Em consonância com a recente matéria do André Dantas De carros & hackers a nirvana & inferno – parte 1, a Intel Corporation, multinacional americana de tecnologia que produz circuitos integrados como microprocessadores, anunciou nesta segunda-feira (14/9), que está reunindo um grupo de pesquisadores para discutir e desenvolver tecnologias de segurança para carros conectados, com o objetivo de evitar ataques de hackers e manter os veículos seguros. De acordo com o anúncio da empresa, o  Conselho de Revisão de Segurança em Automóveis (ASRB, a sigla em inglês) vai promover o desenvolvimento de tecnologias na área.

“Podemos e devemos ampliar a proteção contra ciberataques em automóveis. Com a ajuda da ASRB, podemos estabelecer as melhores práticas de segurança e promover que a segurança cibernética como um ingrediente essencial na concepção de cada carro conectado. Poucas coisas são mais importantes do que a segurança na rua, afirma Chris Young, vice-presidente de segurança da Intel.

Ao longo dos estudos, os pesquisadores realizarão testes de segurança e auditorias nos automóveis para verificar as aplicações das tecnologias e que irá publicar os resultados. Uma recente publicação da Intel já revelou vulnerabilidade em sistemas de automóveis conectados.

Ae/BS

(96 visualizações, 1 hoje)