Caro autoentusiasta,

Como você sabe, aqui no Ae nós gostamos de fazer as coisas do nosso jeito. E isso significa um grande envolvimento dos editores nos assuntos abordados. E esse envolvimento verdadeiro, real, é um dos elementos que também nos aproxima muito de você. O Ae é feito exatamente porque acreditamos no autoentusiasmo.

Assim conquistamos uma base de leitores, da qual você que está lendo faz parte, de alto nível e muito freqüente, o que faz aumentar ainda mais o nosso desafio e responsabilidade em trazer um conteúdo exclusivo e também de alto nível sobre o mundo do automóvel.

Recentemente publicamos uma série de matérias sobre a Bosch que chamamos de Projeto Especial. Esse projeto nos proporcionou uma maior aproximação com o parceiro, a Bosch, e um aprofundamento maior nos temas abordados gerando um conteúdo que teve uma ampla aceitação e incentivo dos leitores. E com base nessa experiência positiva agora estamos iniciando o segundo Projeto Especial.

Esse projeto também é composto por uma série de matérias feitas por nós, no nosso estilo, para os nossos leitores, para você. A introdução desse esse projeto já foi feita ontem, na matéria-aperitivo “Um propósito, uma vocação”, sobre a história de um garoto de 13 anos que provavelmente nasceu autoentusiasta antes mesmo da existência do automóvel como o conhecemos.

Não sabia exatamente como, mas sabia que tinha descoberto, ao andar naquele incrível “auto-móvel”, o que todos buscam por vidas inteiras, muitas vezes sem sucesso: um sentido para a vida. Um propósito maior. Uma vocação. Seu nome era …

Louis Renault

Leia amanhã a história completa da Renault, escrita pelo MAO, na primeira de uma série de oito matérias sobre a marca e seus produtos que faremos nos próximos meses.

Obrigado pela audiência, participação e envolvimento.

Ae/PK

(63 visualizações, 1 hoje)