia.com/es)

 

OK, vocês sabem que tenho um xodó por esse carro. O banco de trás não é tão confortável assim, o da frente menos, o encosto de todos é meio baixo e ainda tem a alavanca de marchas no meio. Mas seria muito, mas muito legal dormir embalada pelo ronco do motor, não? Claro que tem o problema dos gases, então não poderia ser um lugar fechado para não morrer intoxicada pelo monóxido ou dióxido de carbono e outros, digamos, detalhes, mas como estarmos sonhando, acho que no geral funcionaria.

 

3) Audi A8

 

audi

Dá para passar a noite dirigindo o banco (foto: www.audi.co.uk)

Mega sedã, super espaçoso. No banco de trás não dá para deitar tipo cama de casal apesar de todo o espaço por causa do banco bipartido, mas os assentos são tão largos e confortáveis que dá para deitar num deles, ou mesmo no banco da frente e ficar esquentando e esfriando o assento, além de ficar passeando para a frente e para trás ou subir e descer. E ainda tem tanto mimo e acessório que dá para ficar a noite toda apertando teclas…

 

4) Lexus NX 200t F sport

 

lexus

Para dormir olhando as estrelas (foto (www.autofreaks.com))

Super silencioso, mesmo que você esteja numa rua barulhenta. Sim, já sei, nesse caso deveria ter um hotel, mas vamos pensar que a natureza também pode ser ruidosa e os quero-queros poderiam estar brigando entre si. Em qualquer hipótese, você vai ouvir pouco som do exterior e dormir com os anjinhos. Os bancos de frente são bem amplos e reclinam bem, mas tem também a opção do banco de trás e ainda pode dar uma esticadinha para o porta-malas, num total de 580 litros. Teto panorâmico é um plus para ficar olhando as estrelas e ainda dá um toque romântico a uma estadia autoentusiasta.

 

5) Lincoln Town Car

 

lincoln

Para viver uma noite de alto mandatário (foto www.moibbk.com)

OK, aqui já é covardia. É quase um parque de diversões. Para mim, praticamente uma limusine, embora tecnicamente seja a partir dele que sejam feitas diversas limusines. Eu poderia me perder dentro de um destes e levaria um tempo para ser resgatada. Sério, durante vários anos foi o maior carro produzido nos Estados Unidos, com seus até 5,64 metros de comprimento. Objeto de desejo do mercado de carros de luxo, especialmente blindados para autoridades estrangeiras e locais.

 

6) Mercedes-Maybach Pullman

 

maybach

Dá até para convidar mais gente – mas para quê? (foto www.mbusa.com)

Talvez aqui esteja trapaceando um pouquinho, pois é como incluir uma bicicleta tandem na categoria bicicleta. Mas a Mercedes-Maybach Pullman, hoje fora de linha, tem astronômicos 6,5 metros de comprimento e entre-eixos de 4,42 metros – sim, o mesmo comprimento total de vários modelos de carros de passeio. Mas é algo assim como passar a noite no Four Seasons.

 

7) Cadillac Deville Conversível 1966

 

deville

Para curtir o vento e o orvalho no rosto (foto www.conceptcarz.com)

Já sei, conversível, vocês dirão? Mas um clássico destes pede liberdade total e céu de brigadeiro, aquele cheiinho de estrelas. O banco de trás inteiriço é um convite para deitar e ficar procurando planetas e estrelas cadentes. Comprimento total de 5,6 metros. Com o que bebe de combustível, provavelmente você realmente vai acabar passando uma noite parado à beira da estrada mesmo, então, aproveite o conforto interno!

 

8) Rolls-Royce Phantom

 

phantom

Esqueça o trabalho (foto www.ipocars.com)

Ninguém falou em trabalhar, portanto esqueçam os notebooks. Eles servem apenas para dar uma idéia do conforto deste carro no banco de trás. Nada mau, não? Não é à toa que é um dos mais compridos carros de todos os tempos. Ideal para executivos e, claro, para uma noite bem confortável para qualquer mortal.

 

9) Ford Galaxie

 

galaxie

Daltônicos teriam melhores sonhos (foto www.estadao.com.br)

A largura para as pernas já era enorme, mas os bancos inteiros, tanto na frente quanto atrás, justificam a escolha. Certamente no meu caso dá para deitar e ainda sobra espaço. O problema seria dormir com todo este vermelho, mas para isso existem as máscaras para os olhos que até um tempo atrás eram distribuídas nos aviões e que ainda guardo com cuidado. E certamente cabem várias dúzias delas no porta-luvas.

 

10) Ford Falcon V-8 Interceptor

 

interceptor

Ninguém ia nem chegar perto (foto www.screenrant.com)

OK, não deve ser lá muito confortável, mas quem não se sentiria seguro dentro deste carro, usado por Mel Gibson no primeiro Mad Max? Eu dormiria de porta aberta em qualquer beira de estrada sem problemas dentro deste bólido, montado a partir de um Ford Falcon XB GT coupé. E, claro, é V-8. Precisa dizer mais?

 

Mudando de assunto: O alcaide de São Paulo disse que não seguiu a recomendação do Ministério Público de manter aberta uma pista em cada sentido da avenida Paulista para o trânsito pois isso “não seria seguro”. Se veículos em fila indiana representam perigo a pedestres durante algumas horas num domingo, o que dizer da avenida Liberdade onde ele pintou 750 metros de asfalto em pleno leito carroçável para que os pedestres caminhem as 24 horas do dia todos os dias da semana, dividindo espaço com duas faixas de veículos “protegidos” apenas por tachões e, em alguns lugares, postezinhos de borracha?

NG

Foto de abertura: huffingtonpost.com

A coluna “Visão feminina” é de total responsabilidade de sua autora e não reflete necessariamente a opinião do AUTOentusiastas.

(88 visualizações, 1 hoje)


  • CorsarioViajante

    Indo para outro extremo, lembrei de diversas “casas móveis” como trailers ou esta bacana Land Rover adaptada pelo pessoal da Mundo por Terra, projeto bem legal, cuja primeira parte existe em livro.
    Quem quiser saber mais: http://www.mundoporterra.com.br/

    • Mr. Car

      Quando a Nora falou em dormir dentro do carro, pensei nos motorhomes, que acho muito bacanas, mas preferi o improviso dos furgões apenas para dormir mesmo, sem as demais facilidades de uma casa completa sobre rodas, o que já faria o investimento inicial dar um grande salto, bem além do próprio preço de um furgão simples, que já não é nada é barato, he, he! Eu tenho mesmo esta fantasia de sair por aí, sem rumo certo, passar meses e meses viajando em um furgão, conhecendo lugares, dormindo nele estacionado em postos de gasolina, como os caminhoneiros fazem em seus caminhões. Pena que falta o $$$ para esta aventura. Também seria interessante fazer com um caminhão com dormitório, só o cavalo, sem a carreta, como é o sonho de um amigo meu. Brincar de “Pedro e Bino” só que sem a parte dura da coisa (carregar, descarregar, estender lona, dobrar lona, cumprir prazo de entrega, enfim, sem o trabalho pesado de um caminhoneiro em si, he, he!)

      • Nora Gonzalez

        Mr. Car, eu pensei em algo de uma noite apenas, mas a idéia de uma viagem “sem destino” é deveras tentadora. Como já contei aqui meu avô costumava fazer isso. Vontade de seguir a saga familiar não me falta…

      • CorsarioViajante

        Mr. Car., então vale a pena ler o livro da “expedição mundo por terra”, viajando o mundo todo nesta land rover. Eu tbm naõ tenho dinheiro para fazer isso mas, lendo o livro, de certa forma viajo também… rs

  • CorsarioViajante

    Quanto ao Haddad, é risível a falta de critério. Lamentável. Para ver como a maioria das pessoas perdeu o “senso de noção”.

  • CCN-1410

    Já dormi muito nos Fuscas que tive. Nada demais, só umas dorezinhas pelo corpo no dia seguinte.
    Mas se tivesse que escolher um veículo para dormir, nem seria um automóvel, mas um caminhão FNM com cabine Metro. Essas cabines são ultra espaçosas, e a Metro, em minha opinião, é a mais bonita de todas. É a única que abre no sentido convencional, porque as outras cabines tem as portas tipo suicidas.

  • Lucas Sant’Ana

    [OFF] O Procurador da República, Deltan Dallagnol está colhendo assinaturas para melhorar o sistema judiciário

    http://www.dezmedidas.mpf.mp.br
    colaborem, divulguem e assinem.

  • Mr. Car

    De vez em quando imagino como seria bom poder sair para uma enorme viagem sem destino certo nem tempo para acabar. E imagino que carro transformaria em dormitório, para economizar uma grana preta em hotel, e a viagem poder durar mais. Neste caso não penso em luxo, mas em espaço. Daí, naturalmente penso nos furgões Sprinter, Renault Master, Iveco Daily, Ducato Cargo, Dobló Cargo, na Kombi…acho que dava até para me virar com um Novo Fiorino. Também penso em uma velha Veraneio, ou nas caçambas de algumas
    camionetes cabine simples, contanto que tenham uma capota de fibra, he, he! Em tempo, Nora: adorei a foto do interior monocromático vermelho do Galaxie, exatamente como o que meu avô teve.
    Para pensar: “Diplomacia é lembrar o aniversário de uma mulher e esquecer sua idade”. (Kenneth Barnard Keating)
    Para ouvir: https://www.youtube.com/watch?v=EIY7xPtZWn0 Direto dos meus adorados anos 80.

  • Lemming®

    Para São Paulo é melhor o Mad Max…hehe
    Esperar que tipo de resposta do Nero de da cidade….

  • Carlos A.

    Nora, lembro-me ainda criança de álbum de fotos, inclusive alguns com espaço para legenda, bem fácil e tranquilo para qualquer um saber do que tratava. Não cheguei a ter máquina fotográfica com filme, e atualmente procuro salvar as fotos por eventos em pastas e arquivos fora do computador. Em parte era mais interessante vê-las sem depender de sistemas eletrônicos para isso, mas pelo menos hoje a liberdade de ‘bater a foto’ e já ver o resultado ou mesmo ter a liberdade de tirar muitas fotos sem ter que escolher muito de acordo com o limite do filme…

    • Nora Gonzalez

      Carlos A. eu faço as duas coisas. Ou melhor, três. Tenho as mesmas fotos em pastas na nuvem, em CD ou pen drives e impressas. Dá bastante trabalho, mas vale a pena. Para relembrar detalhadamente ou reviver a viagem nada como o impresso com as anotações, cópias de cardápios, rótulos de vinhos incluídos junto com cada foto… Adorei descobrir o fabricante dos álbuns com espaço para escrever e compro direto dele. E o digital, o visor da própria câmera para matar a curiosidade na hora ou o pen drive ou CD ou nuvem para deixar rolando descompromissadamente na TV na volta da viagem.

  • Excelente!!

    • Nora Gonzalez

      MB, valeu!

  • Fabio Toledo

    Galaxão!!! Sonho ter um desse para dar um rolê abraçado com a minha gata!

    Que tal uma lista de carros com banco dianteiro interiço?

    Quanto ao “Interceptor”, não povoa mais meus sonhos depois que eu soube que o compressor é fake.

  • János Márkus

    Já usei uma Veraneio 1972 com banco traseiro deitado e com um colchão de solteiro padrão. Show!

  • Nora Gonzalez

    CCN-1410, meu marido também sentiu falta do Fusca na minha lista. E disse: quem já não dormiu num? Pois é, parece que só eu…

  • Se fosse para dormir, acho que eu iria querer a boa e velha Kombi.

    Um colchonete no chão, e pronto. Mais espaçosa que alguns hotéis de beira de estrada, rsrsrs

  • m.n.a.

    Em nenhum desses carros da reportagem a pessoa poderá se deitar!

    De que adianta luxo com dor nas costas?

    Caravan com o banco traseiro rebatido! experiência própria…deitar e rolar!

    • Mr. Car

      No Cadillac dá, e no Galaxie também.

  • Cristiano Reis

    Estou tentando lembrar o nome de um carro antigo compacto, acho que da Renault ou Citroën cujo os bancos podiam ser rebatidos como uma cama… Vi inclusive aqui no Ae.

    Eu mesmo já dormi bastante dentro de carros, Gol, Palio… Tendo um lençol é só deitar o banco, por os pés em cima do painel, forrar a cabeça e tchau.

    • Dieki

      Renault Twingo. Retira o encosto de cabeça, afasta os bancos para frente e rebaixa todo. Fica uma cama literalmente.

  • Leo-RJ

    Cara Nora,

    No caso do Bugatti Royale tipo 41, também prefiro ficar de fora admirando-o. 🙂

  • RoadV8Runner

    Lista muito eclética, tem até o Interceptor do filme Mad Max! No meu caso, eu provavelmente escolheria um modelo Rolls-Royce mais antigo, como o Silver Spur, por exemplo. Não é nenhum exemplo de espaço para dormir, mas ao menos passaria uma noite em carro que tenho grande paixão.

  • Rodrigo Mendes

    Eu já dormi num Astra Sedan no alto da Serra do Rio do Rastro no finalzinho do inverno. Sai De Belo Horizonte para ir até lá. Chegamos muito tarde e não havia nada aberto. Fazia um frio danado. O porta malas e o banco traseiro estavam lotados de tralhas. Então nem dava pra deitar os da frente direito. No meio do caminho o carro começou a vazar óleo muito pelo retentor. Queria deixar o motor ligado durante a noite pra ver se aquecia um pouco, mas fiquei com medo de dormir e o óleo todo ir embora e amanhecer com o motor indo pro espaço. O pouco que conseguia dormir tinha pesadelo, foi numa época em que os bandidos estavam colocando fogo nos carros lá em SC. Acordei com as costas arruinadas. E esse ano pretendo ir lá outra vez.

  • TDA

    Bom, já que a escolha é livre, eu escolheria esse para passar a noite na estrada (se bem que acho que é cheat).

  • Mineirim

    Nora,
    Chegando atrasado na discussão, confesso que já dormi num Del Rey Scala. O banco traseiro rebatido abria um espaço plano, semelhante a uma cama de casal revestida com o grosso carpete dos acabamentos Ford daquela época.
    Foi uma situação engraçada. Fui visitar meu sogro no interior de Minas durante um feriado. A parentada resolveu ir sem avisar e a casa ficou cheia. Achei por bem liberar espaço na casa para as mulheres e crianças. Dormi no carro estacionado na garagem.

    • Nora Gonzalez

      Mineirim, isso é que é cavalheiro!